Especial Verão 90: Direto da Galeria Sibéria, com vocês Sabrina

Verão 90 está chegando ao final e já estamos com muitas saudades. Então preparamos um especial quinta e sexta com diversas entrevistas com os atores dessa produção tão nostálgica. 

 

Sabrina ( Miguel Rômulo ) – Crédito: Globo/João Miguel Júnior

Que a Sabrina arrasou durante toda a novela, é uma decisão unanime de todos que assistiam Verão 90, da Rede Globo. E em entrevista com o ator Miguel Rômulo, que contou sobre sua inspiração para Sabrina.

“Acho que o mais legal de fazer um personagem é isso, eu explorei um lado feminino tão forte, que eu acho que todos têm. É tão necessário e importante, eu me entendi como homem e tive referencias muito boas. Eu tenho muitos amigos ‘gays’, morei seis meses em Nova York e vi dois ‘shows’ de Drag Queens lá. A primeira vez que eu coloquei a maquiagem, o figurino, o cabelo e eu falei que aquilo estava sendo uma aventura linda, que é necessária e importante, porque eu como ator estou aprendendo a cada dia que passa.”

Preparação e a valorização da mulher, também foi um tema durante a entrevista.

“Falar de valor das mulheres é um assunto muito simples. Eu acho que me vestir de mulher, não é uma questão de pensar nas mulheres, é só umas coisas que ninguém está se importando, por exemplo, o salto alto. Quando eu coloquei o salto, eu falei que aquilo era um instrumento de opressão machista, porque meu Deus do céu, como dói isso, mas eu acho o salto uma coisa tão legal. A saia é uma coisa tão linda e eu adorei meu figurino, meu cabelo e adoro a minha unha pintada. Eu não gosto muito de pensar em coisas de homem e coisas de mulher, eu explorei um lado feminino, mas uma coisa mais poética mesmo. A gente tem uma equipe muito boa de caracterização, então eu me arrumo em uns quarenta minutos.”

Sobre o desafio de viver a Sabrina, Miguel fala sobre a honra de viver uma personagem tão importante. Além disso, ele nos conta o que mais incomodou.

Sabrina (Miguel Rômulo) – Crédito: Globo/Cesar Alves

“É uma honra fazer um personagem tão importante, não só para mim, mas para todo mundo na sociedade que a gente vive hoje em dia. Poucos atores têm esse privilégio, tive a sorte de poder ser escolhido e fazer esse personagem. Ser mulher é muito difícil, eu não consigo nem imaginar o quanto deve ser. Então se eu pudesse escolher uma coisa que incomoda mais, seria uma roupa. Às vezes elas usam uma coisa mais apertada, uma coisa que pinica… Só que quando eu venho aqui,  venho de Sabrina e imagino que ela não se incomoda com o que ela usa, porque ela é um pavão.”

A torcida para que hoje Sabrina e Candé terminem juntos é bem grande, e parece que o ator também espera esse final.
“Torço para que os dois sejam felizes, terminando com o Candé ou não. Mas o público vai decidir.” Sobre um beijo, ele ainda acrescentou. “Aí é a cereja do bolo, né? É você receber um personagem lindo, fazer um personagem com tanta vontade, tão importante em uma sociedade e no final ter um beijo, que é uma realidade. Eu não sei se já teve um beijo ‘gay’ em uma novela das sete, mas até me emociona.”

A novela terá seu capítulo final exibido no dia 26/07. ‘Verão 90’ é escrita por Izabel de Oliveira e Paula Amaral, com Daisy Chaves, Isabel Muniz e João Brandão, com direção artística de Jorge Fernando e direção geral de Marcelo Zambelli.

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

maribarcelos
Eu me chamo Mariane Barcelos, tenho 26 anos, sou designer e estudante de Audiovisual, construindo uma carreira na área. Já viajei para quase todos os cantos do mundo, inclusive já fui para fora do planeta, já dei um pulo em Marte, conheci uns anéis de Saturno e me aventurei em galáxias muito distantes, me transformei em bruxa, loba e vampira, também já fui super heroína e vilã. Não pensem que sou louca, sou apenas uma cinéfila que enxerga nos filmes uma maneira de se desconectar da realidade, ou quem sabe me conectar, com a minha realidade. Quando eu vejo um filme é para me conectar com aquele mundo, se não estou no clima, digo "nossa que dor de cabeça" e fica para um outro momento. Cinema é para ser sentido, para se apaixonar e se iludir. Encantar. Espero poder compartilhar com vocês, toda essa emoção que eu sinto ao assistir um filme e conseguir fazer com que vocês também embarquem nessa viagem sem destino. Agora através do ArteCult, também faça cobertura de eventos, como o Festival do Rio, RioMarket, Pré-Estreias e afins. Assim como nos filmes, espero poder trazer grandes novidades e coberturas completas em todas as mídias sociais, para que vocês, leitores, possam se sentir sempre imersos ao nosso universo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *