ANTES QUE EU ME ESQUEÇA: mais um bom filme desta nova safra de filmes brasileiros

Antes Que Eu Me Esqueça, primeiro longa de ficção de Tiago Arakilian, estreou 24 de maio. O filme é estrelado por Danton Mello e José de Abreu e conta com Guta Stresser, Mariana Lima, Leticia Isnard, Augusto Madeira, Dedé Santana e grande elenco. Fraiha Produções, Titânio Produções e Boipeba Filmes assinam a produção do longa, em coprodução com Globo Filmes, Rio Filme e FOX International Productions, que também é responsável pela distribuição junto a Imagem Filmes.

A trama gira em torno de Polidoro (José de Abreu), juiz aposentado que, ao perceber os sinais de Alzheimer, decide tomar uma decisão inesperada: investe seu dinheiro em uma casa de strip-tease. Na busca de seus próprios desejos e questões complicadas da terceira idade, Polidoro tem que enfrentar a aprovação de seus filhos Bia (Leticia Isnard) e Paulo (Danton Mello).

Antes Que Eu Me Esqueça também conta com Mariana Lima no elenco, interpretando uma promotora de justiça designada para acompanhar os encontros entre Paulo (Danton Mello) e Polidoro (José de Abreu); Guta Stresser que vive uma nordestina arretada que trabalha como prostituta na na casa de strip-tease e Augusto Madeira, músico e amigo de Paulo. Nomes como Letícia Isnard, Eucir de Souza e Dedé Santana também estão no filme. Em conjunto com a história de Polidoro, a música clássica é um dos personagens centrais do filme. Fernanda Canaud gravou todas as músicas de piano: entre elas clássicos de Beethoven e Chopin. O longa também contou com o apoio da Orquestra Sinfônica Cesgranrio.

“Antes que eu me esqueça” possui três grandes trunfos. O primeiro é o tema, importantíssimo. Alzheimer. O segundo é justamente sua trilha musical, as músicas clássicas, lindas e totalmente alinhadas com o roteiro. Por fim, o terceiro é o competente elenco. Costumo dizer que quanto mais empatia o filme gera em você por um ou mais personagens da trama, mais ele sobe no seu conceito. E este, acreditem, tem grandes personagens e o que é melhor: grandes atuações.
O clímax do filme é muito emocionante e as atuações envolvidas na minha humilde opinião mereceriam até Kikito de Ouro. Imperdível.

SINOPSE:

Aos 80 anos, Polidoro (José de Abreu) decide acabar com a estabilidade de sua confortável vida de juiz viúvo aposentado tornando-se sócio de uma boate de strip-tease. Diante de tal situação, sua filha Beatriz (Letícia Isnard) decide interditá-lo judicialmente. Em audiência, Paulo (Danton Mello) se declara incapaz de opinar sobre as decisões do pai porque não fala com ele há anos. O juiz determina que seja feita uma avaliação de Polidoro por Paulo, em encontros regulares entre pai e filho, forçando uma reaproximação que transformará suas vidas.

VEJA O TRAILER: