Música Eletrônica: O duo de música eletrônica Elekfantz lança seu mais novo álbum, “ELEMENTS”

Formado por Daniel Kuhnen e Leo Piovezani, a dupla que dá vida ao renomado duo de música eletrônica Elekfantz, acaba de lançar seu tão aguardado novo segundo álbum de estúdio. Intitulado “ELEMENTS”, o projeto produzido por Gui Boratto, traz ao todo 11 músicas no repertório.

 

Ouça e baixe aqui:https://umusicbrazil.lnk.to/ELEMENTS

A maior parte das faixas do álbum nasceu na estrada, durante uma turnê mundial. Considerado mais completo e mais maduro, “ELEMENTS” marca um momento especial na carreira de Daniel e Leo.

No dia 4 de julho, o duo faz o lançamento do novo álbum na TerrazaOn Drive, Drive Park situado na badalada praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis, SC. O evento, no formato drive-in, contará com todos os protocolos de saúde recomendados.

“Se comparado com o nosso primeiro disco, o ‘Dark Tales & Love Songs’, ‘ELEMENTS’ tem músicas mais maduras em termos de letras, arranjos e timbres. Tivemos um cuidado maior e mais tempo de produção do que no primeiro álbum. A gente fez um disco inteiramente de canções. Claro que todas têm uma base eletrônica, mas não são apenas repetições de frases e loops. O primeiro disco teve um lado mais pista e experimental. Neste, investimos mais nas composições. ‘ELEMENTS’ é um momento importante pra gente. Acredito que o segundo álbum é sempre um disco muito esperado”, revela Leo.

Das 11 músicas presentes no compilado algumas já tinham sido lançadas, como “Blush”, “The Promise” e “WhenWeWere Young”. Na época dos lançamentos, o Elekfantz estava em turnê pelo mundo e teve a chance de tocar os recentes singles para milhares de pessoas. Para Leo, essa dinâmica funcionou a favor da dupla, que conseguiu ter um bom termômetro pela reação dos fãs durante os shows.

“Lançamos este álbum a conta-gotas, sem pressa. Tivemos cinco singles divulgados e todos foram uma escolha em comum. A gente já estava na estrada tocando essas músicas novas, então meio que conseguimos testá-las. Tocávamos nos shows, depois voltávamos para o estúdio para ajeitar algumas partes. Foi um jeito bem gostoso de criar esse disco”, explica Leo.

Com o objetivo de ter um som único, o processo de produção do Elekfantz difere um pouco de outros artistas do segmento da música eletrônica. “Eu e o Leo evoluímosisso juntos. Desde o nosso primeiro disco, temos uma abordagem, um processo de produção mais parecido com a de uma banda. Surgem as músicas, as melodias, às vezes sem letra ainda. As músicas que mais gostamos levamos para o nosso produtor, regravamos vários instrumentos, utilizamos sintetizadores analógicos, modulares, elementos que a gente gosta de usar para ter um som, texturas e timbres únicos. Depois de produzidas, as músicas ainda passam por uma mixagem e masterização analógicas”, pontua Daniel.

Sem essa de não ter canção favorita do disco, Daniel, Leo e o produtor Gui, apostam alto em “Elements”, faixa homônima ao álbum, como a “prata da casa”. “A música ‘Elements’, que batiza o disco, foi uma das últimas a aparecer, mas logo virou a nossa preferida. É uma música longa, tem refrão, estrofe, a letra é bem legal. É uma faixa bem diferente do Elekfantz, que tem uma parte orquestrada no fim. Estamos ansiosos para tocá-la pela primeira vez ao vivo. Sem dúvidas, essa canção resume o disco. Ela traz componentes eletrônicos, orquestra, violão, tem elementos diferentes que nunca tínhamos usado em nossas composições”, diz Leo.

Nessa busca por irreverência e autenticidade, o Elekfantz, que já tem quase 10 anos de história, brilha. Com diversos fãs no Brasil e pelo mundo, Daniel e Leo apostam em um som original para conquistar ainda mais novos espaços. Os dois, junto com Gui Boratto, acertaram em cheio em “ELEMENTS”, um trabalho inovador e moderno.

“Quem escutar o disco vai saber que é Elekfantz. A gente batalhou muito, desde o começo, para ter essa identidade musical”, finaliza Leo.

 

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Daniela Fróes
Musicalmente eclética, apaixonada pela diversidade dos estilos, das festas e festivais, amante de uma boa música, principalmente das batidas eletrônicas. #Música #MúsicaEletrônica - Nunca se precisou de drogas para senti-la, a essência da batida, a sonoridade toca a alma de um jeito que não da pra ficar parado! "Quem não sente a melodia acha maluco quem dança"!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *