Curta brasileiro produzido com apenas R$500,00 participará de Cannes

1611175

O curta “A Moça que Dançou com o Diabo”, de João Paulo Miranda, será o representante brasileiro no Festival de Cannes, que acontecerá entre os dias 11 e 22 de maio de 2016.

O curta foi produzido com a renda da arrecadação de uma rifa (R$500,00) e o roteiro foi inspirado na lenda urbana da cidade de São Carlos (SP) sobre uma garota de família religiosa que dançou com um forasteiro (que supostamente seria o próprio diabo) na noite da Sexta-feira da Paixão.

A obra foi selecionada entre 5.000 títulos inscritos e concorrerá com produções da Espanha, Colômbia, Tunísia, Reino Unido, Filipinas, França, Romênia, Itália e Suécia. A cineasta japonesa Naomi Kawase, diretora do filme “Sabor da Vida”, preside o Júri dos curtas.

No intuito de levantar os recursos necessários para levar os representantes do curta a Cannes, foi iniciada nas redes sociais uma campanha de financiamento coletivo que já atingiu seu objetivo, garantindo a viagem e o material de divulgação do curta.

Agora, é torcer!

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Raphael Gomide
Fundador, CEO e Editor-Geral do ArteCult.com, Sócio-fundador e editor do QuadriMundi (Quadrinhos, Mangás e Animações) e sócio do CinemaeCompanhia. Apaixonado pela sua família e por toda forma de ARTE e CULTURA. Nas redes sociais, administra além das páginas do ArteCult e QuadriMundi, as páginas do OlheiroMusical.com, Atuando, Dica de Vinho, Dicas de Filmes, Dicas de Livros, Dicas de Músicas, Futuristiko, Infância80, Olheiro Musical, Bullying nas Escolas, Reação Adversa e Portal TEAmigo (comunidade TEA - Transtorno do Espectro Autista).