AC Entrevista – Ator, atleta, modelo e produtor, conheça mais sobre Rafael Oliveira

Foto: Divulgação

Rafael Oliveira acaba de estrear em Bom Sucesso, nova novela das sete, da Rede Globo. Mas não pense que está é a sua primeira novela, ou trabalho na TV.  Mais de 10 anos de carreira acumulando experiências, no cinema atuou no Longa “Tamu Junto” de Matheus Souza e sua última participação foi em “15 Segundos”, atuando com nomes como Marcos Caruso, Emílio de Melo e Antonio Fagundes, direção de Paulo Pons. Na TV fez parte do elenco de “Estranhamente” no canal Multishow e “Salve Jorge” na Globo. No Teatro participou da primeira montagem de “Um Estranho no Ninho” no Brasil. Atuou em Otelo e outros textos Shakesperianos, mergulhou por 4 anos no improviso tendo seu próprio grupo, além de uma série de outros projeto que ampliaram sua experiência dramática.

O carioca de 37 anos  antes de ser ator, cresceu atleta. Ele jogava basquete com o objetivo de se profissionalizar, chegou a estudar nos Estados Unidos, mas uma “reviravolta” em sua vida o trouxe de volta ao Brasil e para o caminho artístico.
Confira nossa entrevista exclusiva com Rafael Oliveira 
ArteCult: Rafael primeiro queria que você contasse um pouco como estão sendo as gravações de Bom Sucesso e como foi assistir o primeiro capítulo da novela?

Rafael Oliveira: Estão sendo um grande aprendizado, tanto o pessoal da técnica quando os outros atores tem sido incríveis comigo, sempre carinhosos, educados e até cuidadosos, como meu personagem ainda não tem muita fala me sobra tempo pra observar os outros mais experientes, perceber o ritmo e a energia, o trabalho com a câmera e o trabalho da equipe técnica.

AC: Você tem um grande trajetória pela comédia. Pretende trazer essa característica para seu personagem? Talvez como algo característico da sua atuação. 
RO:Nesse personagem cabe um pouco de comédia, existem muitas cenas engraçadas que ocorrem no bar, já comecei a colocar esse tom em algumas falas e reações dele.

Foto: Divulgação

AC: Sua história pessoal é um pouco parecida com a do protagonista de Bom Sucesso. Como é isso pra você? De certa maneira você está vendo de perto uma parte da sua história ser contada. 

RO:Sim, meus amigos repetem isso pra mim o tempo todo, chega a ser engraçado fazer parte de um projeto que têm um personagem tão próximo da sua realidade, já falei pro David que se precisar de qualquer coisa estou à disposição. Somos amigos de anos, mas ele está muito bem e fazendo um trabalho ótimo, acho que não vai precisar. É bom ver o retrato desse personagem que não aparece quase nunca, o negro bem sucedido, que não têm um drama de vida, que só foi lá, viveu o que tinha pra viver e venceu.
AC:Você lida super bem com o assédio e com o rótulo de galã. Sempre foi tranquilo pra você está nessa posição?
RO:Confesso que ficou mais fácil depois da última temporada em Los Angeles, não me achava bonitão e nem interessante antes, mas o que faz ser tranquilo é o pé no chão, já tomei muito toco e muito fora, como também já fui cantado muitas vezes e tenho histórias boas disso, o galã não é unânime em lugar nenhum. Não é tão real assim.
AC: Você cuida muito bem do seu corpo, faz acompanhamento com nutricionista e exercícios. Se surgisse um papel onde você precisasse engordar, toparia? 

RO:Penso muito nisso! Toparia sim, não sei como seria, mas toparia, claro que o personagem tem que ser interessante pra valer a pena.

 

Foto: Divulgação

AC: Tem algum sonho profissional? Talvez trabalhar com alguém específico.
RO:Tenho uma peça que tenho o sonho de montar, já tenho um desenho para a encenação e tudo, aprendi a tocar sax por causa dessa peça. Tenho o sonho de atuar com algumas pessoas, Fernanda Montenegro, Marcus Caruso, Fagundes, Jack Nicholson, De Niro, Al Pacino, Jamie Foxx e Will Smith, já que você perguntou o “sonho” esses são os SONHOS! Rs

AC: Agora você está no ar em Bom Sucesso, mas existem outros projetos em outras áreas? Como teatro, cinema.
Existe uma série que estreia no carnaval do ano que vem no Canal Prime Box e existem outros projetos de cinema que estão sendo trabalhos. 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

maribarcelos
Eu me chamo Mariane Barcelos, tenho 26 anos, sou designer e estudante de Audiovisual, construindo uma carreira na área. Já viajei para quase todos os cantos do mundo, inclusive já fui para fora do planeta, já dei um pulo em Marte, conheci uns anéis de Saturno e me aventurei em galáxias muito distantes, me transformei em bruxa, loba e vampira, também já fui super heroína e vilã. Não pensem que sou louca, sou apenas uma cinéfila que enxerga nos filmes uma maneira de se desconectar da realidade, ou quem sabe me conectar, com a minha realidade. Quando eu vejo um filme é para me conectar com aquele mundo, se não estou no clima, digo "nossa que dor de cabeça" e fica para um outro momento. Cinema é para ser sentido, para se apaixonar e se iludir. Encantar. Espero poder compartilhar com vocês, toda essa emoção que eu sinto ao assistir um filme e conseguir fazer com que vocês também embarquem nessa viagem sem destino. Agora através do ArteCult, também faça cobertura de eventos, como o Festival do Rio, RioMarket, Pré-Estreias e afins. Assim como nos filmes, espero poder trazer grandes novidades e coberturas completas em todas as mídias sociais, para que vocês, leitores, possam se sentir sempre imersos ao nosso universo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *