“Choque de Cultura” estreia no Canal Brasil

Os maiores nomes do transporte alternativo finalmente se rendem ao cinema brasileiro

Achou que não tinha cinema brasileiro no “Choque de Cultura”? Achou errado! A partir de dezembro, os maiores nomes do transporte alternativo estarão no Canal Brasil para mostrar que nem só de explosões, tiros, corridas de carro e “magia top” se faz o programa de humor de maior sucesso dos últimos tempos. A nova leva de 12 episódios, inteiramente dedicada ao cinema nacional, estreia no Canal Brasil na sexta-feira, dia 04/12, às 21h45 – e, na mesma data, chega aos serviços de streaming Canais Globo e Globoplay.

Foto: David Benincá /Divulgação

Fenômeno na internet, o “Choque de Cultura” surgiu no YouTube, em 2016, e cresceu de forma viral, no boca a boca e no compartilhamento. Em 2018, em uma nova temporada, seus vídeos semanais já passavam de um milhão de visualizações. Dali, eles foram para a TV Globo, onde ficaram por dois anos. Na nova temporada, Renan de Almeida (Daniel Furlan), Maurílio dos Anjos (Raul Chequer), Rogerinho do Ingá (Caíto Mainier) e Julinho da Van (Leandro Ramos) discutem, sem nenhuma seriedade, a produção nacional, desde clássicos do Cinema Novo como “Deus e o Diabo na Terra do Sol” e “Terra em Transe” até filmes mais recentes como “Aquarius” e “Legalize Já”, passando por “Sonho de verão”, “Lua de Cristal” e “Trapalhões na Terra dos Monstros”.

Os episódios semanais serão temáticos. Na estreia, “Tropa de Elite”, que Renan de Almeida classificou como “O Loucademia de Polícia Brasileiro” e “Tropa de Elite 2: O Inimigo Agora É Outro”, definido por Maurílio como “tortura policial para toda a família”.

Na semana seguinte, vão ao ar filmes que têm a música como tema – e os fãs da série sabem que, para o quarteto, ambiente de música é ambiente de droga. O Cinema Novo é abordado no terceiro episódio e o quarto contempla “O Brasil no Oscar”. O quinto programa é dedicado a “Bacurau”, filme de Kleber Mendonça Filho que, segundo Rogerinho do Ingá, “é drone e tiro, nem precisava de história”.

No oitavo programa, Renan, Maurílio, Rogerinho e Julinho apresentam o “Prêmio Gurgel de Prata”, que vai para uma eclética seleção de filmes, que vai de “Xuxa e os Duendes” a “Heleno”. E o 11º e o 12º episódios são um compilado de momentos não usados nos programas anteriores.

Choque de Cultura (2020) (12X15’)
INÉDITO e EXCLUSIVO
Estreia: sexta, dia 04/12, às 21h45.
Horário: sexta, às 21h45.
Alternativos: segunda, à meia-noite e ao longo da programação.

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

maribarcelos
Jornalista por paixão. Música, Novelas, Cinema e Entrevistas. Designer de Moda que não liga para tendência. Apaixonada por música e cinema. Colunista, critica de cinema e da vida dos outros também. Tudo em dobro por favor, inclusive café, pizza e cerveja. Visite: Instagram.com/PortalMariBarcelos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *