SAMBA DE FATO NO PALCO DO DUMONT ARTE BAR

Convidado do projeto Lapa-Gávea da quinta-feira, 19 de dezembro, grupo faz set em homenagem a Paulo César Pinheiro.

Samba de Fato: Pedro Miranda, Paulino Dias, Pedro Amorim e Alfredo Del-Penho. Foto: Silvana Marques

O Lapa-Gávea recebe o grupo Samba de Fato na quinta-feira, 19 de dezembro, no Dumont Arte Bar. Formado por Pedro Miranda (voz e percussão), Paulino Dias (percussão e voz), Pedro Amorim (bandolim, cavaquinho, violão tenor e voz) e Alfredo Del-Penho (violão de 7 cordas, viola caipira e voz), o quarteto prepara um show em dois tempos, com repertório de ritmos brasileiros variados e ênfase no samba em suas diversas formas, muitas vezes lançando mão de harmonizações vocais. O show começa às 21h30, com uma homenagem a Paulo César Pinheiro.

Em celebração aos 70 anos do compositor e poeta carioca, o Samba de Fato preparou um show dedicado aos temas de Paulo César Pinheiro, alguns recorrentes nos diferentes repertórios dos músicos do grupo. “O Samba é meu dom” e “Samba de Dois-Dois”, gravados por Pedro Miranda, “O samba com dengo”, lançada por Alfredo Del-Penho, “Dança dos Orixás” e “Sestrosa”, parcerias de Pedro Amorim com o homenageado, são algumas destas composições escolhidas para o repertório do show que, recentemente, passou pelo Festival Choro Jazz, no Ceará, e pelo Teatro Municipal de Niterói.

No segundo set, o grupo volta ao palco do Lapa-Gávea com seu show de samba, apresentando um rico panorama do gênero. O repertório inclui músicas de autores como Pixinguinha, Paulinho da Viola, Roque Ferreira, Roberto Martins, Élton Medeiros e Dorival Caymmi, entre outros.

Depois do Samba de Fato, o Dumont Arte Bar vai receber na quinta, dia 26, outro grupo representativo do bairro mais boêmio do Rio de Janeiro: Galocantô.  “Esses artistas são meus pares, meus amigos. Tenho o prazer de ser da mesma geração e de trabalhar com eles. É isso que nos une e, juntos, vamos tentando furar um pouco a barreira da cultura de massa. O Dumont Arte Bar é o novo refúgio não só do samba e do choro, mas da música brasileira”, justifica Pedro Miranda.

Flávio Moreno, um dos sócios do Dumont Arte Bar, destaca que, embora a Gávea tenha um corredor cultural muito forte, ainda falta palco para a música na cidade, como um todo. “São várias salas de cinema, de teatro, uma grande Universidade, que é a PUC. É um bairro espetacular – e a gente brinca que tem um vereador, que é o nosso Pedro Miranda, um artista brilhante, com sonhos a realizar. Somos parceiros e estamos aqui para apoiá-lo em tudo que ele fizer. Esse projeto vai ser muito importante para a Gávea, pois vai resgatar grandes artistas desse polo cultural que é a Lapa e trazer a oportunidade de convivência com esses músicos fantásticos. Com a curadoria do Pedro é uma grande certeza de qualidade”, completa.

O apelido de “vereador” não é à toa. Além de ser morador do bairro, Pedro Miranda é responsável por alguns dos principais eventos culturais que acontecem na região. Há dois anos, criou o Samba da Gávea, que acontece às segundas, na Da Casa da Táta; às quartas, desde 2018, seu Forró da Gávea ocupa o Dumont Arte Bar; um sábado por mês, colocou o Choro na Rua para se apresentar gratuitamente na Praça Santos Dumont; levou para o Dumont as Segundas Instrumentais, com Zé Paulo Becker & Semente Choro Jazz; e, finalmente, o Lapa-Gávea entra para preencher as noites de quinta.

SERVIÇO LAPA-GÁVEA 

SAMBA DE FATO

Data: 19/12/2019 (quinta-feira)

Local: Dumont Arte Bar – Praça Santos Dumont 116, sobrado – Gávea

Abertura da casa: 20h

Horário do show: 21h30

Capacidade: 180 pessoas

Classificação etária: 18 anos

Informações: (21) 3199-0151

INGRESSOS

R$ 40

R$ 30 (lista amiga, com nome no mural do evento até as 18h do dia do show)

R$ 20 (promoção para quem entrar até as 21h)

Vendas: na bilheteria da casa, na entrada do evento, com pagamento apenas em dinheiro

PROGRAMAÇÃO LAPA-GÁVEA | DEZEMBRO

05.12 | Nilze Carvalho

12.12 | Moyseis Marques

19.12 | Samba de Fato

26.12 | Galocantô

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Daniela Fróes
Musicalmente eclética, apaixonada pela diversidade dos estilos, das festas e festivais, amante de uma boa música, principalmente das batidas eletrônicas. #Música #MúsicaEletrônica - Nunca se precisou de drogas para senti-la, a essência da batida, a sonoridade toca a alma de um jeito que não da pra ficar parado! "Quem não sente a melodia acha maluco quem dança"!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *