3030 lança novo álbum “Tropicalia”

Foto: Divulgação

Mistura de ritmos. Mistura de gêneros. Instrumentos elétricos e regionais. Música Popular Brasileira. Rap. Trap. O que isso têm em comum? Tropicalia. O novo álbum do trio de rap 3030 foi lançado nesta sexta-feira, 10 de maio, se inspirou na combinação subversora do movimento dos anos 60 para produzir o 10º trabalho da banda com grandes convidados.

Em 11 faixas produzidas pela Novo Egito, Rod, Lk e Bruno Chelles uniram a essência do rap acústico com o reggae do Big Mountain, o pop de Lary, o rap nacional de Luccas Carlos, Bhaskar e Rodrigo Cartier, e muito mais. O CD veio de uma inspiração do trio durante uma viagem a Los Angeles, mesmo local onde gravaram ‘Love So Strong’ com os irmãos Quino McWhinney e James McWhinney.

As letras do disco seguem a linha do trio e falam sobre positividade, espiritualidade, amor, universalidade. ‘Meu Jardim’ passa a mensagem de gratidão e bem fazendo referência a trabalhos do trio que marcaram os 10 anos de carreira ‘Mundo de Ilusões’ e ‘Entre a Carne a Alma’. ‘Gato Preto’ e ‘FreaK MoDe’ traz o flow do rap e hip-hop com a produção americana do HitBoy e do rapper FKi 1st. Sem deixar de lado a crítica social, junto com Rodrigo Cartier, 3030 traz em ‘Me Julguem’ a mensagem de uma sociedade que critica o próximo e não se preocupa em agir para melhorar o mundo em que vivemos.

“Disco novo tá chegando trazendo uma grande mudança no nosso estilo musical e abraçando outros ritmos como o trap, o funk, etc. Sempre buscando a renovação e sabendo que cada disco é um disco e que artistas de verdade sempre buscam se renovar. Eu não posso fazer um ‘Quinta Dimensão’ melhor que aquele, nem um ‘Alquimia’ melhor que o ‘Alquimia’, mas posso fazer um ‘Tropicalia’ completamente diferente de tudo que vcs já viram!”, conta Rod.

3030 foi o precursor do rap acústico no Brasil, através de ‘Tanta Beleza’ o trio resgatou a pegada de trabalhos antigos. As parcerias marcam o novo álbum, Cartier ainda está presente em mais duas faixas, ‘Explica’ e ‘Caos’ junto com o rapper americano Cozz. ‘Cuidar de Mim’ juntou as rimas de Rod com as de Nano e ainda conta com Chico Brown, filho de Carlinhos Brown e neto de Chico Buarque, no teclado. Para fechar os feats, 3030 gravou ‘Mapa Astral’, lançado em fevereiro, com a Lary, falando sobre o amor de uma maneira cósmica e ‘Sim’ com um grande nome da cena nacional, Luccas Carlos.

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

maribarcelos
Eu me chamo Mariane Barcelos, tenho 26 anos, sou designer e estudante de Audiovisual, construindo uma carreira na área. Já viajei para quase todos os cantos do mundo, inclusive já fui para fora do planeta, já dei um pulo em Marte, conheci uns anéis de Saturno e me aventurei em galáxias muito distantes, me transformei em bruxa, loba e vampira, também já fui super heroína e vilã. Não pensem que sou louca, sou apenas uma cinéfila que enxerga nos filmes uma maneira de se desconectar da realidade, ou quem sabe me conectar, com a minha realidade. Quando eu vejo um filme é para me conectar com aquele mundo, se não estou no clima, digo "nossa que dor de cabeça" e fica para um outro momento. Cinema é para ser sentido, para se apaixonar e se iludir. Encantar. Espero poder compartilhar com vocês, toda essa emoção que eu sinto ao assistir um filme e conseguir fazer com que vocês também embarquem nessa viagem sem destino. Agora através do ArteCult, também faça cobertura de eventos, como o Festival do Rio, RioMarket, Pré-Estreias e afins. Assim como nos filmes, espero poder trazer grandes novidades e coberturas completas em todas as mídias sociais, para que vocês, leitores, possam se sentir sempre imersos ao nosso universo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *