O MUNDO SOMBRIO DE SABRINA – Parte 3: Achou mesmo que não iríamos falar de série de bruxa adolescente? Achou errado, otário!

 

Aviso aos passageiros: Se você, como eu, também é fã do Choque de Cultura, vai entender melhor as referências desse texto. Senão, vai se sentir que nem o Capitão América, boiando muito, e sem entender nenhuma referência, mas mesmo assim, pode se divertir. 

Aviso II: Por ser uma review, contém spoilers.

 

Essa série da Sabrina tem de tudo, tem magia, tem mortes, pancadaria, tem gato que não fala, e tem até fanservice! Isso mesmo, minha gente, tem fanservice! Bora reclamar do fanservice, afinal, fã tem que reclamar de tudo. Para quem não sabe o que é fanservice, favor assistir ao episódio Creed II – A pedagogia do Espancado, do Choque de Cultura e prestar atenção no finalzinho. Pra quem já viu, bem, vocês sabem do que estou falando, não?

E eles reciclam, sabe? Muito bom pra natureza. Eles reciclaram um ator cujo personagem morreu lá na série Riverdale! E num spell de glamour, usaram também uma atriz (ainda viva) de Riverdale! Consciência ecológica, bonito de se ver. Além de que, a gente sabe que, quando um personagem morre, o ator fica desempregado. Então, nada melhor do que ajudar os coitados com essa reciclagem, algo digno, humano, sensato. Aliás, a Sabrina fala que Riverdale é um lugar grande e assustador, como se ela morasse no paraíso, né?  Logo ela que vive em Greendale e dando uns rolês no Inferno. Rapaz, é uma comédia que só.

Mas nem tudo é divertido nessa terceira temporada. É uma mistura de magia daqui, magia dali, viagem no tempo com magias antigas, e, claro, paradoxos. Mas piração, ainda que das boas, é algo inerente a essa série, que acaba sendo algo bem bacana, e tem momentos de tremendo desespero, isso é fato.

As vidas dos adultos começaram a ficar mais agitadas, a vida romântica deles também, e agora Sabrina terá até um irmãozinho. Infernal. Bom, tinha até príncipe infernal feito de barro. Não dá pra levar essa galera muito a sério, mas confesso que essa temporada conseguiu me surpreender no bom sentido. Do jeito como estou falando parece que não, mas a terceira temporada deixou a série ainda mais interessante. Uma pena que o Salem não fala. Dizem que seria bizarro, mas fala sério, pois uma pessoa se transformando praticamente em uma aranha aos poucos é algo nada bizarro, né, bicho?

Mas as bizarrices de Greendale, especialmente as sobrenaturais, nem se comparam às loucuras “naturais” de sua colega-cidade-série-vizinha, Riverdale. Creio que eu, como muitos fãs, ainda esperam por um crossover mais direto entre as séries, mesmo que sendo de canais diferentes, afinal, elas pertencem ao mesmo universo. Um outro spinoff (podem consultar também o Choque de Cultura, caso queiram saber de uma forma divertida o que é um spinoff) é Katy Greene, mas não tive coragem de ver ainda. É tanta cantoria em Riverdale que me dá nos nervos. Confesso que quando começa a cantoria em Greendale também, sempre que possível eu avanço uns segundos. Como Katy Greene é musical, não dá. Tenho limites para os meus tímpanos. Embora eu até tenha gostado do trailer do filme em que o Archie sai em turnê e tem a namorada doente, mas esse é outro mundo paralelo que não os de Greendale e Riverdale e Archie Comics and Friends 😉

Os “Eldricht Terrors” de que eles tanto falaram na série e até já começaram as ameaças dos Antigos tem tudo a ver com H. P. Lovecraft, e, depois de lidarem relativamente bem com outro elemento da literatura, já que eu particularmente adoro o Dorian Gray da série da Sabrina, espero que eles saibam como lidar com isso. Já joguei inclusive o RPG Call of Cthulu e a loucura é inevitável. E tanto uma das irmãs estranhas quanto lorde Blackwell estão doidinhos doidinhos. Coerente. Adorar a Hécate, a Deusa Tripla, em vez da tonta da Lilith também foi incrível. Pensei que ela seria mais esperta, mas, enfim, ainda coerente e bacana isso daí. Mas usar o truque de ter filho pra segurar o cara, Lilith? Tão não 2020 isso, cadê o Girl Power?

A Sabrina 1 como quase uma Lady Drácula foi sensacional, mas aquela fala dela sobre consentimento pra um vampiro, ainda mais Lorde Vlad Tepes, foi a coisa mais absurdamente politicamente correta usada em um momento tão sem noção que não teve como não rir! O cara é o primeiro vampiro, pelo amor de Salem!

Enfim, com essas e outras, temos até o adorável ator reciclado de Riverdale fazendo o Robin Goodfellow e ele ficou fofinho com aquele cabelo verde e as orelhinhas de elfo, digo, hobgoblin. E claro que ninguém estranha isso. Nada mais é estranho nessa cidade, né, povo?

Só me pergunto o que acham os mortais “normais”. Eles nem percebem, vivem sendo vítimas de feitiços de esquecimento ou são alienados mesmo?

O que eu espero da próxima fase? Eu juro que ainda queria que o Salem falasse, mas pelo menos ele foi usado como gatinho fofinho em uma arapuca e isso foi bacana. As pessoas têm que perder esse hábito ridículo de achar que gato é inofensivo. Não me entendam mal, amo gatos, mas se você está em Greendale e vê um gato preto fofinho, foge, é uma armadilha! Haha

O Lúcifer de Sabrina é ainda mais chato que o de Supernatural, e a marca de Caim no Blackwell? Sério que aquele infeliz não pode ser morto? Espero que os Antigos ignorem isso, já que, obviamente, eles não são cristãos. Só perde pro Caim da série Lúcifer que é muito chato. Aliás, poderiam fazer algumas menções, não? Já que o Lúcifer de Supernatural já citou o “verdadeiro” Lúcifer, que sabemos que está em Los Angeles, desvendando crimes e cuidando de uma balada e tocando e cantando em um piano bar. Aliás, ele sim, canta bem. Já não é o caso de muitos na série da Sabrina. Eu realmente avancei muito nas partes das músicas.

E reciclar o lance de líderes de torcida cantando pra fazer magia foi meio não imaginativo, né? Enfim, só espero que não venha nenhum Nefilim. Opa, pensando bem, se Lúcifer era anjo e Sabrina (e o irmão) existem, já tem Nefilim, socorro! hahah O melhor Caim ainda é de Supernatural, cara foda aquele! Adoro essas conversas entre as séries e os mundos e tal, amo!

E vocês repararam que a sigla da série em inglês vira CAOS? Ou ChAOS? Chilling Aventures oSabrina. O que esperar de uma série com esse nome?

CONFIRA O TRAILER DA PARTE 3

 

 

 

 

Apesar de tudo, tem muitos pontos fortes e os pontos fracos são aceitáveis. Que venha mais caos!

NOTA: 8 miados de insatisfação do Salem porque nem ele aguenta mais aquela cantoria toda! (8 de 10)

ANA DEATH DUARTE

www.bagulhossinistros.com

 


ArteCult – Cinema & Companhia

Siga nosso canal e nossos parceiros no Instagram para  ficar sempre ligado nas nossas críticas, últimas novidades sobre Cinema e Séries, participar de sorteios de convites e produtos, saber nossas promoções e muito mais!

@artecult , @cinemaecompanhia , @cabinesete ,
@cinestimado , @sinistros.bagulhos@hospicionerdoficial

#VamosParaOCinemaJuntos

 

 

 

 

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *