Oito Mulheres e um Segredo: veja alguns motivos para não perder este filme

Vou começar esse review da uma maneira bem clichê e já vou te dar 8 motivos para assistir Oito Mulheres e um Segredo:

Sandra Bullock
Cate Blanchett
Sarah Paulson
Rihanna

Mindy Kaling
Awkwafina
Anne Hathawa
Helena Bonham Carter

Brincadeiras a parte, as atrizes são um enorme incentivo para assistir o filme, mas vamos aos motivos. As atrizes do filme são sensacionais, sei que quando a gente sai de um filme bom como esse é difícil imaginar os papéis com outros atores, mas nesse é totalmente impossível.

A sensação é que as personagens já foram idealizadas para as suas receptivas atrizes.

Helena Bonham Carter é totalmente brilhante com toda a sua loucura, ela não precisa dizer uma frase, somente com o olhar já diz tudo. Sandra Bullock e Cate Blanchett são o eixo principal do filme, e as duas esbanjam sintonia e Rihanna, é totalmente a Rihanna, eu só posso dizer isso.

Sarah Paulson traz toda a sua elegância e personalidade. Anne Hathaway pulou uma casa e saiu de assistente para ser a própria Miranda Priestly de O Diabo veste Prada.

Mindy Kaling e Awkwafina abrilhantaram as cenas e não deixam nada a desejar em relação às outras atrizes.

O figurino é uma grande arma na mão de toda elas. Todos os figurinos. Até os menos sexy. Sabemos que qualquer figurino compõe um personagem, só que certas vezes ele além de compor dá um poder e te ajuda muito mais do que apenas visualmente.

Já ouvi algumas pessoas falarem que o filme tem um pouco de Sexy and The City, acho que isso se dá muito pelos figurinos da Sandre e da Cate. Inclusive o filme tem referências a grandes marcas e alguns estilistas também são mencionados em detalhes, como Zac Posen.

O longa tem um roteiro simples, mas bem leve e caminha de uma maneira muito fluida e com ritmo muito bom. Ele se explica por si só, mesmo que em alguns momentos tenham cenas em que o filme se explica em falar. Você não sai da sala com nenhuma dúvida, é tudo muito bem fechado. O filme tem um final, dentro de um final, o que me agrada muito quando bem feito, e nesse filme é totalmente o caso. E pode chegar até a surpreender, dentro de algo que você prevê quase o tempo todo.

Além disso, o filme consegue tirar o peso de feminismo, de estarem fazendo um filme que antes foi feito por homens, só para mostrar que elas podem.

A trilha musical é sensacional! Passando de Nancy Sinatra a Jadagrace e as músicas certas nas horas certas o que te ajuda a entrar no clima das cenas. Além das letras acompanharem o roteiro e ajudar a contar as histórias.

O filme está recheado de referências a Onze Homens e um Segredo, além de algumas participações especiais de atores desta franquia. A estrutura é bem parecida, algumas cenas e ângulos também, então para os grandes fãs da franquia esta é uma boa  notícia.

Podemos ver uma fotografia simples, mas muito eficiente. Temos cenas com grandes ângulos, cenas com drones de toda a cidade, acompanhamento de personagem, bem clássicas para esse tipo de filme.

Veja o Trailer:

 

 

 

 

O trabalho de arte feito para esse filme é SENSACIONAL, todos os detalhes são muito bem preparados e bem feitos. As decorações são muito bem produzidas e com grande riqueza de detalhes, além da organização, já que contamos com muitas participações de famosas em grandes cenas.

Imagina um filme, com tudo isso junto?! Já deu vontade de correr para um cinema, né? Então faz isso e depois conta aqui pra gente o que você achou!

 

MARIANE BARCELOS

Siga-nos no Instagram @artecult / @TiltCine / @barcelosmariane

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

maribarcelos
Eu me chamo Mariane Barcelos, tenho 26 anos, sou designer e estudante de Audiovisual, construindo uma carreira na área. Já viajei para quase todos os cantos do mundo, inclusive já fui para fora do planeta, já dei um pulo em Marte, conheci uns anéis de Saturno e me aventurei em galáxias muito distantes, me transformei em bruxa, loba e vampira, também já fui super heroína e vilã. Não pensem que sou louca, sou apenas uma cinéfila que enxerga nos filmes uma maneira de se desconectar da realidade, ou quem sabe me conectar, com a minha realidade. Quando eu vejo um filme é para me conectar com aquele mundo, se não estou no clima, digo "nossa que dor de cabeça" e fica para um outro momento. Cinema é para ser sentido, para se apaixonar e se iludir. Encantar. Espero poder compartilhar com vocês, toda essa emoção que eu sinto ao assistir um filme e conseguir fazer com que vocês também embarquem nessa viagem sem destino. Agora através do ArteCult, também faça cobertura de eventos, como o Festival do Rio, RioMarket, Pré-Estreias e afins. Assim como nos filmes, espero poder trazer grandes novidades e coberturas completas em todas as mídias sociais, para que vocês, leitores, possam se sentir sempre imersos ao nosso universo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *