Shell Open Air: visitamos os bastidores e entrevistamos Tostes Lopes, o mágico do espetáculo!

Neste último dia 23/05 visitamos os bastidores do incrível Festival Shell Open Air para conhecer melhor toda a magia por trás deste verdadeiro espetáculo áudio-visual que visita anualmente a Cidade Maravilhosa. Foi o dia da projeção do filme vencedor do Oscar, “Greenbook – O Guia“.
O OPEN AIR é o evento que traz uma das experiências mais legais de cinema atualmente, sempre com filmes de grande sucesso na maior tela ao ar livre do mundo. O evento é protagonizado por uma Super Tela (do tamanho de uma quadra de tênis que é montada com ajuda de guidastes!), um sistema de projeção digital e um sistema de som com 28 caixas Dolby Digital Surround também fazem das sessões um momento único. Através deste pacote, temos uma experiência maravilhosa, ao ar livre, num dos cenários mais bonitos do Rio de Janeiro. E a pipoca e o algodão doce são por conta dos organizadores. O Shell Open Air acontece mesmo com chuva e os assentos, tanto nas poltronas quanto nas espreguiçadeiras, não são marcados.
E se não bastasse, o evento traz sempre novidades, jogos interativos, stands com vários outros tipos de experiências envolvendo produtos e serviços dos patrocinadores do evento, e muito mais.
Este ano, por exemplo, o Open Air trouxe réplicas fiéis de dois famosos carros do cinema: o fusca Herbie do filme “Se o meu fusca falasse” e o DeLorean DMC-12, a máquina do tempo do filme “De Volta para o Futuro”. Também foi exibido um dos modelos utilizados no Shell Eco-Marathon.

Confira as imagens das atrações deste ano

Veja a atriz Mariana Ximenes se divertindo em um dos jogos interativos do evento:

  
Desde a última quarta-feira (15) e até o próximo dia 2 de Junho, 18 filmes estão sendo exibidos no local. Na programação deste ano, há desde clássicos recentes, como “Forrest Gump – O contador de histórias”, de Robert Zemeckis, “Matrix”, das irmãs Wachowski, e “Clube da luta”, de David Fincher, até filmes que passaram há pouco no circuito comercial, como este que foi projetado no dia 23, o vencedor do Oscar deste ano, “Green book: o guia”, e os sucessos de bilheteria “Bohemian Rhapsody” e “Nasce uma estrela”.

Visita aos bastidores

E este ano o ARTECULT foi convidado para conhecer os bastidores e a tecnologia que está por trás de toda esta magia. Num bate-papo muito interessante com os organizadores do evento e com o diretor da Shell, ficamos sabendo os desafios da montagem de um evento deste porte e a alguns detalhes da tecnologia empregada.
O sistema de som, por exemplo, está desenhado para proporcionar uma das melhores experiências de áudio durante uma projeção e este ano utiliza tecnologia de fibra ótica. A tecnologia da tela é uma das mais avançadas:
“A tela é a grande atração. A estrutura pesa 70 toneladas e vem da Suíça dividida em quatro contêineres. Quando concluída, tem o tamanho de uma quadra de tênis. No que se refere ao tamanho e à qualidade de imagem, não há nada igual no mundo”, explicou uma das organizadoras do evento, Renata Salles.
Com os atores Marcelo Serrado e Mariana Ximenes, visitamos também a sala de projeção e conversamos também com Manoel Tostes Lopes, o único técnico de projeção capacitado no Brasil para operar este avançado sistema de projeção. A entrevista com Tostes, que fala com paixão pelo cinema, pelo seu trabalho e cuja vida é muito parecida com o menino do filme “Cinema Paradiso”, pode ser vista mais abaixo.

Veja as imagens da visita aos bastidores e da conversa com os organizadores:

Entrevista com Manoel Tostes Lopes

Tostes tem 58 anos é o técnico de projeção do Shell Open Air desde o seu início. Ou seja, o grande mágico do espetáculo. É o uníco capacitado no país para operar o sistema e um dos principais elos do Open Air. Ele está nesta profissão há 39 anos e sempre se emociona durante as exibições do Open Air, pois diz que sempre sente uma sensação diferente assistir um filme com a paisagem da Marina da Glória ao fundo. Com longa experiência em projeção de filmes – e passagens por cinemas históricos do Rio, como o antigo Imperator, no Méier, onde iniciou a carreira ainda no início da década de 1980 – Toste ainda se emociona ao acompanhar as reações dos espectadores durante as sessões.
Entenda sua importância para o evento e o tamanho de sua paixão por cinema :
 

Show N’Gan Daya com Maíra Freitas e Mestrinho

Depois da projeção de Greenbook, rolou um show super animado com Maíra Freitas (@mairaff) e Mestrinho (@mestrinhomestrinho). Eles se conheceram sob as bênçãos de Gilberto Gil – os dois faziam parte da trupe que levantou o show “Refavela 40”, homenagem ao clássico álbum do mestre baiano. O encerramento da turnê deixou no ar um desejo de que aquilo não acabasse, um ímpeto de prolongamento daquela energia, uma mística natural. Nessa atmosfera surgiu a ideia de N’Gan Daya com Maíra e Mestrinho – show que a cantora/pianista e o cantor/acordeonista estrearam no Shell Open Air. O espetáculo, que tem como espinha dorsal o N’Gan Daya (disco de 2002 no qual Gil lança seu olhar sobre a obra de Bob Marley) seguiu no embalo nas vibrações positivas lançadas pelo “Refavela”, agora bebendo da Jamaica — via Bahia.
Maira me surpreendeu com seu fôlego e animação. Sem falar na excelente performance no palco! Foi um show incrível com muitos sucessos de Gil e Marley que levantou o público do Open Air e mesmo depois do bis nem queria ir embora.

Confira as imagens do show

Se você é apaixonado por cinema, agora você já sabe. Este é um dos eventos mais imperdíveis que acontece todo ano no Rio, logo fique sempre ligado e nunca deixe de participar!
Para conhecer mais o Shell Open Air visite http://openairbrasil.com.br

RAPHAEL GOMIDE

SERVIÇO

SHELL OPEN AIR
  • Data: 15 de maio a 2 de junho – de quarta a domingo.
  • Local: Marina da Glória.
  • Endereço: Avenida Infante Dom Henrique, s/nº, Aterro do Flamengo – Rio de Janeiro.
  • Telefone: (21) 2555-2200.
  • Venda de ingressos: pelo site, pontos de vendas ou bilheteria do evento, das 14h à meia-noite.
  • Preços: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia-entrada).
  • Capacidade de público do evento: 1.200 pessoas.
  • Classificação indicativa das sessões de cinema: De acordo com a classificação indicativa de cada filme. Aos domingos, classificação livre.
  • Classificação Indicativa dos shows musicais: não recomendado para menores de 18 anos.
  • Estacionamento: terceirizado. Sujeito à lotação.
  • Importante: evento parcialmente coberto. Assentos da plateia do cinema não possuem cobertura.

Acompanhem-nos em nossas redes sociais:

@artecult , @cinemaecompanhia , @tiltcine@cabinesete ,  @cinestimado e @resetdepoisdever

Acompanhe o resumo do dia do universo de Cinema & Séries:

 

 

 

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Raphael Gomide
Fundador e Diretor Geral do ArteCult.com e Sócio-fundador e editor do QuadriMundi. Ambos projetos da Webstaff, sua empresa. Apaixonado pela sua família e por toda forma de ARTE e CULTURA. Nas redes sociais, administra além das páginas do ArteCult e QuadriMundi, as páginas do OlheiroMusical.com, Atuando, Dica de Vinho, Dicas de Filmes, Dicas de Livros, Dicas de Músicas, Futuristiko, Infância80, Olheiro Musical, Bullying nas Escolas, Reação Adversa e Portal TEAmigo (comunidade TEA - Transtorno do Espectro Autista).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *