Música: Luiza Lian, Bixiga 70, Tahira e Elohim Barros, Tocam no Último Final de Semana do HEINEKEN Urban Jungle

Inspirado em florestas urbanas, projeto de verão promovido pela Heineken® criou um refúgio verde no bairro da Barra Funda, em São Paulo

A Heineken® divulga a programação do último final de semana do Heineken Urban Jungle, evento que tem o propósito de reconectar pessoas com a natureza. O projeto ocupa um estacionamento na Rua Brigadeiro Galvão, 508, no bairro da Barra Funda, zona oeste da capital e conta com entrada gratuita, com inscrição via Ingresso Rápido, a partir das 13h desta quarta-feira (5).

Programação

Entre as atrações programadas para o último fim de semana estão os shows de Luiza Lian e Bixiga 70, ao lado dos DJs Elohim Barros (Talco Bells) e DJ Tahira. O espaço ainda conta com instalações de Felipe Morozini, coletivo Bijari e 8 ou 80, que irão propor um diálogo entre a natureza exuberante da Mata Atlântica e as obras especialmente criadas para o projeto da Heineken®.

Heineken Urban Jungle

Desenvolvido em parceria com a Fundação SOS Mata Atlântica e Floresta de Bolso, a ação é inspirada em projetos de selvas urbanas, movimento que é tendência em diversas capitais do mundo e que tem como mote a criação de verdadeiros oásis de mata de espécies nativas em espaços áridos nos centros de grandes cidades.

SERVIÇO:

Heineken Urban Jungle – São Paulo
Local: Rua Brigadeiro Galvão, 508 – Próximo ao Metrô Marechal Deodoro
Encerramento: 09 de fevereiro, domingo
Período: 25 e 26 de janeiro, 01, 02, 08 e 09 de fevereiro
Dias de funcionamento: Sábados e domingos
Horário de funcionamento: Das 15h às 22h
Lotação do espaço: 400 pessoas
Entrada: Ingresso gratuito via Ingresso Rápido
Proibida a entrada de menores de 18 anos
Mais informações:

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Daniela Fróes
Musicalmente eclética, apaixonada pela diversidade dos estilos, das festas e festivais, amante de uma boa música, principalmente das batidas eletrônicas. #Música #MúsicaEletrônica - Nunca se precisou de drogas para senti-la, a essência da batida, a sonoridade toca a alma de um jeito que não da pra ficar parado! "Quem não sente a melodia acha maluco quem dança"!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *