Banda Lupa: Entrevistamos os rapazes que fizeram seu estreia no Rock in Rio 2019

Com o mais recente single ‘Bixinho’ lançado no final de agosto, conversamos com o tecladista Dezi (André Pires) sobre a boa fase na carreira da banda. Além da estreia no maior festival de música nacional, os meninos da Lupa estão iniciando a produção do próximo álbum previsto para o ano que vem, o primeiro deles pela Sony!

Playlista3: Esse ano é o primeiro de vocês no Rock in Rio. Quais são as expectativas pro show e o público do festival?

Dezi: O Rock in Rio é o festival mais conhecido do Brasil. E isso é muito louco porque desde que a gente começou a Lupa nossos amigos e familiares sempre perguntam: “E o Rock in Rio hein? Quando é que vocês vão tocar lá?” Nossa vida inteira sempre foi assim. E isso vai acumulando energia. Nossos shows geralmente já são explosivos, intensos e interativos, com muita entrega do público, interação e pessoas pulando e gritando. Se fosse na edição passada, acho que a gente ia ficar com muito frio na barriga e nervosismo. Mas esse ano a gente tá preparado pra ferver aquele palco. Vai ser um dos nossos melhores shows até hoje, Rock in Rio, tu te prepare!!!

P3: Como vocês receberam a notícia que iriam tocar no Rock in Rio? E como isso pode influenciar na carreira da banda?

Dezi: Vou te falar que não caiu a ficha até agora! O nosso produtor, Jean, avisou a gente que poderia rolar. A princípio a gente guardou a informação e nem acreditou muito, pra não gerar muita expectativa. Passou um tempo e a Sony confirmou, pra tocar no palco da Filtr. Foi virando verdade aos poucos, até que chegou o convite oficial da produção do Rock in Rio. A gente desde então ficou surtado e isso só vai passar ano que vem! É assim geralmente, a gente não sabe se comportar muito bem com essas coisas Hahaha.

Com certeza esse show é uma oportunidade incrível de realizar um sonho. A gente vem construindo tudo com muito carinho, verdade e entrega. Acho que quando é assim, as coisas tendem a acontecer naturalmente. Em cima daquele palco, vai ser mais uma grande vitrine pra mostrar pro Brasil o quanto o nosso show realmente pertence a palcos de festivais. Vamo botar todo mundo pra suar e gritar junto com a gente!

P3: O Rock in Rio é famoso por várias bandas marcantes na história da música em suas nove edições. Algum momento que tenha marcado vocês?

Dezi: Alguns de nós já fomos e foram momentos incríveis. De vez em quando a gente conversa sobre isso e assiste alguns shows no Youtube juntos. Muita coisa histórica já aconteceu ali. Uma curiosidade: O Junin conheceu o Bruno (vocalista da Dona Cislene, que também toca lá esse ano) no Rock in Rio, mesmo sendo todo mundo de Brasília, isso há uns 5 ou 6 anos atrás.

Mas se tem um show que a gente sempre assiste e gosta muito é o do Maroon 5 em 2011! Até porque o Múcio é o Adam Levine brasileiro, dá só mais alguns anos que você vai ver Hahahah. Agora, é incrível ver que esse ano grandes ídolos nossos vão tocar no mesmo dia que a gente: Capital Inicial, Red Hot e principalmente Panic! A gente cresceu ouvindo eles e vai ser uma honra!

P3: Vocês irão se apresentar no palco Supernova, novidade desta edição e que trará artistas exponenciais no cenário nacional, como as bandas Zimbra e os mineiros da Lagum. Vocês têm como inspiração algum dos artistas que irão passar pelo palco esse ano?

Dezi: Já esbarramos com Zimbra, Lagum e muitos outros em alguns festivais por aí. Toda a curadoria do Rock in Rio é incrível, vale a pena conhecer coisas novas lá. Inclusive, todos os artistas que tocam em um mesmo dia tem alguma conexão musical entre si e com os headliners e isso é maravilhoso pro público. É lindo demais acompanhar a caminhada de todo mundo que tá no Palco Supernova e ver o espaço que todos estão conquistando no mercado, isso é muito inspiracional, sem dúvida! E a gente fica muito feliz de fazer parte disso! Além disso, é muito emblemático pra gente estar indo junto com os amigos da Dona Cislene. Somos bandas praticamente irmãs e passamos por muitos momentos marcantes juntos. Esse é mais um deles.

P3: O primeiro álbum da banda, “Lupercália” foi lançado em 2017 e esse ano vocês lançaram os primeiros singles pela Sony. Como impactou a carreira de vocês terem assinados por uma gravadora e como isso muda no processo de produção da banda?

Dezi: Outro marco incrível. Esse é mais um sonho de criança nosso que virou realidade. A Sony é gigante, então ela consegue dar um apoio pra gente em algumas coisas que a gente não conseguiria fazer sozinho. E com certeza isso ajuda muito. Com relação ao processo de produção, isso acredito que ainda é um tabu muito grande pras bandas. A gente ouve muita gente falando que você perde a sua liberdade criativa, mas muito pelo contrário. Pelo menos a nossa experiência está sendo maravilhosa. A gente continua produzindo nossas músicas do mesmo jeito, mas a diferença agora é que eles ouvem elas antes da gente gravar e dão o feedback deles, que a gente pode ou não aceitar. No fundo no fundo, é bem tranquilo e enriquecedor. A gente sempre escreve nossas músicas com muita verdade e acho que é isso que faz toda a diferença!

P3: Vocês lançaram em agosto o single ‘Bixinho’. Alguma previsão para lançamento de um próximo álbum?

Dezi: Sim! Já estamos com várias músicas inéditas sendo produzidas e a gente pretende ter um álbum pronto ano que vem pra lançar, o mais cedo que der. Já tamo louco de vontade de soltar tudo isso pro mundo. O resto ainda é segredo, mas pode ter certeza que esse vai ter uma pitada de ousadia a mais. Mas acho que o mais legal é que a gente vai ter mais essa excelente desculpa pra sair rodando os palcos do Brasil inteiro com esse álbum novo, isso sem dúvida é a parte mais legal, conhecer cada coração que acompanha a gente é muito mágico e falando sim em nome de nós 5, formam os melhores momentos das nossas vidas!

Gostaram do nosso bate papo? Então, não percam as próximas entrevistas!!

Matéria do PlayList a 3

Visite nosso INSTAGRAM!

 

 

 

 

 

 

 

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

PLAYLIST A 3
A partir das conversas sobre seus artistas favoritos, bandas, histórias e bastidores do universo da música, surgiu o podcast "Playlist a Três" dos amigos Caio Costa, Jéssica Guanabara e Larissa Vale. Através de um bate papo descontraído sobre o que anda acontecendo na indústria musical, trarão informações, notícias, debates sobre assuntos relevantes, além de dicas sobre o que andamos escutando no momento. Um conteúdo exclusivo dos entendedores de música para os amantes de música.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *