CIDADE INVISÍVEL: Série protagonizada por Marco Pigossi estreia no início de Fevereiro na Netflix

Foto: Alisson Louback / NETFLIX

Criada e co-produzida por Carlos Saldanha, produção tem o folclore brasileiro como pano de fundo para uma investigação criminal

Mistério: como um boto-cor-de-rosa, de água doce, acaba aparecendo morto nas areias de uma praia carioca? O que parece ser um caso sem solução é apenas a porta de entrada para um mundo invisível aos olhos de quem não acredita no fantástico.

Cidade Invisível – nova série original brasileira da Netflix – estreia dia 5 de fevereiro. Carlos Saldanha, criador e co-produtor, embarca em seu primeiro projeto live-action trazendo as lendas folclóricas brasileiras para os dias de hoje em uma trama investigativa instigante e surpreendente. O enredo é uma criação original de Saldanha inspirado em uma história desenvolvida por Carolina Munhóz e Raphael Draccon.

CARLOS SALDANHA e MARCO PIGOSSI como ERIC nos bastidores de Cidade Invisível. Foto: Alisson Louback / NETFLIX

Com sete episódios, a história acompanha os esforços de um fiscal ambiental (Marco Pigossi) para descobrir os reais motivos da morte de sua esposa – que parecem estar ligados diretamente ao surgimento do boto-cor-de-rosa na praia. Correndo contra o tempo para salvar sua família, ele acaba se deparando com seres mitológicos do folclore brasileiro durante a investigação.

Cidade Invisível é uma série policial que traz temas relevantes como a preservação ambiental, o resgate da cultura popular brasileira,  além de explorar as relações humanas através do místico.

ALESSANDRA NEGRINI como INæS no episode 2 de Cidade Invisível. Foto: ALISSON LOUBACK / NETFLIX.

Protagonizada por Marco Pigossi e Alessandra Negrini, a produção ainda conta com Jéssica Córes, Fábio Lago, Wesley Guimarães e Manu Diegues no elenco. Cidade Invisível é produzida por Beto Gauss e Francesco Civita (Prodigo Films), com Caito Ortiz (Prodigo Films), Maresa Pullman (BottleCap Productions) e Marco Anton (Boipeba Filmes) também assinando a produção executiva. O enredo é uma criação original de Saldanha inspirado em uma história desenvolvida por Carolina Munhóz e Raphael Draccon tendo Mirna Nogueira como roteirista-chefe. A série é dirigida por Luis Carone e Julia Jordão, com direção-geral de Luis Carone.

CONFIRA O TRAILER:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sobre a Netflix

A Netflix é o principal serviço de entretenimento por streaming do mundo. São mais de 195 milhões de assinaturas pagas em mais de 190 países assistindo a séries, documentários e filmes de diversos gêneros e idiomas. O assinante Netflix pode assistir a quantos filmes e séries quiser, quando e onde quiser, em praticamente qualquer tela com conexão à internet. O assinante pode assistir, pausar e voltar a assistir a um título sem comerciais e sem compromisso.

Sobre a Prodigo Films
Prodigo Films é uma conceituada produtora brasileira, conhecida por Coisa Mais Linda, série ficcional desenvolvida para a Netflix; (FDP) série de ficção premiada, para a HBO. Atualmente trabalha no lançamento Cidade Invisível, série de realismo fantástico do diretor e criador brasileiro Carlos Saldanha, também para Netflix. Prodigo produziu os longas-metragens O Roubo da Taça, vencedor do prêmio de Audiência no SXSW 2016, A Hora e a Vez de Matraga, que levou 5 prêmios no Festival Internacional de Cinema do Rio de Janeiro e  Sueño Florianópolis, vencedor de 4 prêmios no Festival Internacional de Cinema de Karlovy Vary. No EUA, a Prodigo é representada pela agência CAA. Outras obras relevantes incluem: Aging – HBO (Série Documental – 2 temporadas); Rompendo o Silêncio – HBO (Série Documental); Mundo S/A – Globo News (Programa Jornalístico – 7 temporadas); Motoboys_Vida Loca – do diretor Caito Ortiz (Longa Documentário).

Sobre Carlos Saldanha

Nascido no Rio de Janeiro, Carlos Saldanha é um diretor/produtor indicado duas vezes ao Oscar e fundador das produtoras BottleCap Productions (Estados Unidos) e Boipeba Filmes (Brasil). Co-dirigiu A Era do Gelo (2002) e Robôs (2005), além de dirigir o curta-metragem de animação indicado ao Oscar A Aventura Perdida de Scrat (2004). Também assinou a direção de A Era do Gelo 2 (2006) e A Era do Gelo 3 (2009). Em 2011, criou e dirigiu Rio, uma carta de amor à sua terra natal, que se tornou um grande sucesso no mundo todo e ganhou a sequência Rio 2. Mais recentemente, o diretor carioca esteve a cargo da direção da animação O Touro Ferdinando (2017), indicada a dois Oscar.

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Luan Ribeiro
Sou natural de Mata de São João, Bahia, mas atualmente moro na cidade do São Paulo. Sou formado em Engenharia, mas sempre tive uma verdadeira fixação pelo universo cinematográfico e sou o admin do @CinemaeCompanhia no Instagram. Assistir um filme é minha válvula de escape para mergulhar e me aventurar em mundos totalmente novos e me desligar dos problemas do dia-a-dia. Aproximadamente de duas a três vezes confiro as estreias da semana nas telonas, digamos que eu seja quase um “rato de cinema”. rs Será um enorme prazer compartilhar aqui minhas opiniões sobre os filmes e suas principais curiosidades. E uma ótima oportunidade para poder aprender e "trocar figurinhas" com todos vocês! Espero que se divirtam muito e curtam minhas dicas. Que a FORÇA esteja com vocês!!! Forte abraço! Luan Ribeiro. Instagram.com/CinemaeCompanhia e-mail: luancribeiro@hotmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *