“OS CRIMES DE PLATÃO” : Instigante livro de Reginaldo Leite com trama bem elaborada nos convida para uma aventura irrecusável

Na última terça, dia 05 de novembro, tive a imensa satisfação de participar do lançamento do instigante livro “Os crimes de Platão” do escritor e amigo Reginaldo Leite.

O evento aconteceu na livraria da Travessa no Centro do Rio de Janeiro, o livro foi publicado pela Drago Editorial e contou com a presença do editor e também amigo Gustavo Drago.

Sobre o autor, Reginaldo Leite é cenógrafo, Mestre em História e teoria da arquitetura pela UFRJ, Doutor em Artes Visuais também plea UFRJ, professor universitário, escritor entre outros.

O livro é extremamente viciante, posso afirmar. Comecei a ler e mal consegui parar para escrever esta coluna. Ele conta a história de Eduardo Candeias, jovem estudante e uma verdadeira ameaça pública. A trama, muito bem elaborada, começa com a morte suspeita de um membro da igreja católica e também do assassinato de um professor Francês Auguste Janot. Daí em diante um suspense cativante, uma investigação levada a sério pelo Inspetor Jordão.
Uma verdadeira viagem pela filosofia, pelas artes, por locais de cenários exuberantes e a trama policial é muito bem amarrada, criando uma atmosfera avassaladora de intrigas e revelações surpreendentes.

Veja o convite de Reginaldo para os seguidores do ArteCult:

 

Vale muito conferir o que tem em comum o filósofo grego Platão e um psicopata.
Parabéns ao autor, a Drago Editorial pela qualidade do lançamento e deixo meu recado aos leitores desta coluna: aventurem-se, não irão se arrepender.

Abraço a todos!

LUIZ SAID

 

SERVIÇO

Os Crimes de Platão 

  • Desconto: R$5,00 (11%)
  • Editora: Drago Editorial
  • Catálogo nº ISBN: 978-85-9596-170-8
  • Núm. Páginas: 296
  • Peso:300 g
  • Produto nº:AD-0000001217

 

Sinopse:

Eduardo Candeias conta sua própria história. Ele é um jovem de vinte e cinco anos, estudante universitário e uma ameaça pública. Os crimes cometidos por ele são esmiuçados em seus requintados detalhes de crueldade e os anos vividos pelo homicida durante seu cárcere, num hospital psiquiátrico, são lembrados com minúcias de horror. A possível revelação de um segredo guardado por sangue, mentiras e interesses obscuros promete estremecer as bases da sociedade carioca. Após a morte suspeita, um nebuloso suicídio, do Decano da Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro, uma série de mortes cinematográficas aproxima um jovem inspetor da polícia civil, uma psicóloga junguiana e uma freira católica das mais curiosas e chocantes cenas de crime. Selando o início da jornada de homicídios, a morte do professor francês Auguste Janot, morto sob o antigo ritual do consolamentum numa igreja beneditina, configura-se como o primeiro aviso de Eduardo Candeias, um homem asfixiado pela insanidade. Lutando contra uma mente brilhante e entorpecida; a freira católica Luzia, a psicóloga Catarina D’Ambros e o policial Carlos Antunes Jordão desbravam o universo fi losófi co de Platão, tentando decifrar códigos e dar cabo da missão doentia do homicida. Num emaranhado de suspeitas, vingança e luta pelo poder, Irmã Luzia constata que não pode confiar em ninguém, nas autoridades públicas cariocas nem na psicóloga e parceira de investigação, Catarina D’Ambros, que se esforça para esconder o passado, que a liga diretamente ao homicida. Sozinha e sob constante ameaça do assassino, a religiosa precisa usar seu conhecimento para impedir que a cidade carioca sofra as consequências de um impiedoso jogo político, que abrange a campanha eleitoral ao governo do estado do Rio de Janeiro, no qual poucos podem vencer e muitos inocentes devem morrer.

Será que ela conseguirá?

Leia mais: https://www.livrariadragoeditorial.com/products/os-crimes-de-platao-reginaldo-leite-16×23-296-paginas

 

 

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

LUIZ SAID
Formado em ciência da computação, Luiz Antonio Kohler Said nas horas vagas tem o hábito de escrever. Publicou dois livros. O primeiro “O crime do milênio” escrito em 1999 e publicado em 2002 e mais recente (final de 2018) o livro “Antes de Morrer...Punição!” Seu gênero predileto é o policial e é um leitor voraz desse segmento. Também leitor e colecionador de revistas em quadrinhos, mais especificamente da editora Marvel, logo tem bastante conhecimento do Universo Marvel. Possui todas as revistas do Homem Aranha, desde a número 1 publicada na década de 70. Ao todo possui 3056 revistas em quadrinhos e este número aumenta a cada mês!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *