18ª edição do Festival Internacional da Linguagem Eletrônica – FILE – está na Av. Paulista

Anualmente, o Centro Cultural da FIESP, na Av. Paulista, em São Paulo, abriga o Festival Internacional de Linguagem Eletrônica, o FILE. O evento tem o intuito de promover a arte eletrônica ou “linguagem” eletrônica que se manifesta, no espaço, através de instalações, esculturas, vídeos, games e outros artefatos criativos.

Neste ano, o tema do Festival é O Borbulhar de Universos e exibe vários “produtos” da criação artística eletrônica.

Se o leitor(a) é daquelas pessoas curiosas, então deve-se sentir atraído(a)s pela interação, uma das marcas do evento. Não perca tempo, portanto, e vá logo ao retângulo que pede para que o visitante se “enquadre” dentro dele. Como ? Hum… é melhor ver pessoalmente …

Existem destaques interessantes e curiosos. Logo à entrada, não se assuste com uma dupla de trombone que “apita” bolhas de sabão. Mais adiante, uma nuvem de plástico muda de cor. Um prisma “persegue” o visitante numa tentativa de “dialogar” com ele numa sala escura. Outro objeto, dessa vez um vaso, “esconde” a sua parte imperfeita. Um “sanduíche” de nuvem pressiona suavemente o corajoso visitante que decide experimentar a sensação.

Todos esta “arte” tem o propósito de provocar reações, sentimentos, sensações no indivíduo. Finalidade esta básica e fundamental em qualquer manifestação artística. Não é porque esta provocação seja feita por meio de sensores, dispositivos, softwares, etc., que não se deva dar o seu devido valor e consideração. O mundo muda e as percepções também.

A exposição está bem disposta (apesar da impressão pessoal de que aumentou muito o número de obras participantes), com informação bilingue aos visitantes, assim como QR code para ser acessado pelos smartphones. No dia da visita, havia um livreto com todos os trabalhos mostrados. Havendo interesse, o site do FILE dá maiores detalhes sobre o evento. No andar inferior, numa sala menor, há vários games selecionados pela veia artística do trabalho. À noite, o prédio da FIESP é iluminado com trabalhos feitos especialmente desenhados para a fachada LED do edifício, trabalhos estes, também, integrantes desta edição.

Por fim, a visita ao Festival é recomendada aos curiosos (caso da que vos fala) e aos admiradores do binômio tecnologia x arte.

ANDRÉA ASSIS


Serviço:

Onde: Centro Cultural da FIESP – Av. Paulista, 1313 – S.Paulo, SP

Quando: até 03.09.2017

Quanto: Gratuito

Site do FILE: http://file.org.br/highlight/file-sao-paulo-2017-bubbling-universes/?lang=pt

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Andréa Assis
Carioca, mas paulistana da gema radicada há mais de 20 anos na capital. Formada em Relações Internacionais, tem mestrado em Administração de Empresas em Lyon, na França. Orgulhosa da cidade onde vive, adora mostrá-la aos visitantes, sejam eles brasileiros ou não. Procura sempre descobrir lugares novos e diferentes, por isso sempre se mantém atualizada sobre o que acontece nestas bandas. Para isso, vai sempre às exposições que pipocam aqui e acolá e é sobre elas que pretende lançar seu olhar crítico que não se restringe só às obras, aos trabalhos expostos, mas também ao ambiente: como estão organizadas, se existem informações para os visitantes, enfim, se vale a pena o leitor investir o seu tempo para ir vê-las. Eventualmente, faz críticas de filmes, mas prefere deixá-las aos mais habilitados. Mas não deixa de acompanhar os lançamentos. Humildemente, pede ao leitor paciência para com o que ele lê aqui no espaço, pois a escritura e análise pedem apuro ao longo do tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *