A Noite do Jogo – Um grande jogo de risos nas telonas

Uma comédia para sair com as bochechas doendo. Pode parecer só mais um filme que comédia bem escrachada, tipo pastelão, mas A Noite do Jogo tem muito mais a oferecer. Incluindo seu roteiro, recheado de referências e tiradas inteligentes quase todo o tempo.

O eixo principal do filme é o casal Max (Jason Bateman) e Annie (Rachel McAdams), duas pessoas extremamente competitivas, que acabam se encontrando em um noite de jogos em times diversos e acabam se casando, formando um só time.

Os dois promovem noites de jogos – quase sagradas – em sua casa com seus amigos e precisam ser escondidas dos seu misterioso vizinho policial, ex marido de uma amiga.

Durante uma dessas noites o irmão do protagonista, Brooks (Kyle Chandler) chega para bagunçar tudo. Com a mesma história clichê de sempre, Brooks é muito bem sucedido, charmoso e gosta de estar por cima do irmão.

Daí para frente, não posso contar muita coisa sobre a história sem a chance de rolar um spoiler, só que rolam muitas aventuras e risadas. Além da comédia, durante o desenvolver do filme somos surpreendidos com muita ação, misturado com tensão e suspense, sem parar um minuto, pois até nos momentos “mais sérios” existem risadas e descontração.

Toda essa ‘movimentação’ é muito bem conduzida pela direção e roteiro, trabalhando sempre com um ótimo time, sem que fique algo forçado ou tornando a piada artificial. Outro artifício usado, é bem no final do final, na realidade é o final do filme (calma, não vou dar spoiler), não temos somente um final, e sim vários finais, sem que se torne algo chato, mas sim bem estruturado.

Os atores, que aliás foram muito bem escolhidos, traduzem todos os pontos da personalidade de seus personagens, dando um destaque ao Jesse Plemons , que ao meu ver entregou uma atuação impecável e trouxe mais diversão ao personagem.

Game Night (titulo original) te lembra o quanto é bom rir e esquecer um pouco dos problemas dentro das salas de cinema.

Veja o trailer:

 

 

 

 

Siga-nos no Instagram @artecult / @TiltCine / @barcelosmariane

MARIANE BARCELOS

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

maribarcelos
Eu me chamo Mariane Barcelos, tenho 26 anos, sou designer e estudante de Audiovisual, construindo uma carreira na área. Já viajei para quase todos os cantos do mundo, inclusive já fui para fora do planeta, já dei um pulo em Marte, conheci uns anéis de Saturno e me aventurei em galáxias muito distantes, me transformei em bruxa, loba e vampira, também já fui super heroína e vilã. Não pensem que sou louca, sou apenas uma cinéfila que enxerga nos filmes uma maneira de se desconectar da realidade, ou quem sabe me conectar, com a minha realidade. Quando eu vejo um filme é para me conectar com aquele mundo, se não estou no clima, digo "nossa que dor de cabeça" e fica para um outro momento. Cinema é para ser sentido, para se apaixonar e se iludir. Encantar. Espero poder compartilhar com vocês, toda essa emoção que eu sinto ao assistir um filme e conseguir fazer com que vocês também embarquem nessa viagem sem destino. Agora através do ArteCult, também faça cobertura de eventos, como o Festival do Rio, RioMarket, Pré-Estreias e afins. Assim como nos filmes, espero poder trazer grandes novidades e coberturas completas em todas as mídias sociais, para que vocês, leitores, possam se sentir sempre imersos ao nosso universo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *