DITADURA NUNCA MAIS! – filmes para não esquecer : O ESTAÇÃO NET e a CAVIDEO apresentam Mostra inspirada no lançamento do filme MARIGHELLA

 

O ESTAÇÃO NET e a CAVIDEO lançam a  MOSTRA:  “DITADURA NUNCA MAIS! – filmes para não esquecer” dias, 8, 9 e 10 de novembro, com 16 longas metragens que mostram e discutem a ditadura no Brasil, a mostra acontecerá PRESENCIALMENTE no cinema Estação Net Rio nos dias 8, 9 e 10 de novembro. A Mostra coincide com, o lançamento do filme “MARIGHELLA“, que também estará nas salas do circuito Estação Net.

Os curadores da mostra são Cavi Borges (CAVIDEO) e Luis Eduardo Pereira de Souza, diretor de programação do circuito Estação NET de cinema.

“Neste momento que a gente vive é importante as pessoas verem estes filmes e conhecerem estas histórias para ter certeza e ver o que  o que aconteceu nos anos 60 e 70 para não deixar isto acontecer de novo. Sempre tem que estar lembrando, mostrando, falando da ditadura no Brasil. Para que as pessoas não deixem de acreditar no que aconteceu.
A mostra apresentará um panorama geral com vários filmes que falam de vários aspectos da ditadura. É uma aula de história também, inclusive para a nova geração. Para não deixarmos isto se repetir.”, declara Cavi Borges.

PROGRAMAÇÃO:

 

SEGUNDA – DIA 8 – Estação Net Rio – sala 2 programação e sinopses

13H45

REPORT ON TORTURE – dir: Saul Landau e Haskell Wesler  – documentário – 50 minutos

SINOPSE: Brazil: A Report on Torture é um documentário produzido em 1971 pelo cineasta norte-americano Haskell Wexler que conta com depoimentos de brasileiros torturados e recém-exilados no Chile.

 

14H50

–  AI -05  O DIA QUE NÃO EXISTIU – dir: Adelia Sampaio – documentário – 56 minutos

SINOPSE; Documentário sobre o decreto que deu início ao período mais violento da ditadura militar no Brasil.

 

16H05

MARIGHELLA – O RETRATO FALADO DE UM GUERRILHEIRO – dir: Silvio Tendler – documentário – 55 minutos

SINOPSE: Poeta, estudioso, rebelde, brincalhão, duro, coerente. Carlos Marighella viveu a repressão de dois regimes autoritários: o Estado Novo de Getúlio Vargas e a ditadura militar. Foi um dos líderes da luta armada o regime instalado em 1964 e é uma das figuras mais polêmicas da história recente do país

 

17H15

UMA LONGA VIAGEM – dir: Lucia Murat – documentário – 90 minutos

SINOPSE: Em 1969, durante a ditadura no Brasil, uma família envia o caçula para fora do país a fim de evitar seu engajamento na luta armada, como fez a irmã. Heitor viaja pelo mundo ao longo de nove anos e, durante esse tempo, envia cartas aos parentes.

19H

DEPOIS DO VENDAVAL – dir: José Carlos Asbeg, Sérgio Peo e Luiz Arnaldo Campos – documentário – 83 minutos

SINOPSE: Em 1979, greves operárias e as campanhas pela Anistia e reconstrução da UNE, impulsionaram a luta contra o regime autoritário

 

20H40

LAMARCA – dir: Sérgio Resende – ficção – tempo: 130 minutos

SINOPSE: A verdadeira história de um capitão que, durante a Ditadura Militar no Brasil, abandonou as forças armadas e se envolveu em grupos de guerrilha de esquerda, tornando-se um de seus líderes mais notáveis.

 

 

TERÇA – DIA 9 – Estação Net Rio – sala 2

13H45

MISSÃO 115 – dir: Silvio Da- Rim – documentário – tempo: 87 minutos

SINOPSE: Missão 115 foi o nome atribuído pelo DOI-CODI (órgão de repressão do exército durante a ditadura militar) a uma suposta operação de “vigilância” no Rio de Janeiro, durante show musical no Riocentro pelo Primeiro de Maio de 1981. Na verdade, tratava-se de um atentado a bomba, com final frustrado, que visava sabotar a redemocratização do país.

 

15H30

CIDADÃO BOILESEN – dir:Chaim Litwski – documentário – tempo; 91 minutos

SINOPSE: Documentário que revela as ligações de Henning Albert Boilesen ( 1916-1971), presidente do famoso grupo Ultra, da Ultragaz, com a ditadura militar.

 

17H20

MARCOS MEDEIROS – CODINOME VAMPIRO – dir: Vicente Duque Estrada – documentário – tempo: 84 minutos

SINOPSE: O documentário joga luz sobre o carismático líder estudantil que se exilou durante a ditadura militar, filmou com Glauber Rocha e Chris Marker e fez do cinema o refúgio para sua inquietação até morrer em situação precária em 1997, aos 51 anos.

 

19H

GALERIA F – dir: Emília Silveira – documentário – tempo: 87 minutos

SINOPSE: “Galeria F” narra a incrível história de Theodomiro Romeiro dos Santos, preso político que se tornou o 1º condenado à morte do Brasil no período republicano e, depois de barbaramente torturado e nove anos encarcerado, fugiu da penitenciária para sobreviver.

 

20H45

JANGO – dir: Silvio Tendler – documentário – 120 minutos

SINOPSE: A trajetória política de João Goulart, o 24º presidente brasileiro, que foi deposto por um golpe militar nas primeiras horas de 1º de abril de 1964.

 

QUARTA – DIA 10 – Estação Net Rio – Sala 2

13H55

SETENTA – dir: Emilia Silveira – documentário – tempo: 96 minutos

SINOPSE: Na ditadura militar, presos políticos são enviados ao Chile em troca da libertação do embaixador suíço Giovanni Enrico Bucher. Quarenta anos depois, eles lembram o passado.

 

15H50

TORRE DAS DONZELAS – dir: Suzanna Lira – documentário – tempo: 100 minutos

SINOPSE: Quarenta anos após serem presas durante a ditadura militar na Torre das Donzelas, como era chamada a penitenciária feminina, ao lado da ex-presidente da República Dilma Rousseff, um grupo de mulheres revisita a sua história.

 

17H50

DEMOCRACIA EM PRETO E BRANCO – dir: Pedro Asbeg – documentário – tempo; 90 minutos

SINOPSE: Política, futebol e rock ‘n’ roll. Sócrates, Casagrande e Vladimir lideram um movimento histórico no esporte e adotam a democracia dentro de um time como exemplo de protesto ao regime militar no começo da década de 1980.

 

19H35

CODINOME CLEMENTE – dir: Isa Albuquerque – documentário – tempo; 100 minutos

SINOPSE: Documentário que retrata os anos de ditadura brasileira através dos depoimentos de Carlos Eugênio Sarmento Coelho da Paz, último comandante da Ação Libertadora Nacional (ALN), e de seus companheiros de guerrilha.

 

21h30

MARIGHELLA – dir: Isa Ferraz – documentário – tempo; 100 minutos

SINOPSE: Líder comunista, vítima de prisões e tortura, parlamentar, autor do mundialmente traduzido Manual do Guerrilheiro Urbano, Carlos Marighella atuou nos principais acontecimentos políticos do Brasil entre os anos 1930 e 1969, e foi considerado o inimigo número 1 da ditadura militar brasileira. Mas quem foi esse homem, mulato, baiano, poeta, sedutor, amante de samba, praia e futebol, cujo nome foi por décadas impublicável?

Programação. Mostra Ditadura nunca mais.

 


ArteCult – Cinema & Companhia

Siga nosso canal e nossos parceiros no Instagram para  ficar sempre ligado nas nossas críticas, últimas novidades sobre Cinema e Séries, participar de sorteios de convites e produtos, saber nossas promoções e muito mais!

@artecult , @cinemaecompanhia , @cabinesete ,
@cinestimado,  @cineelaw e @marimastrange

#VamosParaOCinemaJuntos

 


Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Redação ArteCult.com
Redação do Portal ArteCult.com.   Expediente: de Seg a Sex - Horário Comercial.   E-mail para Divulgação Artística: divulgacao@artecult.com.   Fundador e Editor Geral: Raphael Gomide.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *