GALERIA VILANOVA EXIBE INDIVIDUAL INÉDITA DE LAUREN SHAPIRO

“Fragile Terrains” apresenta obras compostas por formas coletadas em florestas e rios, e fazem referência à relação insustentável da sociedade com o ecossistema

 

A Galeria VilaNova inaugura “Fragile Terrains“, da artista visual norte-americana Lauren Shapiro, sob curadoria de Sebastiano Varoli. Em parceria inédita com a Art Bastion Gallery, sediada em Miami (Flórida, EUA), a individual apresenta quinze esculturas, uma instalação e uma projeção, as quais fazem referência à relação insustentável da sociedade com o ecossistema, revelando estruturas vivas encontradas pela artista na natureza – cuidadosamente coletadas por meio de moldes, em florestas e rios -, que emergem do solo e interagem com elementos arquitetônicos da paisagem urbana.

 

O trabalho de Lauren Shapiro busca inspiração nos fenômenos climáticos, nas conexões entre sistemas ecológicos e nas geometrias ocultas na natureza, além da influência humana nestes ambientes. Residente em Miami, é fascinada pela interconexão dos sistemas aquáticos do planeta e ciente de como o avanço do nível do mar em inúmeras regiões costeiras tem relação com o derretimento de geleiras, em razão do aquecimento global. Em suas palavras: “Meu trabalho surge do ritmo e da repetição presentes dentro de um ecossistema natural; contempla o delicado equilíbrio necessário para manter esses ecossistemas simbióticos. Materiais terrosos como gesso e argila são a base da minha produção, e esses materiais são moldados em obras que – como em um ecossistema natural ou uma sociedade – exigem a quantidade perfeita de tensão e equilíbrio para permanecerem intactas”. Sobre isso, Sebastiano Varoli comenta: “Sua produção, de execução delicada e refinada, representa uma mensagem poderosa e relevante a respeito da preservação dos nossos frágeis ecossistemas; a elegância das esculturas de Lauren nos lembra dessa fragilidade e da responsabilidade que temos, como espécie, de agirmos em proteção da nossa terra”.

 

Em um site-specific, Lauren Shapiro visitou florestas e rios, de onde coletou formas – com uso de moldes de silicone – de objetos naturais. A partir desses protótipos, a artista cria as partes que compõem suas esculturas em argila, empilhando-as uma acima ou ao lado da outra, o que resulta em um trabalho frágil e de natureza transitória – sendo as eventuais alterações físicas de sua obra registradas em fotografia e vídeo. Sobre esta estrutura, ainda são inseridos origames em papel dobrado. Desta forma, suas peças fazem referência às questões de fragmentação florestal, erosão e da insustentabilidade na maneira como o homem se relaciona com o meio-ambiente.

 

Ao longo do mês de agosto de 2018, Lauren Shapiro fará parte da residência artística Labverde, em Manaus/AM. Nesta ocasião, a artista coletará, da Floresta Amazônica, novos moldes de plantas e objetos ecológicos afetados pela presença humana em massa, os quais formarão obras frágeis de cerâmica não trabalhada, moldadas à mão. Após a ação da natureza sobre o caráter impermanente de suas peças, estas serão decompostas em pó seco, recicladas e recuperadas com água, a fim de construir uma nova instalação. “Ao eliminar os processos de envidraçamento e queima, posso reduzir minha própria ‘pegada de carbono’ como ceramista – especificamente das emissões de fornos e do uso de produtos químicos -, recuperar e reconstruir esses projetos de argila repetidas vezes, apenas para existirem na memória e nas fotografias”, conclui.

Veja algumas das obras expostas:

 

 

Lauren Shapiro

Artista visual e educadora de Miami, Flórida (EUA). Graduou-se como Master of Fine Art pela Universidade de Miami, onde desenvolveu um processo de fundição de múltiplas etapas em argila que começa com papel origami dobrado como protótipos para moldes de gesso. Foi artista-residente na China, no Instituto de Arte Cerâmica de Senbao, em Jingdezhen, onde observou e aprendeu sobre os processos de pós-produção de moldes industriais e fundição de porcelana. Expôs durante a Art Basel Miami na feira Scope Art e na New Art Dealer’s Alliance (NADA). Seu trabalho foi apresentado internacionalmente durante a Art Basel Switzerland no Projektraum M54, com um projeto independente de exposição de arte contemporânea para cultivar o intercâmbio artístico entre diferentes cidades. É artista em residência no Bakehouse Art Complex em Miami, onde atua como chefe da prática de cerâmica. Durante o mês de agosto de 2018, viaja para a Floresta Amazônica do Brasil como participante da Labverde Residency, para implementar seu projeto de pesquisa sobre efeitos a longo-prazo das mudanças climáticas na natureza.

 

Art Bastion Gallery

Dirigida por Sebastiano Varoli e sediada em Miami, Flórida (EUA), é focada em arte contemporânea e apresenta artistas em meio de carreira e consagrados de todo o mundo. A missão da galeria é apresentar esses artistas a um público mais amplo e trazer talentos inovadores e emocionantes para o cenário artístico. As exposições e eventos especiais organizados pela Art Bastion Gallery evocam um senso de diversidade e consciência cultural.

 

Galeria VilaNova

Localizada na região do Parque Ibirapuera, a Galeria VilaNova promove artistas consagrados e em ascensão, firmando-se como ponto de encontro para quem aprecia arte. Em 2018, comemora 5 anos de fundação e 24 exposições promovidas, com destaque para as individuais de Virgilio Neves, Camila Alvite, Rodrigo Edelstein, Loro Verz, Katia Wille e Jorge Feitosa. Ao longo deste período de atuação, conquistou espaço na mídia especializada em arte, como cadernos de cultura dos principais jornais brasileiros, roteiros semanais de exposições, revistas, TV e meios online. A galeria atende a um público exigente, sempre em busca de novidades em fotografia, pinturas, esculturas e diversas mídias. Intensa pesquisa e uma curadoria detalhista garantem mostras com uma grande variedade de arte conceitualmente significativa e visualmente estimulante. Além de coletivas e individuais, um acervo eclético e em constante renovação permitem que colecionadores apreciem trabalhos sempre novos e aprendam sobre as últimas tendências. Em 2018, participa pela primeira vez da feira SP-Arte/Foto, em São Paulo. Bianca Boeckel, proprietária e diretora da Galeria VilaNova, atua também como curadora e consultora de artistas e clientèle, utilizando-se de sua experiência internacional.

SERVIÇO

Exposição: “Fragile Terrains

Artista: Lauren Shapiro

Curadoria: Sebastiano Varoli

Direção: Bianca Boeckel

Abertura: 07 de agosto de 2018, terça-feira, às 19h

Período: 08 de agosto a 08 de setembro de 2018

Local: Galeria VilaNovahttp://www.galeriavilanova.com.br

Rua Domingos Leme, 73 – Vila Nova Conceição – São Paulo, SP

Tel.: (11) 2691-1190

Horários: Quinta-feira a sábado, das 12 às 19h | Segunda a quarta-feira, com agendamento: contato@galeriavilanova.com.br

Número de obras: 17

Técnicas: Escultura, instalação e projeção

Dimensões: Variadas

Preços: R$1.800,00 a R$7.000,00

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Raphael Gomide
Fundador e Diretor Geral do ArteCult.com, Sócio-fundador e editor do QuadriMundi, ambos projetos da Webstaff, sua empresa que está sendo estruturada e que também gerencia outros portais como o BandasNovas, OlheiroMusical, Bullyng nas Escolas, Reação Adversa e CasarOnLine. Apaixonado pela sua família e por toda forma de ARTE e CULTURA. No Facebook, administra vários grupos tais como Dicas de Filmes, Dicas de Livros, Dicas de Músicas , além das páginas Futuristiko (sócio-fundador), Infância80, Olheiro Musical, Bullying nas Escolas, Reação Adversa e Portal TEAmigo (app em desenvolvimento para a comunidade TEA - Transtorno do Espectro Autista).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *