Rock in Rio 2019: Titãs faz show com vários convidados no segundo dia de R.I.R

Na segunda noite de Rock in Rio, o palco Sunset foi invadido por Titãs e seus convidados: Érika Martins, Ana Cañas e  Edi Rock, showzaço!!!

A primeira convidada a entrar no palco foi Érika Martins, a eterna Penélope charmosa. A Segunda convidada dos Titãs, Ana Cañas, cantou “Comida” e “Sonífera Ilha”, sucessos que ajudaram a consolidar a carreira da banda. No meio do show, Ana Cañas, arranca o vestido e faz topless, no grito:

“É bu… nessa porra! Foda-se o patriarcado! “

O grupo cantou seus sucessos das décadas de 80 e 90, como: “Homem primata” e “O pulso”, além de clássicos do rock nacional: “Pro dia Nascer Feliz” (Barão Vermelho), “Aluga-se” (Raul Seixas) e “Ôrra Meu” (Rita Lee).

Terceiro convidado da “festa show” dos Titãs foi o rapper Edi Rock, um dos fundadores do Racionais MC’s, e cantou junto com o grupo: “Diversão” em uma mistura de “Bichos escrotos” com “Mágico de Oz”,  finalizando o espetáculo, agradando o público roqueiro, que curtiu do início ao fim!!

Após o término da apresentação, Tony Bellotto, Branco Mello e Sergio Britto conversaram com o ArteCult sobre a escolha dos convidados para o show, na Cidade do Rock.

Tony Bellotto disse : “A gente escolheu pessoas que a gente tem afinidade, que a gente gosta, e tem uma liga com a gente também. Então, o Edi Rock, é uma das maiores bandas de rap do Brasil, a gente admira o trabalho dele, acompanha o trabalho solo dele, gosto dele, e ele também gosta da gente. Ele já tinha sugerido que a gente fizesse alguma coisa juntos, antes desse convite pro Rock in Rio. Então foi uma coisa natural!”

“As duas meninas também, pra você ter uma ideia, eu fiz uma música para Érika Martins. E a Ana Cañas, a mesma coisa, a gente conhece ela de longa data, já tínhamos feito um programa com ela. A gente tem afinidade com esses 3 artistas, e achamos legal chamar 2 meninas, e um cara do universo um pouco diferente do nosso, que não é do rock, mas é do rap, que tem muita coisa em comum. Então foi natural”, finaliza Tony.

Quanto a escolha do repertório, Tony diz:

” A gente foi conversando, perguntamos o que eles queriam cantar, então algumas músicas eles escolheram, porque eles tinham mais afinidade e vontade de cantar. E a gente foi meio que montando, uma coisa que a gente vai fazendo, meio junto, em função do tempo que a gente teria. Sempre uma dificuldade, que ainda bem que, a gente tem bastante música. Mas acho que a gente dosou legal, ficou uma coisa bem bacana”.

Sobre as músicas que não podem faltar em um show dos Titãs, eles disseram:

“Tem algumas assim, hoje por exemplo a gente não cantou “Marvim”, é sempre uma música que a gente tem que tocar, então, é difícil né!”, diz Tony.

“A gente durante um tempo não tocou, Sonífera, em tese, a gente não pode tocar algumas músicas, mas até isso a gente faz!” diz rindo Sérgio Britto.

” É que são tantas músicas, em 37 anos de carreira, e um show tem mais ou menos, 1 hora e meia, duas horas. Nesse caso é uma hora, então a gente sempre tem que fazer uma adaptação. Então algumas sempre vão ficar de fora. Mas eu acho saudável, bacana também, que dá vontade de tocar e o público interage também. Tipo não teve “Marvim”, mas eles cantaram “Policia” e “Comida”, que eles não vinham cantando, (foi até uma pedido da Ana Cañas). Então foi legal, porque os convidados interferiram um pouco no nosso repertório. Isso é rico, desafiador pra gente também. Muito Legal!”, diz Branco Mello

E falaram sobre não ter projetos futuros com outros artistas, fora o Rock in Rio, por enquanto. Mas Sergio Britto complementa:

“Não, mas, fizemos coisas tão legais com o Edi Rock, por exemplo, dele ter colocado uma coisa original, que ele escreveu ali, dentro de “Diversão”. Que até da vontade, de repente, da gente talvez registrar isso. Mas ainda não temos nada definido.

Mas a gente acaba fazendo, por exemplo, o Quinon Brito fez uma música pra Érika Martins, eu já cantei com a Érika várias vezes, já participei com ela de um filme da Grande Família, a gente colocou uma música juntos. Quer dizer tem umas coisas super legais, com a Ana também! Acho, que aqui, a gente abriu uma porta muito boa, muito bacana, não só pra esses 3 convidados, como pra todas as pessoas que tem afinidade musical e artística com a gente”. Diz Sérgio Britto.

 

Entrevista por: Mari Barcelos

Texto: Daniela Fróes

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Redação ArteCult.com - Rio
Redação do Portal ArteCult.com - Rio de Janeiro. Expediente: de Seg a Sex - Horário Comerciall. e-mail para Divulgação Artística: divulgacao@artecult.com. Fundador e Editor Geral: Raphael Gomide.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *