SUPO MUNGAM PLUS: Festival de Cinema Russo e obra inédita (e imperdível) do cinema chinês estão em destaque nas estreias da semana na plataforma

** A segunda edição do Festival de Cinema Russo também estreia na Supo Mungam Plus nesta quinta (16/09) e vai até 10/10 com longas inéditos. O evento é gratuito.

*** A Supo Mungam Plus também divulga o trailer dos lançamentos inéditos UMA NUVEM NO QUARTO DELA (17/09) e NOSSAS CRIANÇAS (24/09)

O inédito “Uma Nuvem no Quarto Dela“, da diretora chinesa Zheng Lu Xinyuan e vencedor do prêmio de Melhor Filme no Festival de Rotterdam, estreia nesta sexta (17/9) na Supo Mungam Plus – streaming de cinema independente e de arte.

Assista ao trailer:

O filme conta a história de Muzi, que volta para casa para o Ano Novo Chinês em um inverno chuvoso. Um dia, acompanha sua irmã mais nova à escola e conhece o dono de um bar local, o pai de um outro aluno. O estranho lembra um velho amigo de Muzi, despertando nela memórias de seu relacionamento com alguém que de repente desapareceu no ar. Ao mesmo tempo, seu namorado chega para uma visita. Vagando por essa cidade que lhe parece tão familiar, mas distante, Muzi procura um lugar ao qual pertença.

Cena de “Uma Nuvem no Quarto Dela”. Foto: Divulgação.

Em parceria com a Spcine Play, a Supo Mungam Plus transmite gratuitamente a segunda edição do Festival de Cinema Russo, organizada pela ROSKINO, com o apoio do Ministério da Cultura da Rússia. Mais de 200 mil espectadores assistiram ao novo cinema russo em nove países até agora. De 16 de Setembro a 10 de Outubro serão apresentados 7 longas-metragens inéditos e uma séria animada infantil. O acesso a todos os filmes do festival é gratuito, sendo necessário somente um simples cadastro na plataforma Supo Mungam Plus:

https://supomungamplus.com.br/rff

Ainda esta semana entra na programação do streaming obras que merecem ser descobertas, redescobertas, vistas e revistas, como o clássico “Dr. Korczak“, do mestre polonês Andrzej Wajda, e o inventivo documentário britânico “The Arbor“, de Clio Barnard.

A Supo Mungam Plus também acaba de liberar o trailer do drama humanista norueguês “Nossas Crianças“, de Dag Johan Haugerud, exibido no Festival de Veneza, e que estreia dia 24/09.

Confira:

Supo Mungam Plus é um streaming de cinema independente e de arte e está disponível para assinatura em todo o Brasil.

Toda semana tem novas estreias na plataforma, que conta com uma dedicada curadoria, selecionando e trazendo filmes inéditos e exclusivos, obras premiadas nos grandes festivais, clássicos restaurados, filmes cults e joias do cinema mundial, apresentando novas vozes do cinema assim como obras de diretores renomados. A plataforma está disponível através da web e dos apps para iOS, Android e Apple TV. Supo Mungam Plus, cinema sem fronteiras!

Nas redes sociais

 

SERVIÇO :

Onde assistir: no site www.supomungamplus.com.br ou nos aplicativos para iOS (iPhones e iPad) e Apple TV, disponíveis na App Store, e para Android (smartphones e tablets), disponível na Google Play Store.
Quanto: 7 dias grátis para novos assinantes. Assinatura Mensal por R$23,90 ou Assinatura Anual por R$199,90, realizada no próprio site da plataforma (www.supomungamplus.com.br) ou diretamente nos apps iOS e Android.

Confira as estreias da Semana:

16 DE SETEMBRO

Festival de Cinema Russo – https://supomungamplus.com.br/rff

PARENTES, de Ilya Aksyonov (Rodnye, Rússia, 2021, 100 min, Comédia/Drama)
com Sergey Burunov, Irina Pegova, Sergey Shakurov, Semyon Treskunov, Liza Monetochka, Nikita Pavlenko, Katerina Bekker
Certa manhã, um pai da família decide realizar seu sonho de toda a vida, ir com sua família ao festival Grushinsky para apresentar lá sua música. A família é forçada a aceitar o desejo de um pai tirano e embarcar em uma viagem por toda a Rússia. No caminho, eles enfrentam aventuras e vários desafios, passando por uma prova de amor no relacionamento deles e tendo um importante encontro que o pai esperou por vinte anos.

MASHA, de Anastasiya Palchikova (Rússia, 2020, 84 min, Drama)
com Maksim Sukhanov, Anna Chipovskaya, Polina Gukhman e Aleksandr Mizev
Masha, uma menina de 13 anos, cresceu entre um ringue de boxe e as ruas de uma cidade da província russa nos turbulentos anos 90. Seus amigos mais próximos são jovens bandidos que matam, roubam, assaltam e são odiados por toda a cidade. Mas para a menina, eles são o sal da terra e uma família que a ama e protege. Masha revela um interesse pelo jazz e sonha em se tornar cantora. No final, ela entende quem realmente está ao seu redor e o que essas pessoas fizeram com a sua família. Tendo amadurecido, Masha deixa sua cidade natal e se muda para Moscou para tentar começar uma nova vida. Mas quando o passado a atinge, Masha se vê obrigada a retornar ao lugar onde passou sua infância.

SHEENA 667, de Grigoriy Dobrygin (Rússia, 2019, 97 min, Drama)
com Yuliya Peresild, Vladimir Svirskiy, Jordan Frye, Yury Kuznetsov, Nadezhda Markina e Pavel Vorozhtsov
A cidade de Vyshny Volochyok é representada por estradas quebradas, neve e neblina. Na periferia da cidade há um centro automotivo onde moram, e trabalham Olga e Vadim, que se amam. Os dois têm um pouco mais de trinta anos, são pessoas simples e sérias, compartilhando alegrias e tristezas um com o outro até o momento em que na vida deles aparece um intruso, a Internet.

DOUTORA LIZA, de Oksana Karas (Doktor Liza, Rússia, 2020, 120 min, Biografia/Drama)
com Andrey Burkovskiy, Chulpan Khamatova e Konstantin Khabenskiy
Um dia na vida de Elizaveta Glinka, uma filantropa e fundadora do fundo de caridade “Ajuda Justa”. Ela planejava passar o dia com a família, comemorando 30 anos de casamento, mas mesmo em um dia desses ela não consegue desligar o telefone. A Doutora Lisa precisa ir à ferroviária para alimentar os sem-teto e no médico Shevkunov, um amigo dela, para conseguir morfina para uma criança doente terminal. Todo esse tempo, ela é vigiada pela polícia, cuja atenção tem sido atraída por essa filantropa extremamente enérgica há muito tempo.

NA PONTA, de Eduard Bordukov (Na Ostrie, Rússia, 2020, 115 min, Ação/Drama)
com Svetlana Khodchenkova, Stasya Miloslavskaya, Sergei Puskepalis e Alexey Barabash
A melhor esgrimista de sabre do mundo, Alexandra Pokrovskaya, é famosa, rica e feliz. Para entrar na história, ela só precisa dar o último passo, conquistar o ouro olímpico. Mas seu caminho foi cruzado por Kira Egorova, uma garota provinciana de dezenove anos, que conquistou Moscou da noite para o dia. Kira vence todas as competições e não sai das capas de revistas glamorosas. Seu objetivo é ocupar o lugar de Pokrovskaya.
Um confronto feroz começa não apenas em torneios, mas também na vida real. As duas garotas são obcecadas pela vitória, e parece que nada pode detê-las. O mundo inteiro, com a respiração suspensa, observa o brilho de suas lâminas afiadas. E cada vez fica mais óbvio: esta luta violenta foi longe demais…

A HISTÓRIA DE UMA NOMEAÇÃO, de Avdotia Smirnova (Istoriya odnogo naznacheniya, Rússia, 2018, 112 min, Drama)
com Evgeni Kharitonov, Aleksei Smirnov, Filipp Gurevitch e Irina Gorbatchova
Uma história pungente e trágica sobre eventos nos quais o próprio conde Liev Nikolaevitch Tolstói é um participante. O tenente da capital Grigory Kolokoltsev, inspirado por ideias avançadas, é enviado para servir em um regimento de infantaria, onde ocorre um crime de guerra. O soldado, sobre cujos ombros recai a culpa, enfrenta um tribunal militar e a pena de morte. Kolokoltsev pede ajuda ao conde Tolstói, que decide proteger os inocentes. Uma história comovente sobre a complexidade da escolha e lealdade aos próprios ideais. Baseada em eventos reais.

LUTA, de Maksim Arbugaev (Voy, Rússia, 2019, 78 min, Documentário)
LUTA é um filme documentário sobre futebol, mas não sobre aquele que estamos acostumados a assistir na TV ou jogar no quintal. É sobre futebol, onde todos os jogadores são totalmente cegos. O filme fala sobre a seleção russa paralímpica de futebol para cegos, que se preparam para o evento mais importante de suas vidas, para o Campeonato Europeu. A equipe tem apenas um objetivo, ganhar ouro a qualquer custo! Na preparação para o campeonato, o treinador principal e os jogadores enfrentam obstáculos significativos que colocam seus sonhos em risco.

Séria animada: KID-E-CATS
“Kid-E-Cats” é uma história sobre o dia a dia, relações e aventuras de três pequenos gatinhos curiosos: o gatinho Cookie, seu irmãozinho Pudding e sua irmãzinha Candy. Na sua família grande família, a vida nunca para: juntos, eles aprendem a expressar suas emoções, a apoiar-se mutuamente e a encontrar saídas para quaisquer situações, mesmo difíceis à primeira vista, com a ajuda da imaginação e dos conselhos dos pais.

17 DE SETEMBRO

Cena de “Uma Nuvem no Quarto Dela”. Foto: Divulgação.

Lançamento Inédito: UMA NUVEM NO QUARTO DELA, de Zheng Lu Xinyuan (Ta fang jian li de yun, China, 2020, 101 min, Drama, 14 anos)
com Jin Jing, Liu Dan, Chen Zhou, Ye Hongming, Dong Kangning, Liang Cuishan e Wang Ruiwen
É um inverno chuvoso em Hangzhou. Muzi volta para casa para o Ano Novo Chinês, onde ela desempenha seus papéis de filha, meia-irmã e namorada. Um dia, Muzi acompanha sua irmã mais nova à escola e conhece o dono de um bar local, o pai de um outro aluno. O estranho lembra um velho amigo de Muzi, despertando nela memórias de seu relacionamento com alguém que de repente desapareceu no ar. Ao mesmo tempo, seu namorado chega para uma visita. Vagando por essa cidade que lhe parece tão familiar, mas distante, Muzi procura um lugar ao qual pertença.
Melhor Filme no Festival de Rotterdam e Melhor Direção no Festival da Transilvania.

DR. KORCZAK, de Andrzej Wajda (Korczak, Polônia, 1990, 118 min, Biografia/Drama/Guerra, 14 anos)
com Wojciech Pszoniak, Ewa Dalkowska, Teresa Budzisz-Krzyzanowska, Marzena Trybala, Piotr Kozlowski e Zbigniew Zamachowski
O filme conta a história do pedagogo polonês Janusz Korczak e sua dedicação em proteger 200 crianças, órfãos judeus, no Gueto de Varsóvia, durante a Segunda Guerra Mundial.
Dirigido por Andrzej Wajda (“O Homem de Ferro”) e escrito por Agnieszka Holland (“Filhos da Guerra”), DR. KORCZAK foi exibido no Festival de Cannes e no Festival de Toronto.

THE ARBOR, de Clio Barnard (Reino Unido, 2010, 94 min, Documentário, 14 anos)
com Manjinder Virk, Christine Bottomley, Natalie Gavin, Parvani Lingiah, Danny Webb e Kate Rutter
Misturando documentário e ficção, a cineasta Clio Barnard recupera a trajetória da dramaturga britânica Andrea Dunbar (1961-1990), uma autora precoce e de vida trágica, e de sua filha Lorraine. Reintroduzida às peças e cartas de sua mãe, o filme segue a jornada pessoal de Lorraine enquanto reflete sobre sua própria vida e começa a entender as lutas que sua mãe enfrentou.
Indicado ao BAFTA de Melhor Estreia Britânica e vencedor do Prêmio do Júri no Festival de Tribeca.

 

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

CINEMA & COMPANHIA
Críticas, Séries, notícias, Mundo Geek! Siga o @cinemaecompanhia no Instagram!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *