Author Archives

Márcio Calixto

Márcio Calixto

Professor e escritor. Lançou em 2013 seu primeiro romance, A Árvore que Chora Milagres, pela editora Multifoco. Participou do grupo literário Bagatelas, responsável por uma revolução na internet na primeira década do século XXI, e das oficinas literárias de Antônio Torres na UERJ, com quem aprendeu a arte de “rabiscar papel”. Criou junto com amigos da faculdade o Trema Literatura e atualmente comanda o blog Pictorescos. Tem como prática cotidiana escrever uma página e ler dez. Pai de dois filhos, convicto morador do Rio de Janeiro, do bairro de Engenho de Dentro. Um típico suburbano. Mas em seu subúrbio encontrou o Rock e o Heavy Metal. Foi primeiro do desenho e agora é das palavras, com as quais gosta de pintar histórias.
Café nosso.

Café nosso.

Como muitos sabem, venho lendo muitas autoras nacionais. Eu fico positivamente impressionado com a quantidade somada à qualidade de novas autoras que vêm surgindo cotidianamente. É importante salientar que há uma leva de novos autores, todos de excelente gabarito, que…
Rogéria se foi?

Rogéria se foi?

Sei que grandes ícones com o tempo se vão fisicamente. Jerry Lewis faleceu em Agosto último e conheço várias pessoas que estão rememorando sua obra. Enorme, icônica, fabulosa. No entanto, quando se vão, eles deixam uma lacuna, que alguns ingenuamente…
O singelo poder dos grupos

O singelo poder dos grupos

Primeiro, preciso agradecer publicamente ao meu editor Raphael Gomide. Ficar algumas semanas sem preencher o espaço de minha coluna, sem ser pressionado para que tal acontecesse, precisa gerar esse agradecimento. Quando lhe vim com um singelo pedido de desculpas, ele…
Dia do Livro

Dia do Livro

Estávamos prontos eu, minha esposa e minha filha para um passeio de família. Coisa simples, saímos de uma festa de comemoração. Um mês de nosso casamento. Aniversário de minha mãe. Casa de minha avó. No entanto, queríamos um momento nosso.…
Inoportuna Ida

Inoportuna Ida

“Eu sou um sujeito muito compulsivo para escrever. Nunca sei o que quero realmente revelar, de narrativa. Nunca sei onde vai dar a narrativa, como é que vai terminar. Estudo muito pouco a onda narrativa, os personagens. Porque sou um…