CASAL IMPROVÁVEL: Uma comédia que vai além do que é provável de acontecer

 

 

Casal Improvável é a mais nova produção da Paris Filmes que chega aos cinemas na próxima semana (20/06). Sob a direção de Jonathan Levine conhecido por produzir filmes como “Meu Namorado é um Zumbi” e pela direção do seriado “Rush”, a mais nova produção do diretor apresenta um filme que não é só mais uma comédia, pois vai além das questões conturbadas e romantizadas que são transmitidas na maioria dos filmes de casais com personalidades e características completamente diferentes.

 

Seth Rogen interpreta Fred Flarsky e Charlize Theron interpreta Charlotte Field no filme “Casal Improvável”. Foto: Divulgação.

Após se demitir de seu emprego, Fred Flarsky (interpretado por Seth Rogen), um jornalista comprometido em relatar a verdade em seus trabalhos, mas que possui um comportamento com altos níveis de intensidade e muitas das vezes explosivo, acaba sendo levado por seu melhor amigo Lance (O’Shea Jackson Jr.) para relaxar em um evento chique com direito à show dos Boyz II Men. Mesmo não conseguindo se ambientar ao evento, Fred, com seu boné surrado, casaco colorido de poliéster e calça cheias de bolsos, consegue chamar a atenção da Secretária de estado Charlotte Field, (personagem vivida por Charlize Theron). Parece improvável, mas é apenas uma coincidência, já que Charlotte foi a babá de Fred há 15 anos atrás

 

Após uma breve conversa e uma queda desastrosa na escada, que rendeu diversos vídeos na internet, Fred chama a atenção de Charlotte, que, após ler alguns de seus trabalhos, decide contratá-lo para ajudar a escrever seus discursos. A decisão causa bastante desconforto na equipe de Charlotte, formada pela controladora Maggie Millikin (June Diane Raphael) e pelo carismático Tom (Ravi Patel). Outro personagem que merece a sua atenção é o Agent M (Tristan D. Lalla), que apesar de não falar muito durante o filme, está presente em diversos momentos hilários do casal Fred e Charlotte.

 

Cena de “Casal Improvável”. Foto: Divulgação.

O romance não é o foco do filme, mas sim os diferentes caminhos escolhidos por Fred e Charlotte. Apesar de ser considerado um casal improvável devido a trajetória de vida que cada um escolheu seguir, ambos compartilham de muitos pensamentos e interesses em comum. Variando entre cenas de ação, comédia e um leve pensamento protestante, o filme é apresentado como uma forma de questionamento sobre a mudança que desejamos realizar no mundo e o que realmente nos impede de seguir com a conduta ética e moral a qual nos propomos seguir. Sim, alguns questionamentos filosóficos podem não vir a ser desenvolvidos no decorrer do filme, mas chamam a atenção e atingem seu objetivo, como toda e qualquer questão filosófica, que é a de levantar mais questionamentos, ao invés de apenas ditar o que deve ser pensado.

 

 

 

Cena de “Casal Improvável”. Foto: Divulgação.

Apresentando uma estrutura um pouco diferente das comédias habituais, o filme conta com uma fotografia impecável, sabendo utilizar muito bem os recursos de zoom e close para tornar o desenvolvimento da trama horas mais dramáticos, e outras mais humoradas. Apesar de alguns deslizes de dimensão, principalmente no que diz respeito aos efeitos especiais, boa parte das montagens de cena que aparentam seguir um ritmo mais acelerado é feito com o propósito de mostrar a rotina agitada de Charlotte.

 

Mesclando elementos que vão além do gênero de comédia, Casal Improvável pode ser considerado uma produção audaciosa ao abordar diversos assuntos diferentes, que embora não possuam uma conclusão isolada para cada um deles, tornam-se subentendidos em um desfecho junto à trama central. Finalizando o filme com uma linda mensagem que ultrapassa o cordial pensamento de respeitar as diferenças, incluindo assim a importância em aceitar e aprender a conviver com as diferenças uns dos outros, principalmente quando o outro é alguém extremamente importante em nossa vida.

 

Cena de “Casal Improvável”. Foto: Divulgação.

CONFIRA O TRAILER:

 

 

 

 

MAYARA MARIA

Visite e siga meu canal no YouTube!

Acompanhem-nos em nossas redes sociais:

@artecult , @cinemaecompanhia , @tiltcine@cabinesete ,  @cinestimado e @resetdepoisdever

Acompanhe o resumo do dia do universo de Cinema & Séries:

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Mayara Maria
Carioca desde quando nasci. Sou louca por filmes e viciada em séries. Aos 4 anos de idade já colocava as fitas do Xuxa Requebra para assistir, aos 15 anos ganhei meu primeiro computador e pude desenvolver minhas habilidades sociais através do Orkut e aperfeiçoar meu lado criativo como designer através de edições no Paint. Atualmente larguei “aquela velha opinião formada sobre tudo” e participo de Cabines de Imprensa para fortalecer meu amor por filmes. Futura Crítica de Cinema, administro o @resetdepoisdever no Instagram onde quase não faço postagem, deixando minhas opiniões para meu perfil pessoal @maymms. Quero poder colaborar com minha visão sobre os mais diversificados filmes, séries e eventos, agregando conhecimento e informação, sem abrir mão do encantamento pelo mundo cinematográfico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *