“Malasartes e o Duelo com a Morte” : a notória evolução do cinema nacional

É bastante animador para nós, cinéfilos de plantão, como o cinema do nosso país está em ascensão e progredindo cada vez mais em diversos aspectos como: efeitos especiais, variedade de histórias, fotografia e acima de tudo originalidade nas suas produções. E isto é notório nos dois últimos filmes brasileiros que eu pude conferir recentemente. Nesta semana vou falar de um deles. Na próxima do outro.

A produção da vez é “Malasartes e o Duelo com a Morte”, filme nacional lançado nos cinemas brasileiros no ultimo dia 10/08.  Seu roteiro possui nada menos que 28 anos e chegou às mãos do diretor  Paulo Morelli (“Cidade dos Homens”) desde o início dos anos 80! E esta espera valeu a pena.

O filme segue como proposta de uma  gigantesca mostra de efeitos visuais para propor a narrativa da saga de um trambiqueiro icônico e muito conhecido na cultura popular nordestina, o “Pedro Malasartes”, vivido de maneira espetacular pelo grande ator Jesuíta Barbosa. Pedro Malasartes, o personagem-título, é considerado o mais esperto dos homens e consegue enganar a todos a sua volta, desde Áurea (Ísis Valverde), sua namorada, ao bravo irmão dela, Próspero (Milhem Cortaz), com quem ele tem uma dívida preocupante.

Baseando-se nas produções como os grandes blockbusters americanos, o filme traz um espetáculo de efeitos visuais em um produto exclusivamente nacional, trilha sonora típica brasileira e com a presença de figuras conhecidas, destacando assim a cultura do povo brasileiro e o seu modo de vida. Muitos irão se identificar com essas correlações. Apesar do personagem principal ser um caipira malandro e com aquele famoso jeitinho brasileiro de conseguir suas proezas , no fundo, no fundo, ele tem um coração bom. A aventura abordado no filme traz elementos de fábula e literatura de cordel. Numa época um pouco mais antiga da qual nós vivemos, o Malasartes precisa trapacear a Morte (Julio Andrade), que está em busca de um substituto.

A proposta do “Mundo Obscuro” realizado digitalmente é um espetáculo a parte, empolga muito e através do resultado final, podemos perceber a evolução notória do cinema brasileiro neste aspecto técnico.

E é neste mundo que encontramos uma proposta mitológica para a história com a Morte o seu assistente Esculápio (Leandro Hassum) e o trio de bruxas (Vera Holtz, Luciana Paes e Julia Ianina) que tecem as cordas através dos seus teares ligados ao mar de velas acesas, tudo bastante conectado e conciso a vida das pessoas e o seu destino. Onde muitos acreditam que este já se encontra traçado ou não. 

Muito podem sentir uma correlação notória com o classico “O Auto da Comparecida” (2000), por apresentar elementos em comum, mas ao meu ver o “Malasartes” pra se tornar icônico precisava apenas de um desenvolvimento maior dos seus personagens e uma narrativa mais concisa. Mesmo assim, vale ressaltar que esta fábula possui uma trama envolvente, leve, que diverte e encanta o telespectador. E traz um humor que não é escrachado nem de comédia pastelão, e com isto entretém bastante.

 

Corram pra conferir e prestigiar nosso cinema nacional , que precisa cada vez mais de nossa valorização e reconhecimento !!

Até a próxima pessoal ! Forte abraço!!

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Luan Ribeiro
Sou natural de Mata de São João, Bahia, mas atualmente moro na cidade do Rio de Janeiro. Sou formado em Engenharia, mas sempre tive uma verdadeira fixação pelo universo cinematografico. Assistir um filme é minha válvula de escape para mergulhar e me aventurar em mundos totalmente novos e cinematografo nosso dia a dia, por isso, me considero um cinéfilo nato. Aproximadamente de duas a três vezes confiro as estreias da semana nas telonas, ou seja, literalmente sou um “rato de cinema”. rs Será um enorme prazer compartilhar aqui minhas opiniões sobre os filmes e suas principais curiosidades. E uma ótima oportunidade para poder "trocar figurinhas" com todos vocês! Espero que se divirtam muito e curtam minhas dicas. Que a FORÇA esteja com vocês!!! Luan Ribeiro. Instagram: instagram.com/luancrib ; e-mail: luancribeiro@hotmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *