A ESPERA: Documentário interativo inova no audivisual e atua com impacto social

 

O documentário contínuo faz uso de tecnologias que permite maior interatividade com a plataforma, gerando mais conexão com o público e possibilidade para as marcas

 

No começo da quarentena, as produtoras executivas Juliana Schawnz e Gabo Nunes (sócias e fundadoras da Bobó Filmes) convidaram a diretora Marisa Mestiço (que também assina a direção do Masterchef Brasil) para fazerem um documentário sobre os efeitos da pandemia e do isolamento na vida das pessoas. Foi assim que surgiu A Espera, que já inovou na maneira como foi captado e que, em seu lançamento, também traz novidades no formato.

Ao gravar, em vez de estar lá, ao vivo, dirigindo uma pessoa, Marisa fez tudo a distância, sem guiar muita coisa e contribuindo para costurar as histórias. Quando começaram a unir essas histórias, as produtoras executivas Juliana e Gabo sentiram a necessidade de não parar o projeto na entrega do documentário e viram que precisavam fazer algo mais. Em vez de um documentário tradicional, com começo, meio e fim, lançaram um documentário contínuo, online, com interação e impacto social.

Tela principal da plataforma on line interativa do documentário.

A plataforma faz uso de diversas tecnologias, como vídeos em 360º, realidade aumentada e possui também uma comunidade onde a ideia é que as pessoas troquem conhecimento e serviços. “Durante toda a captação, percebemos que tínhamos que entregar algo mais do que as histórias negativas, precisávamos de algo positivo e queríamos contribuir de alguma maneira com as histórias que mostramos e para tantas outras que não chegaram até nós. Essa é a ideia da comunidade que está na plataforma, que oferece uma rede de apoio”, explica Juliana. Qualquer pessoa pode se cadastrar na comunidade e usar o que é oferecido ou também se colocar à disposição para ajudar aos outros.

Cena de A ESPERA. Divulgação.

O documentário é contínuo porque a equipe de A Espera acredita que a pandemia não acaba ali. “Convicções e vidas estão sendo mudadas por conta de todo o cenário que estamos vivendo em 2020. Não é possível colocar um ponto final nessa história. Precisamos continuar contando essa história e mostrando sua evolução. Ainda estamos vivendo uma pandemia”, afirma Gabo.

CONFIRA O TEASER DO DOCUMENTÁRIO

 

 

 

 

Linha direta com o público
Lançando o documentário por meio da plataforma, a Bobó também abre novos caminhos para produtos audiovisuais. “Nesse formato, não dependemos de canais, stream e contribuímos para a produção audiovisual alcançar meios mais democráticos de acesso e lançamento”, diz Juliana Schawnz.

E não só os produtores de conteúdo que ganham nesse formato. Para a Bobó Filmes, A Espera também contribui para que as marcas que desejem apoiar o projeto criem novas maneiras de se comunicar com o seu público, de maneira direta, sem intermediários. “Com a plataforma, criamos uma possibilidade enorme de marcas interagirem com o nosso público, criando conteúdos junto conosco”, explica Juliana.

Sobre a Bobó Filmes
A Bobó é uma produtora audiovisual que atua em projetos corporativos, educacionais, artísticos e culturais para TV, cinema, publicidade e eventos. Fundada por Gabo Nunes e Juliana Schwanz, no ano de 2014, a produtora une profissionais com experiência em criação, roteiro, produção, direção, edição e finalização, para entregar projetos cheios de eficiência e imaginação. Entre os projetos envolvidos, destaque para a campanha Doritos Rainbow, com a cantora Liniker, clip do canto Black Aline, além de trabalhos para marcas como Nike, Avon, Microsoft, Itaú.

Sobre Marisa Mestiço
Marisa é formada em jornalismo e sempre esteve muito presente no setor audiovisual, trabalhando com conteúdos voltados para TV, internet e cinema. Ela que já foi cinegrafista, roteirista e agora diretora. Com passagens pela Conspiração Filmes, O2 Filmes e pela Maria Farinha Filmes, esteve envolvida em projetos marcantes como a serie Tabu (NATGEO), A vaga (HBO) e o documentário Nunca me sonharam. Está no Masterchef Brasil desde 2014, onde começou como diretora de estúdio. Em novembro de 2018, assumiu a direção geral do programa. Também assinou a direção geral do reality Ultimate Legends Training para a online publishing Webedia e é sócia diretora da Rima Filmes.

Plataforma A Espera https://www.documentario-a-espera.com.br/

Instagram https://www.instagram.com/documentarioaespera/

 

 

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

CINEMA & COMPANHIA
Críticas, Séries, notícias, Mundo Geek! Siga o @cinemaecompanhia no Instagram!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *