Seu emprego é insuportável?

Insuportável é uma palavra que pode ter conceitos distintos para as pessoas. Significa algo acima do que se consegue suportar, que pode ser um nível de stress, algo enfadonho e monótono, ambientes desajustado aos valores pessoais, etc.
Não existe emprego perfeito, seja ele no mundo corporativo de grandes empresas, das startups, dos negócios.
Não existe a ausência total de aborrecimentos, assim como é utópico ser feliz o tempo todo.
E isso vale para o trabalho, e também é verdadeiro para a vida.
Mas  existe sempre a curva da normalidade, do desejável, do razoável, do tolerável e suportável.

Essa é uma análise individual, absolutamente personalizada, pois o que é insuportável para alguns, pode ser imperceptível para outros, ou tolerável dependendo do momento.Porém se esse limite, individual e circunstancial, for ultrapassado, nasce o problema.

Seu emprego está insuportável para você?

Avaliando os principais motivos que geram os alarmes e as situações insustentáveis que levam os profissionais a pensarem em mudar de emprego, fazer job rotation, mudar de carreira, mudar de vida, podemos listar:

1- Quando você é desrespeitado(a) no trato pessoal;  As inacreditáveis tão famosas ameaças, falas em tons agressivos, exposições públicas com críticas, que tem levado mais e mais aos assédios resultando em crises emociona;

2- Quando você está submetido à metas estabelecidas para resultados impossíveis e inatingíveis, ou sem os recursos e informações necessários para a realização do desafio, e mesmo assim são cobradas como se o seu atingimento fosse uma obrigação;

3- Quando a  sua carga de trabalho, nível de exigência de imediatismo, não tem limite de dia e nem de horário,  impossibilitando a atenção e dedicação para outros campos de interesse na vida, tais como: a família, a saúde, a prática de esportes, o lazer e o repouso;

4- Não há reconhecimento profissional e financeiro;

5- O trabalho lhe causa sofrimento psicológico, abala sua saúde emocional, com percebidos sintomas de persistente tristeza, ansiedade, depressão e até chegando à burnout (o como esses índices estão elevados);

6- Quando a sua saúde física apresenta um explícito declínio, em decorrência do “stress” ocasionado pelo trabalho;

7- Quando a sua qualificação profissional e o conjunto das suas competências, são propositadamente depreciadas, por conta dos jogos políticos corporativos;

8- Quando você passa a descontar o stress vivido no trabalho, em familiares, amigos e outras pessoas de sua convivência, por meio de atos agressivos e intensa irritabilidade.

Você está com um ou mais desses sintomas?
Percebe algum colega de trabalho passando por isso?
Esse alarme está tocando?
Como passamos a maior parte de nossas vidas úteis nos ambientes de trabalho, sejam eles presenciais ou remotos, como está a sua consciência em relação à essa quadro e o que você está fazendo para reverter esse cenário?
Está valendo a pena seguir assim?
Saiba que a observação desse quadro em você, ou de forma empática em algum colega de trabalho, algum liderado seu, até mesmo no seu chefe, pode ser analisado em que níveis pode ser sinalizado, bem conversado com as pessoas ou áreas da empresa que podem contribuir na solução, e ter ações intencionais de tratamento de saúde ou emocional, e de implantação de técnicas que podem aliviar o stress, a pressão e tornar melhor o seu ambiente de trabalho, ou o seu posicionamento em relação à esse ambiente.
Auto-conhecimento, observações dos seus níveis de tolerância, atitude de mudança, protagonismo na solução dependem de você.
Não se deixe levar!
Muitas vezes você não está sozinho e fazer bons acordos pode ser um caminho de solução.

 

SANDRA PORTUGAL
Projetando Pessoas
www.projetandopessoas.com.br
Siga @projetandopessoas no Instagram

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

SANDRA PORTUGAL
Head da Projetando Pessoas há 11 anos, Empresa de prestação de serviços em coaching, mentoria de executivos e empresários, consultoria em gestão e empreendedorismo, eventos e palestras, com a missão de inspirar e desenvolver pessoas. Projetar Pessoas! Editora do Portal de Conteúdos www.projetandopessoas.com.br Matemática de formação, graduada pela UFRJ, mestrado em Engenharia de Sistemas pela COPPE-UFRJ, MBA em Gestão de Negócios (FAAP-SP) e Gestão Avançada APG – Amana Key. 38 anos de experiência em posições executivas em grandes empresas, respondendo por gestão de pessoas, governança de processos e projetos complexos, tendo atuado em projetos de Transformação Digital e inovação. Sou Coach certificada pela Sociedade Brasileira de Coaching, Palestrante formada pelo INAP(Instituto de Neurociências Aplicada) com sólido portfólio de palestras realizado em eventos corporativos e workshops de liderança. Certificada Positive Practioner & Trainer pelo Instituto Felicidade é Ciência, atuo com Positive Coaching e Formação de Lideranças Positivas, baseados na Ciência da Felicidade e na Psicologia Positiva. Co-autora do Livro Liberte seu Poder, Editora Leader (2015), presença no Livro Undeterred (USA-2015) e autora de artigos periódicos em Portais de Negócios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *