DARK : NETFLIX nos entrega uma nova temporada apoteótica

 

Parte de toda jornada é o fim. Quando se trata de uma das mais famosas séries originais da Netflix “DARK” o resultado não poderia ser diferente. Somos apresentados ao seu impactante, complexo e grandioso season finale. Os fãs e público assíduo, que maratonam muitas séries da plataforma, sentirão um grande gosto de saudade, pois a trama desta temporada consegue amarrar todas as pontas soltas das anteriores de maneira magistral. Fazia tempo que não tínhamos algo tão completo em termos de série. A Netflix nos disponibilizou todos os capítulos da terceira temporada, segue abaixo uma crítica resumida, sem spoilers, é claro !

Cena de Dark. (Foto: Divulgação NETFLIX)

HISTÓRIA

A história dessa temporada baseia-se na linearidade do espaço tempo. Conforme ela vai se desenvolvendo  somos convidados a reviver alguns momentos. O blow mind visto na primeira temporada dá espaço aos esclarecimentos de diversos pontos. Nessa temporada final vemos que os ciclos são completados e os fatores relevantes são explorados de maneira magistral. Nada em “Dark” é descartável, cada peça de uma emaranhado maior possui um verdadeiro propósito, tudo está interligado, sejam os capítulos, seus personagens ou os objetos que são apresentados. A narrativa permite que o telespectador possa vivenciar diversos mistérios que são desvendados em seus próximos passos, artifícios esses que são utilizados pelos roteiristas de maneira muito dosada, orgânica e com bastante fluidez. Aqui todas as respostas que pairavam sobre as nossas cabeças são reveladas.

Cena de Dark. (Foto: Divulgação NETFLIX)

CONFIRA O TRAILER

 

 

 

 

A história em si de DARK não é para amadores, ou seja, para aqueles que necessitam de tudo explicado nos seus mínimos detalhes, a proeza da série baseia-se em instigar o seu público para tentar entender, ou adivinhar o que pode acontecer no seu próximo capítulo e à medida que vamos conhecendo os mundos apresentados, nos vemos cada vez mais imersos. Os mundos abordados na série funcionam como uma dimensão paralela ao nosso, onde as coisas fluem de maneira contrária. Para que possamos ter uma noção maior, precisamos compreender alguns aspectos apresentados em outras obras como Matrix, por exemplo. Toda percepção que você tem da história leva às referências e citações dessa obra que foi um marco na história do cinema, por inovar e trazer algo único e surpreendente.

Cena de Dark. (Foto: Divulgação NETFLIX)

A maior proeza que a temporada final de DARK traz é sua inovação, não apresentar mais do mesmo. A abordagem escolhida é algo que instiga a curiosidade e trabalha a percepção de tempo de maneira muito lúdica, especial e totalmente significativa.

Os sete episódios funcionam como uma montanha russa de emoções, cada um entregando sua carga emocional e histórica para interligar o emaranhado de informações e isso acontece com clareza. Pois não há pontas soltas. As viagens no tempo, sejam em 2053 ou retrocesso do mesmo em 1920 é incrível. Os paradoxos temporais são abordados de maneira catártica e incisiva. Passado, presente e futuro desempenham engenhosamente suas respectivas funções.

Cena de Dark. (Foto: Divulgação NETFLIX)

O produto gerado nessa terceira temporada funciona como uma carta aberta aos fãs da série que presenciam uma temporada final à altura do brilhantismo apresentado nos roteiros que rege a série  Seu final é como um grande quebra-cabeça onde as últimas peças são encaixadas de maneira sublime.

Os elementos abordados nos 7 capitulos finais são repletos de significados, desde valores familiares, maior desenvolvimento dos personagens principais, apresentação de peças fundamentais que funcionam como ligamento entre o discorrer da história. Bonito de se ver.

 

DESFECHO

Um desfecho apoteótico repleto de significados em uma conclusão  que irá agradar mundo, DARK surge como uma das obras originais da Netflix de maior qualidade narrativa e nos presenteia com uma historia de ficção cietitica que vai mais além. Com toda certeza, essa história irá ecoar na cabeça de muitos após seu incrível desfecho. E, com certeza, valerá cada minuto dedicado a compreender esse ciclo complexo e encantador. Todos os episódios já se encontram disponíveis na plataforma, corram para maratonar!

 

LUAN RIBEIRO

 

Nota do editor: Aqui existe uma árvore com os personagens. Mas cuidado, aqui tem spoiler, não veja antes de ver a série.

 


ArteCult – Cinema & Companhia

Siga nosso canal e nossos parceiros no Instagram para  ficar sempre ligado nas nossas críticas, últimas novidades sobre Cinema e Séries, participar de sorteios de convites e produtos, saber nossas promoções e muito mais!

@artecult , @cinemaecompanhia , @cabinesete ,
@cinestimado , @sinistros.bagulhos e @hospicionerdoficialp

#VamosParaOCinemaJuntos

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Luan Ribeiro
Sou natural de Mata de São João, Bahia, mas atualmente moro na cidade do São Paulo. Sou formado em Engenharia, mas sempre tive uma verdadeira fixação pelo universo cinematográfico e sou o admin do @CinemaeCompanhia no Instagram. Assistir um filme é minha válvula de escape para mergulhar e me aventurar em mundos totalmente novos e me desligar dos problemas do dia-a-dia. Aproximadamente de duas a três vezes confiro as estreias da semana nas telonas, digamos que eu seja quase um “rato de cinema”. rs Será um enorme prazer compartilhar aqui minhas opiniões sobre os filmes e suas principais curiosidades. E uma ótima oportunidade para poder aprender e "trocar figurinhas" com todos vocês! Espero que se divirtam muito e curtam minhas dicas. Que a FORÇA esteja com vocês!!! Forte abraço! Luan Ribeiro. Instagram.com/CinemaeCompanhia e-mail: luancribeiro@hotmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *