Bienal do Livro Rio se une ao Hemorio para doar livros a cada bolsa de sangue coletada

A ação celebra os 77 anos do Hemorio; as doações literárias vão para o Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase) no Rio de Janeiro

Para salvar vidas e apoiar a educação no país, a Bienal do Livro Rio se une para celebrar os 77 anos do Hemorio com uma ação literária mais do que especial. A partir de terça-feira (23) e até o dia 30 deste mês, toda bolsa de sangue coletada se transforma em um livro que vai ser doado ao Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase).

“Participar de uma ação como essa é muito importante para nós. Nossa missão é transformar o país através da leitura, da cultura e da educação. E poder abastecer as bibliotecas do Degase apoiando uma ação de doação de sangue acaba unindo propósitos importantes. Afinal, salvando vidas, podemos fazer com que a cultura mude a vida de mais pessoas”, comenta Tatiana Zaccaro, diretora da GL events e responsável pala XX Bienal do Livro Rio.

A campanha, intitulada Recomeço, se inspira no atual cenário otimista e encara o ato de doar sangue sempre como possibilidade de novos recomeços para quem tanto precisa. A cantora pop Ludmilla e o DJ Dennis são os embaixadores da ação deste ano, que busca aproveitar a data para aumentar o número de bolsas de sangue coletadas, em um dos principais hemocentros do país, no Centro do Rio de Janeiro.

“Estou muito honrado de ser embaixador da campanha de doação de sangue, ainda mais ao lado de Ludmilla, que é uma grande parceira na música e agora também nessa causa tão importante. Sua doação pode salvar vidas” explicou o DJ que vai mobilizar seus fãs a participarem da campanha.

A cantora Ludmilla também agradeceu ao convite e vai apoiar o Hemorio. “Não tinha como não aceitar esse convite. A causa é nobre demais, principalmente depois dessa pandemia – que ainda está aí, mas agora de forma mais controlada -, que deixou tanta gente doente, levou tantos dos nossos e deixou os bancos de sangue mais vazios. Como embaixadora da campanha do dia do doador de sangue, gostaria de convocar a todos que podem, a fazer esse gesto de solidariedade e amor” comentou.

 

Sobre a XX Bienal do Livro Rio
Consagrada como o maior festival de cultura e literatura do Brasil, a Bienal Internacional do Livro Rio integra o calendário oficial da cidade e chega à sua 20ª edição propondo uma reflexão com diferentes perspectivas sobre quem éramos, quem somos, e o que vamos ser daqui para frente neste novo horizonte que nos aguarda. Mais do que um encontro de histórias, em que o livro é o protagonista, a Bienal é uma plataforma de conhecimento e conteúdo exclusivos, que estimula a imaginação do leitor, aproxima o público dos seus escritores preferidos, além de lançar novos autores. Desta vez, com todo o cuidado necessário pelo atual momento, o festival será online e offline. Com a missão de incentivar o hábito da leitura para mudar o país, a Bienal traz este ano uma provocação: “Que histórias a gente precisa contar agora?”.

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

maribarcelos
Jornalista por paixão. Música, Novelas, Cinema e Entrevistas. Designer de Moda que não liga para tendência. Apaixonada por música e cinema. Colunista, critica de cinema e da vida dos outros também. Tudo em dobro por favor, inclusive café, pizza e cerveja. Visite: Instagram.com/PortalMariBarcelos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *