A LENDA DE CANDYMAN APRESENTA PRIMEIRO SITE INTERATIVO QUE É ATIVADO POR VOZ

Rodney L. Jones III as Billy in Candyman, directed by Nia DaCosta.

Ao dizer cinco vezes o nome Candyman o site mostra trailer exclusivo do filme

 

O longa A Lenda de Candyman, dirigido por Nia daCosta, traz às telonas todo o terror de Candyman, uma lenda urbana bastante popular nos Estados Unidos, sobre um assassino sobrenatural com um gancho no lugar da mão, que pode ser invocado por quem quer que ouse repetir seu nome cinco vezes em frente a um espelho.

Convidando o telespectador a fazer parte do universo do filme, a Universal Pictures criou, de forma pioneira, o primeiro site ativado por comando de voz, que permite aos usuários invocar Candyman dizendo seu nome cinco vezes. O site dá vida à lenda e constrói a mitologia em torno da aterrorizante lenda urbana.

Aos corajosos que realizam o desafio, depois de dizer Candyman em voz alta cinco vezes, um novo trailer de um minuto (60″) do novo filme A Lenda de Candyman é desbloqueado.

Teste a sua coragem em Te Desafio: Diga Candyman 5 Vezes e assista a um trailer exclusivo do longa que estreia nos cinemas em 26 de agosto.

 

Trailer no YouTube:

 

 

Sobre o filme

O vencedor do Oscar, Jordan Peele, produz uma nova versão do arrepiante conto urbano de Candyman, com a cineasta Nia DaCosta (Passando dos Limites, o inédito The Marvels) na direção desta encarnação contemporânea do clássico cult, A Lenda de Candyman.

Os moradores lembram-se, desde sempre, que os conjuntos habitacionais do bairro Cabrini-Green, de Chicago, eram aterrorizados por uma popular história de fantasma – um assassino sobrenatural com um gancho no lugar da mão, que podia ser invocado por quem quer que ousasse repetir seu nome cinco vezes em frente a um espelho.

Nos dias atuais, uma década após a última das torres Cabrini ser derrubada, o artista visual Anthony McCoy (o vencedor do Emmy, Yahya Abdul-Mateen II, de Watchmen, Nós), e sua parceira, galerista de arte, Brianna Cartwright (Teyonah Parris, de WandaVision, Se a Rua Beale Falasse), mudam-se para um condomínio de lofts de luxo em Cabrini, agora gentrificado, remodelado, com prédios modernos habitados por millennials conectados ao mundo por seus onipresentes celulares.

Com a carreira à beira da estagnação, num encontro casual com um velho morador de Cabrini-Green (Colman Domingo, de Zola, A Voz Suprema do Blues, Se a Rua Beale Falasse), Anthony descobre a terrível história verdadeira por trás da lenda de Candyman. Ansioso para manter seu status no mundo da arte de Chicago, e estimulado por seu agente e marchand, Anthony começa a pesquisar os detalhes macabros da lenda urbana em seu estúdio para se inspirar para uma nova coleção de pinturas. Sem saber, ele abre uma porta para um intrincado passado que desafia sua própria sanidade e desencadeia uma onda aterrorizante de violência, colocando-o em rota de colisão com o destino.

A Lenda de Candyman traz ainda em seu elenco Nathan Stewart-Jarrett (Generation, da HBO, O Menino que Queria Ser Rei), como o irmão de Brianna, Troy Cartwright; Brian King (As Viúvas) como o dono da galeria de arte, Clive Privler; Carl Clemons-Hopkins (Hacks, da HBO) como o artista conceitual Jameson; Rebecca Spence (Utopia, da Amazon) como a crítica de arte Finley Stephens; Kyle Kaminsky (DriverX) como o namorado de Troy, Grady Greenberg; e de O Mistério de Candyman, de 1992, Vanessa Estelle Williams, como Anne-Marie McCoy, e Tony Todd como Daniel Robitaille.

A Universal Pictures e a Metro Goldwyn Mayer Pictures apresentam, em associação com BRON Creative, Jordan Peele e Monkeypaw Productions, de Win Rosenfeld, A Lenda de Candyman, dirigido por Nia DaCosta, coautora do roteiro com Peele & Rosenfeld, produzido por Ian Cooper (o inédito Nope, Nós) Rosenfend e Peele. David Kern, Aaron L. Gilbert e Jason Cloth assinam a produção executiva.

Com John Guleserian (Com Amor, Simon) na direção de fotografia, Cara Brower como designer de produção (The Marvels), Catrin Hedström (Passando dos Limites) na edição, e a figurinista Lizzie Cook (The Chi). A trilha sonora é de Robert Aiki Aubrey Lowe (Ao Cair da Noite).

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Sou natural de Mata de São João, Bahia, mas atualmente moro na cidade do São Paulo. Sou formado em Engenharia, mas sempre tive uma verdadeira fixação pelo universo cinematográfico e sou o admin do @CinemaeCompanhia no Instagram. Assistir um filme é minha válvula de escape para mergulhar e me aventurar em mundos totalmente novos e me desligar dos problemas do dia-a-dia. Aproximadamente de duas a três vezes confiro as estreias da semana nas telonas, digamos que eu seja quase um “rato de cinema”. rs Será um enorme prazer compartilhar aqui minhas opiniões sobre os filmes e suas principais curiosidades. E uma ótima oportunidade para poder aprender e "trocar figurinhas" com todos vocês! Espero que se divirtam muito e curtam minhas dicas. Que a FORÇA esteja com vocês!!! Forte abraço! Luan Ribeiro. Instagram.com/CinemaeCompanhia e-mail: luancribeiro@hotmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *