Exposição Coletiva “Diálogos sobre o Corpo”: a potencialidade do corpo como dimensão expressiva

Conceber o corpo como substância artística, poética é considerar sua potência enquanto matéria dotada de multiplicidade irredutível, território de experiências e lugar de proposições. Nesse sentido, é tê-Io como algo que, assim como o filósofo Merleau Ponty (1945) veio afirmar percebe e é simultaneamente percebido. Dessa maneira, o corpo não se dá como receptáculo passivo das sensações, mas como ele próprio ator da experiência, sendo, portanto, capaz de afetar e ser afetado.

Diante da potencialidade do corpo como dimensão expressiva do homem ser e estar no mundo, as artistas Agnes Antonello, Catharina Braga, Isabella Rosa e Paula Isabelle propõem, através da exposição ”Diálogos sobre o corpo” que está no CCL – Centro Cultural LIGHT (Centro RJ), uma reflexão acerca das diversas possibilidades advindas desse objeto que se materializa enquanto emissor na busca do diálogo com o outro, que vê e é olhado, toca e é tocado.

Sendo assim, a presente proposta convida o espectador a ver e deixar ser visto por esse corpo que questiona, subverte, cria e experimenta: seja através de uma crítica à construção social vigente, como no trabalho de Agnes Antonello, em que se tem um jogo com o ambíguo, andrógino, com aquilo que se posiciona além da norma. Seja como espaço dual situado entre a intimidade de um corpo nu e exterioridade, pela abertura e entrega ao olhar do outro, como no trabalho de Catharina Braga. Ora como resultado da instabilidade e fluidez contemporânea e, portanto, lugar passível de deslocamentos de um sujeito líquido, como no trabalho de Isabella Rosa. Ou ainda como matéria em perene estado de construção, constituída de fluxos que se cortam e ligam, ora por novas camadas que adicionam, conectam e se interrompem simultaneamente, ora por dobras que repartem, fragmentam ou por incisões e cortes que (des) organizam como no trabalho de Paula Isabelle. Desse modo, o corpo é a todo momento evocado como possibilidade a ser experimentada.

Por fim, assim como em uma conversa, o corpo quer dizer, sentir, tocar na esperança de ser apreendido por outrem. Nesse sentido, em ”Diálogos sobre o corpo” ele age pela mancha, linha, superfície da tela e papel no intuito de estabelecer o contato e comunicação em que se pede em troca apenas o olhar atento do espectador que invada e que se deixe invadir.

Confira algumas obras desta exposição coletiva

 


FICHA TÉCNICA

CURADORIA: Colaborativa

IDENTIDADE VISUAL: Paula Isabelle

SINALIZAÇÃO: Ginga Design

REVISÃO: Caio Oliveira


 

CCL – Centro Cultural LIGHT. Avenida Marechal Floriano 168. Centro – Rio de Janeiro (RJ).

SERVIÇO

Diálogos sobre o corpo

  • Onde: Centro Cultural Light.
  • Quando: até 11 de Janeiro de 2019, das 9:00h às 19:00h.
  • Quanto: Gratuito

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Raphael Gomide
Fundador e Diretor Geral do ArteCult.com e Sócio-fundador e editor do QuadriMundi. Ambos projetos da Webstaff, sua empresa. Apaixonado pela sua família e por toda forma de ARTE e CULTURA. Nas redes sociais, administra além das páginas do ArteCult e QuadriMundi, as páginas do OlheiroMusical.com, Atuando, Dica de Vinho, Dicas de Filmes, Dicas de Livros, Dicas de Músicas, Futuristiko, Infância80, Olheiro Musical, Bullying nas Escolas, Reação Adversa e Portal TEAmigo (comunidade TEA - Transtorno do Espectro Autista).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *