Jornal Nacional: Celebração dos 50 anos do JN da Rede Globo reúne grandes nomes do jornalismo nacional

Festa 50 Anos Jornal Nacional – Renata Vasconcellos, Alice Maria, Cid Moreira, William Bonner, Patricia Poeta, Fatima Bernardes e Sergio Chapellin

Uma noite de domingo memorável, que reuniu no mesmo tempo e espaço personagens emblemáticos da história do telejornalismo brasileiro. Há exatos 50 anos, no dia 1 de setembro de 1969, a dupla de apresentadores Cid Moreira e Hilton Gomes anunciava o primeiro telejornal em rede do país, o ‘Jornal Nacional’. Após centenas de coberturas jornalísticas inesquecíveis e do talento de um time estelar de repórteres e correspondentes que contaram a história deste meio século, ao JN não faltam motivos para celebrar.

Neste 1 de setembro de 2019, parte dos profissionais que fizeram e fazem parte da trajetória do JN se reuniu em um restaurante no Jardim Botânico, bairro do Rio de Janeiro onde fica a sede da emissora. Encontros de gerações, risadas e abraços em clima total de celebração. Antes da exibição de um vídeo com reportagens emblemáticas do JN, o diretor-geral de Jornalismo da Globo, Ali Kamel, convidou João Roberto Marinho, vice-presidente do Grupo Globo e presidente do Conselho Editorial, para subir ao palco. “Muito bom comemorar com essa equipe os 50 anos do JN, que foi a realização de um sonho do meu pai: um jornal capaz de reunir o país e levar informação de qualidade para os brasileiros.

Parabéns pelo que fizemos e pelo que ainda vamos fazer”, disse. “Gostaria de dizer, em nome de todos, que reconhecemos que só podemos fazer o jornalismo que fazemos graças à independência que a família Marinho tão corajosamente nos garante. E agradecer por isso”, completou Ali Kamel. Diretor-geral da Globo, Carlos Henrique Schroder agradeceu o trabalho de todos que se esforçam para construir diariamente o JN. “Foi uma noite histórica, de muita emoção. São 50 anos de sucessos e grandes resultados, uma entrega diária de bom jornalismo, com imparcialidade e isenção”.

O editor-chefe e apresentador do JN, William Bonner, agradeceu a toda a equipe que fica por trás das câmeras e às parceiras com quem dividiu a bancada. Bonner homenageou também os ex-apresentadores  Cid Moreira  e Sérgio Chapelin. “Nossos mestres estão aqui presentes. São exemplo não só de talento e profissionalismo, mas também como pessoas. Não existe quem tenha trabalhado com os dois e não se refira a eles com profundo carinho e admiração”. Atual parceira de Bonner, a apresentadora Renata Vasconcellos ressaltou a importância do JN como fonte de jornalismo profissional nos tempos atuais.  “É um prestígio e uma responsabilidade fazer parte da história do JN. Comemorar esses 50 anos dá uma sensação de dever cumprido”.

Além de diretores de jornalismo da Globo, executivos, e profissionais que fazem todo trabalho por trás das câmeras, também estiveram presentes na comemoração nomes como Fátima Bernardes, Patrícia Poeta, Sandra Annenberg, Glória Maria, Maria Julia Coutinho, César Tralli, Léo Batista, Dulcineia Novaes, Chico Pinheiro, Zileide Silva, Caco Barcellos, Sonia Bridi, Ernesto Paglia e Renato Machado.

VEJA A GALERIA DE IMAGENS DO EVENTO:

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Jornalista por paixão. Música, Novelas, Cinema e Entrevistas. Designer de Moda que não liga para tendência. Apaixonada por música e cinema. Colunista, critica de cinema e da vida dos outros também. Tudo em dobro por favor, inclusive café, pizza e cerveja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *