Mortal Kombat – Apesar de algumas pontas soltas temos um bom entretenimento

Para os fãs de uma das maiores franquias de game do mundo, “Mortal Kombat”, em seu reboot, é um prato cheio para quem gosta da pegada violenta que ele demonstra, com efeitos visuais grandiosos. Com produção do gigante James Wan, o mais novo longa da Warner Bros promete divertir bastante, apesar de algumas pontas soltas.

Confira a nossa critica a seguir:

Reprodução Warner Bros

Na trama, vemos, no inicio, o ano de 1617, em alguma região de clã do Japão e, inicialmente, somos presenteados com a grande rivalidade dos games mais uma vez apresentados na telona (Sub-Zero e Scorpion), na época em que ambos faziam parte de clãs rivais. A partir disso, o público é conduzido aos tempos atuais onde vemos o temivel vilão Shang Tsung, imperador da Exoterra, mandando seu fiel escudeiro Sub-Zero, para matar o jovem Cole Young (personagem não presente nos games, criado para a adaptação cinematográfica). O jovem Cole preza pela segurança da família e sai em busca de Sonya Blade, seguindo a indicação de Jax, um major das Forças Especiais, que tem a mesma estranha marca de escolhido com a qual Cole nasceu. Logo, ele se vê no templo do Lorde Raiden, um Deus Ancião e guardião do Plano Terreno, que abriga todos que são os escolhidos. Lá, eles são treinados para lutarem contra o clã do Shang Tsung. Será que Cole e todos os outros escolhidos desenvolverão sua habilidades (arcana) como extensão do seu poder e conseguirão atingir seus respectivos objetivos, além de proteger aqueles que amam? Uma verdadeira montanha-russa de emoções.

Reprodução Warner Bros

A direção é do autraliano Simon McQuoid, que sabe muito bem promover a atenção dos fãs e explorar os planos sequenciais e a condução dos efeitos visuais durante o longa. Mortal Kombat é uma obra urgente, então não há espaço para muitos diálogos aprofundados. A escolha do diretor se baseia no bom entretenimento; entregar um pontapé inicial, através de um reboot dessa franquia bastante conhecida. Para os que esperam muito sangue, lutas, brutalitys e fatalitys, vão se amarrar e muito, pois houve um capricho em muito fanservice e diversão. Por outro lado, o filme peca e muito no seu roteiro (Dave Callaham), no desenvolvimento dos principais personagens, principalmente na transição da nossa Terra para a Exoterra.  Há muitas pontas soltas e não se explicam ao público algumas informações que ficam subentendidas, o que é uma pena aos olhares mais atentos.

No que diz respeito à fotografia (Benjamin Wallfisch) e trilha sonora (Germain McMicking), ambas presentes no longa só potencializam a história demonstrada.

Reprodução Warner Bros

Já no quesito “atuações”, vemos os personagens principais, Cole Young (Lewis Tan), Sonya Blade (Jessica McNamee), Sub-zero (Joe Taslin), Jax (Mehcad Brooks) e todos os outros desenvolverem muito bem e se apresentarm muito à vontade em seus respectivos papéis. O interessante de Mortal Kombat é que, assim como o game, o longa possui personagens plurais, com diversas camadas que precisam ser demonstradas e desenvolvidas em possíveis filmes da franquia.

Mortal Kombat acerta em muito no quesito bom entretenimento e entrega muita diversão, violência e personagens icônicos para os fãs e o público geral. Apesar de derrapar um pouco no quesito roteiro,acaba valendo a pena ter essa experiência de um reboot nas telonas!

Finish him!

Nota- 6

Confira o trailer:

 


ArteCult – Cinema & Companhia

Siga nosso canal e nossos parceiros no Instagram para  ficar sempre ligado nas nossas críticas, últimas novidades sobre Cinema e Séries, participar de sorteios de convites e produtos, saber nossas promoções e muito mais!

@artecult , @cinemaecompanhia , @cabinesete ,
@cinestimado , @cineelaw@hospicionerdoficialp

#VamosParaOCinemaJuntos

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Luan Ribeiro
Sou natural de Mata de São João, Bahia, mas atualmente moro na cidade do São Paulo. Sou formado em Engenharia, mas sempre tive uma verdadeira fixação pelo universo cinematográfico e sou o admin do @CinemaeCompanhia no Instagram. Assistir um filme é minha válvula de escape para mergulhar e me aventurar em mundos totalmente novos e me desligar dos problemas do dia-a-dia. Aproximadamente de duas a três vezes confiro as estreias da semana nas telonas, digamos que eu seja quase um “rato de cinema”. rs Será um enorme prazer compartilhar aqui minhas opiniões sobre os filmes e suas principais curiosidades. E uma ótima oportunidade para poder aprender e "trocar figurinhas" com todos vocês! Espero que se divirtam muito e curtam minhas dicas. Que a FORÇA esteja com vocês!!! Forte abraço! Luan Ribeiro. Instagram.com/CinemaeCompanhia e-mail: luancribeiro@hotmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *