Rock in Rio: Blaya e Lellê dão show de funk em mais uma Galp Music Valley Session em Lisboa, Portugal

Rock in Rio LISBOA : Depois de Capitão Fausto e O Terno encherem o Capitólio na primeira Galp Music Valley Session, foi a vez de Blaya e Lellê colocarem o público para dançar ao ritmo do seu pop-funk, com inspiração luso-brasileira

 

ROCK IN RIO Lisboa: Blaya e Lellê subiram ao palco do Capitólio na noite da última segunda-feira, para o segundo de quatro encontros inéditos promovidos pela Galp e pelo Rock in Rio. As cantoras, representantes de uma nova geração de artistas que além da música também se afirmam pela dança, contagiaram o público do Capitólio, que também contou com a apresentação do DJ set da responsabilidade de Kura. A próxima Galp Music Valley Session está marcada para o dia 23 de maio, com o português Agir e o brasileiro Rael.

Durante uma hora, as duas artistas mostraram estar à altura do sucesso da primeira Galp Music Valley Session. “Num registo completamente diferente, mas com o mesmo nível de qualidade, assim se explica a magia da música com a diversidade de sonoridades e de estilos”, destacou Zé Ricardo, Diretor Artístico do Palco Sunset da edição brasileira do Rock in Rio, onde as duplas das Galp Music Valley Sessions se apresentam em setembro. “Ao tocar em conjunto, estas duplas artísticas trazem ao palco criações completamente novas, portanto, é um privilégio para todos os que assistem a estes shows.”

A semelhança do que aconteceu no primeiro show, as duas artistas começaram conversando com o Diretor Artístico sobre processo criativo e descoberta artística. Em seguida deu-se lugar à música e ao alinhamento do show passando por sucessos de Blaya e Lellê como “Faz Gostoso” e “De Ladin” sempre acompanhados de danças afro house e pop funk que não deixaram ninguém parado no Capitólio. Após a atuação de Blaya e Lellê foi a vez de Kura subir ao palco. O artista também se apresentará, em Setembro, na edição brasileira do Rock in Rio (no palco New Dance Order), integrando aquela que será a maior comitiva de artistas portugueses a estarem no Rock in Rio, no Rio de Janeiro.

Vale ressaltar que estes encontros exclusivos entre artistas portugueses e brasileiros são promovidos pela Galp e pelo Rock in Rio e acontecem primeiro em Lisboa e, em Setembro, no palco Sunset do Rock in Rio. Os seguidores dos artistas podem assistir a estes shows inéditos via live streaming.

A próxima Galp Music Valley Session será no dia 23 de maio com Agir recebendo o cantor, compositor e rapperbrasileiro Rael para o terceiro encontro inédito na capital portuguesa, com encerramento de Deejay Kamala. Carolina Deslandes e o trio musical Melim encerram as Galp Music Valley Sessions no dia 28 de maio.

Apresentações no Brasil

Já no Brasil, durante o Rock in Rio, a agenda é a seguinte: no dia 27 de setembro Lellê recebe Blaya; no dia 3 de outubro, Rael encontra Agir para o espetáculo “Hip Hop Hurricane”; e no último domingo, 6 de outubro, Carolina Deslandes sobe ao palco com Melim, mesmo dia que banda paulistana O Terno tocará com Capitão Fausto. Todos se apresentam no Palco Sunset.

Sobre o Rock in Rio

O Rock in Rio é o maior evento de música e entretenimento do mundo. Criado em 1985 e com 34 anos de vida, é parte relevante da história da música mundial. O evento já soma 19 edições, 112 dias e 2.038 atrações musicais. Ao longo destes anos, mais de 9,5 milhões de pessoas passaram pelas Cidades do Rock. Nas redes sociais, os números da edição de 2017 são bem impactantes. São 143 milhões de pessoas alcançadas por conversas espontâneas sobre o Rock in Rio e 41,9 milhões de visualizações de vídeos nas redes do festival somente durante os dias de evento.

Nascido no Rio de Janeiro, o evento conquistou não só o Brasil como, também, Portugal, Espanha e Estados Unidos, sempre com a ambição de levar todos os estilos de música aos mais variados públicos.

Muito mais que um evento de música, o Rock in Rio pauta-se também por ser um evento responsável e sustentável.  Em 2001, por meio do projeto social “Por um mundo melhor”, assumiu o compromisso de conscientizar as pessoas para o fato de que pequenas atitudes no dia a dia são o caminho para fazer do mundo um lugar melhor para todos. Em 2013, o Rock in Rio recebeu a certificação da norma ISO 20121 – Eventos Sustentáveis, um reconhecimento do poder realizador da marca que desenvolve diversas ações com vista à construção de um mundo melhor, como a criação de 212,5 mil empregos diretos e indiretos no total das 19 edições, e mais de R$ 100 milhões investidos em causas socioambientais e a construção de um legado positivo para as cidades onde o evento é realizado. Em 2016, foi anunciado o Amazonia Live, projeto socioambiental do Rock in Rio, presente nas edições do festival até 2019 em todos os países onde o evento é realizado. Com o projeto, já foram angariadas mais de 73 milhões de árvores por meio de doações.

 

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Redação ArteCult.com
Redação do Portal ArteCult.com. Expediente: de Seg a Sex - Horário Comerciall. e-mail para Divulgação Artística: divulgacao@artecult.com. Fundador e Editor Geral: Raphael Gomide.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *