AC Entrevista – Camilla Camargo fala sobre a importância do Cinema Nacional

“O cinema é nosso dna, e tem uma importância enorme não só na escolha da minha profissão, mas também na minha história.”, declara Camilla.

 

Hoje, dia 19 de junho, é comemorado o Dia do Cinema Nacional (aguardem a matéria do canal Cinema & Companhia que está demais!) e o ArteCult bateu um papo com Camilla Camargo.

Camilla Camargo – Filme Intervenção – Foto: Divulgação

Além de estar em cartaz no Canal Brasil e streaming do Now com o longa “Travessia” (2011), provavelmente veremos a atriz ainda esse ano nas telona.  “Intervenção” (2020) segue com a data de estreia marcada – 3 de setembro. Do mesmo roteirista de “Tropa de Elite”, dirigido por Caio Cobra, e protagonizado por Marcos Palmeiras e Bianca Comparato, o longa revela os bastidores das UPPs – Unidades de Polícia Pacificadora – e o conflito das políticas públicas na área de segurança. Neste último, Camilla faz uma participação interpretando a repórter Luiza Bastos.

A atriz conversou sobre a importância do cinema na sua vida, seus projetos, filmes favoritos e muito mais.
Confira a entrevista completa abaixo:

 

 Camilla, qual a importância que o cinema brasileiro tem para você e no seu crescimento?
O cinema nacional é algo importante não só para mim mas para todos nós, faz parte da nossa cultura, da nossa história. Lembro de filmes como “Deus e o Diabo na terra do sol”, “A Partilha” que são incríveis, e ainda depois tive a sorte de ter a história da minha família retratada em “Dois filhos de Francisco”, o longa foi sucesso de bilheteria. O cinema é nosso dna, e tem uma importância enorme não só na escolha da minha profissão, mas também na minha história (e a permeia com boas lembranças) . 

“Travessia” (2015) está no serviço de streaming e no Canal Brasil. Você lembra como foi a preparação para esse trabalho? E como é rever esse longa cinco anos depois?
Lembro sim e com muito carinho. Fiquei mais de um mês em Salvador para viver a Marina, minha personagem no filme. Foi um processo muito intenso com a Silvana Matteussi nossa preparadora, que nos fez mergulhar no que é um universo de jovens envolvidos com drogas, que é retratado no filme. Amei poder fazer esse trabalho e rever tem sempre um gostinho de nostalgia e de carinho por ter feito.

Camilla Camargo – Foto: R+R / Divulgação

O que você acha que foi mais importante para sua formação como atriz?
Nossa que difícil porque são muitos fatores. Os diferentes cursos que fiz contribuíram muito para ampliar “repertório”. Por não ter feito apenas uma linha de curso, isso me abriu os olhos para diferentes maneiras de interpretação, para vários tipos de técnicas, podendo, assim, usar o que se encaixava de maneira mais bacana para mim em cada trabalho. Acho sempre importante estudar . 

“Intervenção” (2020) está sendo muito aguardado pelo público. Como está sua expectativa para o lançamento?
Estou muito feliz de ter feito uma participação nesse filme , e estou ansiosa também para ver nas telonas. Acho que vai ser um filme que vai dar o que falar. 

 Os serviços de streaming ajudaram bastante a disseminar conteúdo nacional para o mundo. Você acha que também ajudou ao brasileiro consumir o seu próprio produto?
Com certeza. Acho que streaming só aproxima e facilita o acesso a diferentes filmes . 

 O que você tem feito nesse período de isolamento? 
Na maior parte do tempo cuidando do Joaquim que vai fazer 11 meses, também tenho diariamente arrumado a casa… Quando dá, aproveito para fazer lives, me conectar com as pessoas e ver um filme ou uma série. 

Como você acredita que será a volta depois desse período da quarentena?
Acredito que as coisas não serão mais as mesmas, acho que as pessoas estão vendo como somos pequenos diante da força da natureza, diante de muita coisa e que precisamos nos unir em generosidade e entender de uma vez que somos todos iguais. 

 Tem algum longa que você esteja aguardando muito a estreia?
Intervenção rs

 Indica pra gente dois filmes nacionais que você goste.
Vamos falar que não vale “Travessia “ que eu fiz então… (mas indico) rs
“Dois Filhos de Francisco “ não porque é o filme que conta a história da minha família mas porque é um filme muito lindo, e que traz esperança. Algo que estamos precisando nos dias de hoje
“Como os Nossos Pais” filme lindo e intenso , que vale a reflexão.

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

maribarcelos
Jornalista por paixão. Música, Novelas, Cinema e Entrevistas. Designer de Moda que não liga para tendência. Apaixonada por música e cinema. Colunista, critica de cinema e da vida dos outros também. Tudo em dobro por favor, inclusive café, pizza e cerveja. Visite: Instagram.com/PortalMariBarcelos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *