Oh Céus, oh vida, oh azar – Sou vítima das circunstâncias

Hardy Har Har (Hanna-Barbera. Todos os direitos reservados.)

Você se lembra do desenho animado Lippy & Hardy? Ixii, agora vou denunciar a minha idade, mas tudo bem. Se você tem mais de 30 anos deve lembrar destes personagens ou dessa famosa frase: “Oh céus, oh vida, oh azar, isso não vai dar certo!” Não sabe do que estou falando? Vai lá no Google que ele te explica.

Lippy é um leão com muita iniciativa. Está o tempo todo bolando planos para se dar bem. Hardy é uma hiena, companheira de Lippy. Pessimista, sempre pra baixo. Nunca acredita que terá sucesso e repete constantemente a frase: “Oh céus! Oh vida! Oh azar! Isso nunca vai dar certo!”

Hardy é um coitado sofredor de um sabotador da mente: a Vítima! Lembra que estamos falando sobre sabotadores e auto sabotagem? Não!? Acesse meu texto sobre Inteligência Positiva , lá disse que existem 10 sabotadores e a Vítima é um deles. Não sei se você é assim, ou conhece alguém que sempre reclama de tudo, que vive dizendo: “que se não fosse por mim as coisas não andariam, ninguém me entende mesmo, isso que dá quando tento ajudar as pessoas, sempre sou vista como a errada” e por aí vai…

O que caracteriza que você está deixando esse sabotador agir na sua mente? Sabe quando a pessoa recebe uma crítica ou é mal compreendida que faz beicinho e se emburra? Gosta de fazer um drama e é temperamental do tipo: ninguém me ama, ninguém me quer, já estou acostumada com isso.

Essa pessoa inconscientemente está atraindo dificuldades e coisas ruins para si. E sabe o que é pior nisso tudo? Recebe atenção dos outros com este comportamento e aí vira um ciclo, “sou temperamental, me faço de vítima e as pessoas me dão atenção por isso e atrair a atenção das pessoas é o que eu quero”, aliás é o que todos nós queremos, pois não vivemos isolados sem ninguém.

Mas, a pessoa que deixa a vítima agir na sua mente fica remoendo sentimentos negativos por muito tempo, se sente melancólico, tem medo de ser abandonado e adora fazer comparações negativas.

Ao fazer isso, acaba desperdiçando sua energia com foco nos seus processos internos e ressentimentos e, além disso, ao invés de aproximar as pessoas acaba as afastando, pois afinal quem quer ficar  muito tempo perto de quem só reclama e se faz de vítima?E aí gera frustração no outro também, pois nada que o outro faça é bom o bastante ou suficiente.

Agora que você já sabe o que pode estar por trás do comportamento de vítima você tem dois caminhos a escolher:

  1. Deixar assim, e continuar fazendo a mesma coisa ou
  2. Tomar consciência de que isso está acontecendo e mudar, tomar as rédeas da sua mente e mudar o seu comportamento e forma de pensar

E aí? Qual o caminho que você escolhe?

Priscila Timbó
Coach de Carreira e Realização Profissional

Psicóloga especialista em Gestão de Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas, Coach de Carreira.

Seu histórico profissional engloba atuação em consultorias de recursos humanos com foco na área estratégica e de desenvolvimento humano. Desde 2015 atua como Coach de Carreira e Realização Profissional. Criadora do programa online Sucesso na Recolocação.

Visite o LinkedIn de Priscila Timbó

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Priscila Timbó
Coach de Carreira e Felicidade Profissional. Psicóloga, pós-graduada em Gestão de Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas com formação em Coaching IKIGAI. Eu acredito que o Coaching é uma forma de ajudar as pessoas a descobrir aquilo que traz satisfação em sua vida, e que coaches podem ajudar as pessoas a conquistar os seus objetivos, e pessoas que conquistam os seus objetivos evoluem e se sentem mais realizadas e felizes. Meu histórico profissional se perfaz em atuação em consultoria de recursos humanos na área de desenvolvimento humano, onde respondi por atividades como Recrutamento e Seleção de profissionais especialistas e executivos, implantação de gestão por competências, assessment de profissionais executivos e especialistas, pesquisa de clima organizacional, Aconselhamento de carreira e Outplacement (Recolocação). ATUALMENTE atendo diversos profissionais no formato de assessoria individual (presencial e online) em SERVIÇOS DE COACHING DE REALIZAÇÃO PROFISSIONAL | RECOLOCAÇÃO PROFISSIONAL E TRANSIÇÃO DE CARREIRA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *