CASA GUCCI: Um assassinato gerado pela ganância de uma família e pela ambição de uma mulher

 

Poucos conhecem, mas a história de uma das maiores marcas de grife do planeta referente a moda, está relacionada a uma teia de ambição, poder, traições e até mesmo assassinato, tudo para erguer o grande império da “CASA GUCCI“.

Baseado em fatos reais e no livro escrito por Sara Gay Forden, o novo filme de Ridley Scott (“O Ultimo Duelo” & “Gladiador”) foca na relação de Patrizia Reggiani (Lady Gaga) com o herdeiro da grande marca Gucci, Maurizio Gucci (Adam Driver), desde seu casamento, até seu divórcio, que resultou em um assassinato que chocou e marcou a história da Gucci.

Cena de “CASA GUCCI”. Foto: Universal Pictures.

Em vez de criar uma imagem negativa, vilanizando Patrizia por conta de sua atitude em querer executar o ex-marido, o diretor foca na personalidade da personagem, ao mostra-la como uma mulher ambiciosa e decidida, que fez o que fez tudo em nome da Gucci, afinal sempre ajudara o marido a tomar decisões que contribuíram no sucesso da marca. Assim, o filme cria uma imagem mais humana de Patrizia mostrando que tinha sentimentos reais pelo marido, junto com seu desejo de viver no luxo e com muito glamour, no meio dessa aristocracia. O filme é contado sobre o ponto de vista de Patriza e a trama não coloca Maurizio como uma figura boa ou ruim. Assim como Patrizia, ele tem momentos amorosos, como no inicio da relação deles, quando era mais tímido e retraído com as mulheres, e mostra que, aos poucos, sobre a influência dela e a pressão de administrar a Gucci, se torna mais confiante e ousado, a ponto de desafiar sua própria família e tornar a Gucci a maior referência da moda global.

Cena de “CASA GUCCI”. Foto: Universal Pictures.

Das atuações, a que mais se destaca é de Lady Gaga, que mostra diversos lados da Patrizia: a mulher extremamente ambiciosa, mas com um certo encanto que esconde esse seu lado para não gerar más interpretações, principalmente depois que ela começa sua relação com Maurizio Gucci. A atriz nos transmite os sentimentos de amor, afeto e carinho pelo esposo e não perde a oportunidade de se aproximar dessa família para alcançar o que ela tanto quer, a ponto de se tornar intimidadora. Após o fim desse relacionamento, mostra o seu lado vulnerável e carente, com um desespero que rapidamente se torna vingança.

Cena de “CASA GUCCI”. Foto: Universal Pictures.

O restante do elenco também entrega excelentes performances, com destaque a Adam Driver e Al Pacino. Já Jared Leto, que interpreta Paolo Gucci, tem uma atuação mais caricata e exagerada, ele é propositalmente melodramático, mas acaba sendo tão forçada sua atuação que soa falso. Já Salma Hayek, que interpreta Pina Auriemma, é mais utilizada para criar atalhos para que uma informação chegue a Patrizia de forma mais rápida e preguiçosa.

Cena de “CASA GUCCI”. Foto: Universal Pictures.

A parte técnica, é sem dúvida, onde vemos a maior parte da dedicação do diretor para criar um filme visualmente atrativo e, se tratando de um filme da Gucci, a aparência é bem importante. E, de fato, não tem como não esperar menos: temos figurinos elegantes e glamurosos, uma fotografia nítida que realça a palheta de cores frias escolhida, combinando com a estética e os ambientes da alta classe aristocrática, assim como a maquiagem que envelhece os atores, seja nos pequenos detalhes ou algo mais notável, como no caso do Jared Leto, que se tornou outra pessoa pela qualidade excepcional das próteses que utiliza.

Cena de “CASA GUCCI”. Foto: Universal Pictures.

O roteiro procura manter o foco na história de Patrizia e de Maurizio, suas brigas internas na Gucci, usando o arco do erguimento da empresa como um apoio para a narrativa, que só ganha destaque quando é necessário para mostrar o sucesso crescente da Gucci. Um dos principais problemas é que o roteiro deixa lacunas entre uma passagem para outra, que demandam de mais exploração, como por exemplo o divórcio de Patrizia e Maurizio, que ocorre de forma quase despercebida, e até mesmo, na investigação e condenação no desfecho, após o homicidio orquestrado e inesperado que acontece.

CONFIRA O TRAILER:

Casa Gucci é mais um filme que mostra que, por trás de todo grande homem, existe uma grande e ambiciosa mulher que busca poder tanto quanto ele, mas que, quando isso tudo é tirado dela, gera consequências que podem provocar o assassinato desse homem que só se tornou poderoso por influência e conselhos dessa meticulosa mulher.

NOTA: 8

BRUNO MARTUCI

 


ArteCult – Cinema & Companhia

Siga nosso canal e nossos parceiros no Instagram para  ficar sempre ligado nas nossas críticas, últimas novidades sobre Cinema e Séries, participar de sorteios de convites e produtos, saber nossas promoções e muito mais!

@artecult , @cinemaecompanhia , @cabinesete ,
@cinestimado,  @cineelaw e @marimastrange

#VamosParaOCinemaJuntos

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

BRUNO MARTUCI
Colaborador de CINEMA & SÉRIES dos sites ARTECULT.com, The Geeks, Bagulhos Sinistros, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *