“Canectado com o Planeta”: Campanha do IBMR reduz descarte de quase 200 mil copos plásticos por ano

 Projeto idealizado por alunos de Comunicação integra as ações em comemoração aos 50 anos do Centro Universitário

 

Cerca de 15 quilômetros de copos plásticos descartáveis, uma pilha quase duas vezes maior que o Everest, a montanha mais alta do Planeta Terra. Esse era o montante de copos descartados por ano nos três campi do Centro Universitário IBMR. Foi pensando nisso que a Escola de Comunicação, Artes, Design, Moda e Educação, coordenada pelo professor Mateus Freire, desenvolveu a campanha “Canectado com o Planeta”.

A ideia do projeto é que os colaboradores da instituição deixem de usar copos descartáveis e os substituam por canecas. Isso pode significar uma redução de até 700 copos plásticos por funcionário ao ano. Serão mais ou menos 188.400 unidades a menos na natureza.

Os colaboradores receberam as canecas idealizadas pelos alunos com os dizeres: “1 caneca por 700 copos plásticos por ano. Por um ensino através do exemplo”. A ação faz parte de uma campanha interna para conscientizar sobre a importância de práticas sustentáveis no dia a dia, tanto no trabalho quanto em casa, possibilitando uma mudança de comportamento na formação de uma consciência crítica de consumo.

O projeto integra as ações em comemoração aos 50 anos do IBMR, celebrado no dia 18 de junho. A iniciativa vem para reafirmar o compromisso da instituição com uma educação de qualidade e também com a preservação do planeta. “Há muito tempo não uso copo descartável e isso me incomodava.

A caneca que estamos distribuindo não é apenas uma comemoração aos 50 anos, é uma mudança de hábito. Queremos que cada um tenha a consciência de que pode consumir de forma responsável”, disse o professor do IBMR e gerente da Escola de Comunicação, Artes, Design, Moda e Educação, Mateus Freire.

Como funciona – O projeto “Canectado com o Planeta” contempla todo o corpo docente das unidades Barra, Botafogo e Catete, além dos técnicos-administrativos. Cada colaborador receberá uma caneca em substituição ao uso dos copos descartáveis e, como ato simbólico, assinará um termo de compromisso e adesão ao programa, tornando-se um agente do bem e protetor do meio ambiente. Como política do RH, os novos funcionários, assim que receberem os seus crachás, também receberão as suas canecas, aderindo ao programa.

Após a entrega total das canecas, a instituição deixará de ofertar copos plásticos nos ambientes dos colaboradores. Será mantida apenas uma quantidade mínima para eventuais visitas ou emergências. Ainda assim, esses números serão acompanhados para êxito na execução da proposta.

Economia – Além de colaborar com o meio ambiente, a ação vai gerar uma economia de mais de R$ 7.500,00 reais por ano, que são gastos com a compra de copos descartáveis. O valor é resultado de um cálculo tomando por base que em média os docentes e funcionários estão no IBMR 3 vezes por semana e usam 3 copos descartáveis por dia, apenas contabilizado o período letivo.

Segundo a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (ABRELPE), os 720 milhões de copos descartáveis que são consumidos anualmente no Brasil dariam uma volta e meia na circunferência da Terra. A produção de copos descartáveis emite CO2 e outros gases nocivos na atmosfera, e cada copinho pode levar mais de 100 anos para se decompor na natureza. Além disso, para a produção de apenas 1 (um) copinho, gasta-se em média 500 ml de água, bem menos do que poderia ser utilizado para lavar uma caneca, 300ml. (fonte: Instituto de Ciência e Tecnologia de São Paulo).

Sobre o IBMR

O Centro Universitário IBMR é uma instituição privada de ensino superior brasileira que faz parte da Rede Laureate International Universities e completa 50 anos em 2019. Com três campi na cidade do Rio de Janeiro: Barra, Botafogo e Catete, a instituição oferece cursos de graduação (nas modalidades presencial e EAD), pós-graduação lato sensu e extensão com mais de 11 mil alunos matriculados atualmente. Em 2018, O IBMR recebeu o Conceito Institucional máximo (cinco) no processo de avaliação para o Recredenciamento Institucional conduzido pelo Ministério da Educação (MEC), e pode ser considerado um dos três melhores Centros Universitários privados do Estado do Rio de Janeiro. A instituição oferece 51 de cursos, sendo 38 de graduação, entre bacharelados e tecnológicos, e 13 cursos de pós-graduação lato sensu.

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Redação ArteCult.com
Redação do Portal ArteCult.com. Expediente: de Seg a Sex - Horário Comerciall. e-mail para Divulgação Artística: divulgacao@artecult.com. Fundador e Editor Geral: Raphael Gomide.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *