CHORAR DE RIR: uma comédia em família

Na direção de Toniko Melo conhecido pelo filme “Vips”, seu segundo filme “Chorar de Rir” é uma comédias estrelada por Leandro Hassum que faz sacadas muito boas em seu roteiro e leva seu espectador a acompanhar uma história divertida e engraçada sobre o drama e a comédia.

O filme Chorar de Rir, vai contar a história de Nilo Perequê (Leandro Hassum),  um dos maiores nome da comédia o do país. E que apresenta um programa de TV de sucesso o “Chorar de Rir”, Nilo está no auge da sua carreira. No entanto, quando ganha o prêmio de melhor comediante do ano, o humorista decide mudar radicalmente sua carreira e se dedicar totalmente ao drama, deixando sua família e seu empresário desesperados.

Tapete vermelho do filme (Foto: Matheus Lopes)

Em entrevista com os atores Leandro Hassum e Sidney Magal, eles contam o quanto o filme é divertido e o quanto todos vão gostar, até porque eles se divertiram muito fazendo os seus respectivos personagens e Leandro admitiu que a cena deles dois foi a mais legal de gravar, de acordo com ele o Sidney é muito engraçado e o personagem dele é uma figura. E Magal conclui dizendo que trabalhar com um maluco tem que ser outro maluco.

O longa aborda uma premissa bem conhecida, a ideia de que um comediante só faz comédia, e tudo que ele faça fora da sua zona de conforto será motivo de risadas, não que necessariamente isso seja ruim, mas em alguns casos, como no filme, o personagem principal se vê na obrigação de experimentar um papel dramático para poder “provar seu valor”.

O enredo do filme traz um assunto um tanto quanto delicado, porém de forma totalmente divertida. O próprio Leandro Hassum dá um show de bom humor e interpretação, deixando o Nilo Perequê com uma identidade própria, além de fazer uma sátira aos programas jornalísticos e trazer os dramas familiares.

“Eu sou uma pessoa que tem um vínculo muito grande com a minha família, e no filme o trabalho é assim, em família, minha irmã é a figurinista, meu cunhado é meu empresário e essas são uma das coisas que eu tenho de parecido com o Nilo Perequê”, conta ator Leandro Hassum.

Nomes como Monique Alfradique, Sidney Magal, Rafael Portugal, entre outros, contribuem para a atmosfera leve e engraçada que o filme transmite para o telespectador, com sacadas muito boas em suas falas que quando eles aparecem já sabe que vai rir.

O roteiro do filme usa elementos muito típicos da comédia nacional fazendo com que o longa tenha uma cara bem brasileira. Outro elemento que provavelmente vai fazer você saltar um risinho é a música “Despacito” que é tocada no filme de uma forma instrumental, porém repetitiva.

Chorar de rir é um filme completo, que finaliza de forma emocionante e mostra que a premissa mostrada foi concluída com sucesso, que não a nada melhor do chorar de felicidade. O longa metragem é feito para toda família assistir e se divertir com essa comédia leve e entusiasmante.

“O filme não é só uma comédia, você além de chorar de rir com as piadas, vai também se emocionar com a história que fala sobre o meio artístico, sobre a nossa vida, a nossa história e os nossos conflitos”, finaliza Leandro.

 

CONFIRA O TRAILER DO FILME

 

 

 

Filmes e Abraços 😉

Até a Próxima!!

Iana Nunes e Larissa Vale – CABINE SETE

Siga nosso Instagram!

 

Acompanhem-nos em nossas redes sociais:

@artecult , @cinemaecompanhia , @tiltcine @cabinesete e Cinestimado

Acompanhe o resumo do dia do universo de Cinema & Séries:

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

CABINE SETE
O instagram @cabinesete é um projeto criado por Larissa Vale, Gabriela Carvalho e Iana Nunes para levar entretenimento e informação do mundo do cinema e da TV, de forma divertida e responsável, para todos aqueles que amam este universo tanto quanto nós. Agora o Cabine Sete vai estar aqui também no Canal CINEMA & SÉRIES do ARTECULT ! Mas não esqueçam de nos seguir no Instagram, ok?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *