Totalmente Demais – Jonatas, o empresário das ruas

Felipe Simas fala do retorno do casal ‘Joliza’ e autores, sobre a edição especial da trama

Eliza (Marina Ruy Barbosa) e Jonatas ( Felipe Simas) – Foto: Globo /Renato Rocha Miranda

Recém-saída de Campo Claro, interior fluminense, Eliza (Marina Ruy Barbosa) tem a sorte de encontrar no Rio de Janeiro um anjo da guarda. Depois de conseguir uma carona num caminhão para chegar à cidade, passa a se virar sozinha e a dormir nas ruas. Nesse mesmo asfalto, estão outras pessoas. Muitos são trabalhadores comuns, que economizam seus salários vivendo pelas ruas durante a semana e retornando às suas casas aos fins de semana.

Esse é o caso de Jonatas (Felipe Simas). O rapaz de Curicica, bairro da Zona Oeste carioca, chegou a trabalhar em um escritório de advocacia e foi demitido. Para se sustentar, começou a vender balas nos sinais de trânsito e a cuidar dos carros na Lapa. Conhecido pelo carisma, ele se autodenomina “empresário das ruas”, por causa do dom natural de lidar com os negócios.

No primeiro contato com Eliza, que é muito desconfiada e arredia, o rapaz logo leva uma patada. Mas, quando ela é encurralada por Jacaré (Sérgio Malheiros) e Braço (Dhonata Augusto), Jonatas é quem a salva. E assim tem início a história de amor entre os dois. Ele sugere que ela venda flores para sobreviver. Mas de uma reação inicial ríspida, Eliza entende a necessidade e começa a trabalhar. Os laços vão ficando cada vez mais fortes e Jonatas já não esconde o encanto pela garota. Mas ela, traumatizada pelas investidas do padrasto Dino (Paulo Rocha), que a fizeram fugir de casa, deixa bem clara a decisão de não querer se relacionar com ninguém tão cedo. Ele resolve esperar o tempo dela.
Mas não tarda muito para Elisa baixar a guarda. No entanto, quando ela começa a corresponder aos sentimentos do rapaz, o acaso se apresenta e a vida dos dois seguirá caminhos diferentes. Por conta desses desencontros, o público shippou o casal, que logo foi batizado de ‘Joliza’.

Rosangela (Malu Galli) e Jonatas (Felipe Simas) – Foto: Globo / Pedro Curi

‘Totalmente Demais’ é criada e escrita por Rosane Svartman e Paulo Halm, com direção-geral de Luiz Henrique Rios e direção de Marcus Figueiredo, Noa Bressane, Luis Felipe Sá, Thiago Teitelroit.

Entrevista com Felipe Simas 

Qual foi a sua reação ao ver que a novela voltaria à grade no cenário atual? Como será reviver aqueles momentos?
“Nunca pensei viver algo parecido com o que estamos lidando. Quando soube que Totalmente Demais voltaria ao ar, confesso que, em meio ao caos, tive um momento de alegria. Totalmente Demais foi um tempo feliz, tanto profissional como particular. Será interessante tanto pra mim, como para o Joaquim (filho de 6 anos), que é apaixonado por ‘Salve-se Quem Puder’, assistir a essa trama.”

O que significou ‘Totalmente Demais’ em sua carreira? Como a encaixa em seu hall de bons trabalhos?
“Essa novela talvez tenha sido um dos trabalhos mais felizes da minha carreira. Foi um momento de mudanças na minha vida pessoal onde o Jonatas se encaixou divinamente. Tive um tempo de preparação que me deixou extremante confortável em cena. Pude experimentar lugares que não conhecia e tive trocas, tanto em cena, como nos camarins e corredores, importantíssimas para a minha vida.”

Fale um pouco sobre o perfil da sua personagem e com quem se envolvia
“Jonatas transitou por todos os lugares. Começando nas ruas do Centro do Rio, acabando na linda Paris. Teve relação de primeiro amor com a Eliza (Marina Ruy Barbosa), de respeito com seu patrão Germano (Humberto Martins), de cuidado com seus irmãos, Jennifer (Lellezinha), Wesley (Juan Paiva) e Bola (Cauê Campos), e de admiração por sua guerreira mãe, Rosângela (Malu Galli). Por mais novo que ele fosse, sempre teve uma postura digna de homem. Buscou a verdade com muita justiça e lutou não só por seus sonhos, mas também pelos sonhos dos que ele amava.”

Jonatas (Felipe Simas) – Foto: Globo /Renato Rocha Miranda

Tem alguma lembrança marcante/divertida daquela época?

“As lembranças são as mais lindas possíveis, e será ótimo revivê-las.”

O que o público pode esperar ao rever essa história?
“O público pode esperar uma obra divertida, iluminada, mas, ao mesmo tempo, que mostra realidades sociais de uma forma a nos conscientizar a buscar um mundo mais justo.”

Entrevista com os autores

  Qual o sentimento de ver ‘Totalmente Demais’ novamente no ar?
Rosane Svartman -“Foi uma surpresa. Estamos todos assustados com essa pandemia e com o ineditismo das novas práticas. Fico com o coração na mão ao me colocar no lugar do Daniel Ortiz, sua equipe, enfim, todos que participam de ‘Salve-se Quem Puder’, uma novela que vem arrebentando. Mas claro, em meio a tudo isso, vai ser um alento reencontrar com Eliza, Jonatas, Arthur, Carol… já estava com saudades.”
Paulo Halm – “Realmente este não é o melhor contexto para voltarmos ao convívio dos nossos queridos personagens, mas acredito que uma novela leve, divertida, esperançosa e principalmente com uma mensagem forte de superação como ‘Totalmente Demais’ poderá ajudar as pessoas a suportar esses tempos ásperos e desalentadores.”

2) O que o público poderá conferir?
Rosane Svartman – “‘Totalmente Demais’ é uma novela que fala, dentre outros temas, de se reinventar, superando o próprio medo, encarando de frente o preconceito, as dificuldades. Creio que é um tema que também interessa hoje.”
Paulo Halm – “‘Totalmente Demais’ é uma fábula moderna sobre desafios, superação e solidariedade. Acho que não podia ser mais atual e urgente.”

 Quais as lembranças esse trabalho traz para vocês?
Rosane Svartman – “Criar um universo é sempre um desafio e ‘Totalmente Demais’ contou com uma equipe e tanto e um elenco inspirador. Foi um grande prazer trabalhar meses a fio, incansavelmente, com essa turma.”
Paulo Halm – “Parafraseando Roberto Carlos, “são tantas emoções…”. Acho que vamos redescobrir, junto com o público, a novela que escrevemos com tanta paixão e alegria e que, como falou a Rosane, foi uma criação de tantos profissionais, artistas, técnicos, que envolveu muito trabalho, talento e, principalmente, afeto. Um afeto que nascia no texto, amadurecia no set de gravação e se espalhava e multiplicava nas múltiplas telas em que a novela era assistida. Minha esperança, por mais pretensiosa que possa ser, é que essa injeção de afeto ajude a vencer esse vírus.”

 Certamente vocês vão acompanhar no ar. Ao rever existe a vontade de mudar algo ou pensar que poderia ter dado um desfecho diferente para alguma trama ou personagem?
Rosane Svartman – “Provavelmente sim. Mas a gente vai ter que se segurar. Dessa vez é obra fechada. Nós seremos espectadores.”
Paulo Halm – “Uma novela é uma obra aberta que vai sendo reinventada diariamente, repensada, reformulada, a medida em que os capítulos vão sendo exibidos. Muitas decisões que tomamos, à época, talvez fossem diferentes, hoje. Mas trata-se de uma reprise e, como tal, assistiremos com um olhar nostálgico e carinhoso, sem tanta cobrança nem ansiedade. Vai ser gostoso rever ‘Totalmente Demais’, tenho certeza. Pra gente e pro público, também.”

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

maribarcelos
Jornalista por paixão. Música, Novelas, Cinema e Entrevistas. Designer de Moda que não liga para tendência. Apaixonada por música e cinema. Colunista, critica de cinema e da vida dos outros também. Tudo em dobro por favor, inclusive café, pizza e cerveja. Visite: Instagram.com/PortalMariBarcelos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *