Gabriel Contente fala mais sobre #Gabicente e sua carreia após Bom Sucesso

Logo após fazer sucesso em Malhação, Gabriel Contente fez parte de um time de estrelas que compuseram Bom Sucesso. Porque já estou escrevendo no passado? Faltam apenas três dias para o capitulo final da trama que está a todo vapor. Um dos assuntos mais comentador e um dos casais mais shippados foi, com toda certeza, Gabicente. Esse namoro fez parte de uma trajetória incrível do personagem que mostrou uma grande evolução.

“Ele era um playboy, agressivo, que se descontrolava, era todo mimado. Depois ele começa a evoluir, começa a ser um cara mais amoroso, mais relaxado. Depois ele fica deprimido quando a Gabriela deixa ele.”

O ArteCult bateu um papo como ator nos bastidores da novela. 

Vicente ( Gabriel Contente ) de Romeu. – Foto: Globo/Estevam Avellar

Confira abaixo a entrevista na íntegra:

O Vicente na trama era virgem e cena da primeira vez dele com a Gabriela, foi uma das mais comentadas. Como foi para você esse assunto? E como foi a repercussão da cena?
“Isso foi muito engraçado. Não esperava, eu confesso. Quando chegou o texto e eu vi que ele era virgem ainda foi uma surpresa pra mim. Na minha construção isso não estava muito definido. Mas aí quando veio, pô, já muda várias coisas, porque a partir do momento em que o Vicente é virgem e ele tinha antes todas aquelas atitudes. Muda muita coisa. Eu acho genial deixar ele ser virgem e a Gabriela, não. Teve muita gente que comentou essa cena. Ah, que lindo, que bonitinho. Teve uns comentários tipo, ‘Gabriela dando aula para o Vicente’, umas coisas assim “

Em Malhação você também viveu um casal muito shippado e agora em Bom Sucesso outro, como é isso para você?
“Eu elogiei a Giovanna aqui e eu também quero elogiar a Pally , uma atriz maravilhosa. Ela fez um trabalho incrível como a Amanda. E a galera está brincando que se eu tiver mais uma namorada doente, dá para pedir música no Fantástico (risos). A Amanda tinha uma doença grave, agora a Gabriela teve também. Achei engraçado porque o Vicente e o Cavaco são muito diferentes. Mas nesse momento específico em que os dois estavam lá com as namoradas doentes é muito parecido.  E, bem ou mal, sou eu, Gabriel, fazendo. Então há muitas semelhanças nessas cenas do hospital. Eu até fiquei analisando depois as cenas, é uma oportunidade de avaliar o próprio trabalho.”

Casamento de Kavaco (Gabriel Contente) e Amanda (Pally Siqueira) – Malhação: Vidas Brasileiras – Foto: Globo / Victor Pollak

A parceria dele com a avó também foi uma parte muito bonita do personagem. Como foi seu encontro em cena com a Ângela Vieira? 

“Com a avó, é o primeiro momento em que o Vicente começa a ter um lado mais solar na história. Nem no início do namoro com a Gabriela teve um lado tão solar. Acho que por tudo o que ele passou, aquele momento down, quando chega a avó e apresenta outras possibilidades para ele. De ganhar o próprio dinheiro, de ser feliz por si só. O próprio amor da avó vai deixando ele mais soltar. A melhor parte disso tudo foi poder contracenar com a Ângela, que é maravilhosa, uma excelente atriz, uma parceirona. No primeiro dia que ela veio gravar e a gente se conheceu, a gente já fez umas 20 cenas juntos, deu muito certo.”

Quais os planos para depois da novela?
“Logo que acabar a novela, vou para São Luís do Maranhão, fazer uma peça com a galera do Pão com Ovo. Vou ficar uma semana lá. Em abril, eu estreio uma peça com um texto meu, que chama Primavera Cinzenta, na Cesgranrio no Rio Comprido. Estou muito feliz porque é o meu segundo texto que vai entrar em cartaz. O primeiro foi Natal. E agora eu vou dirigir, vai ser a minha primeira direção.”

Você tem vontade de levar esse seu lado escritor para o mundo das novelas? O que você acha do texto do Paulo e da Rosane?
“O Paulo e a Rosane são muito bons. Eu já admirava eles, eu fiz elenco de apoio de Totalmente Demais, achava o texto incrível. Aprendo muito! Às vezes, até em pequenos diálogos, que podem parecer bobos, são interessantes, prendem você. Eles conseguem fazer isso com a gente. Tenho muita vontade de escrever para audiovisual. Já estou com o projeto de uma série. Gosto mais de atuar, mas eu gosto de escrever também, desde criança, mas gosto mais de atuar”

 

 

 

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Avatar
Jornalista por paixão. Música, Novelas, Cinema e Entrevistas. Designer de Moda que não liga para tendência. Apaixonada por música e cinema. Colunista, critica de cinema e da vida dos outros também. Tudo em dobro por favor, inclusive café, pizza e cerveja. Visite: Instagram.com/PortalMariBarcelos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *