Série “Anjo Loiro com Sangue no Cabelo” estreia no Canal Brasil

Série de suspense criada por Felipe Bragança e com direção geral de Marina Meliande é uma homenagem à memória do cinema popular brasileiro e às grandes salas de rua

Uma sala de cinema abandonada e as imagens de uma atriz de pornochanchada misteriosamente desaparecida no final dos anos 80. Esse é o mundo de memórias e passado, com um toque de suspense, de Sônia Lins, personagem de Juliana Schalch em “Anjo Loiro com Sangue no Cabelo”. A série, criada por Felipe Bragança e com direção geral de Marina Meliande, que estreia dia 19/11 (sexta-feira), às 22h30 no Canal Brasil, tem nomes como Nicole Puzzi, Fernando Eiras, Ciro Sales, Gabriela Lohan e Catarina Wallenstein no elenco.

Anjo Loiro com Sangue no Cabelo

Anjo Loiro com Sangue no Cabelo – Foto: Divulgação

Sônia cresceu com a memória de uma mãe que ela pouco conheceu: a famosa atriz de cinema brasileiro dos anos 80, Mariana Clark. Apesar do pouco convívio, ela seguiu seus passos e se tornou atriz de teatro. Sem muito sucesso na carreira, Sônia viu tudo começar a mudar quando seu pai, um velho e esquecido cineasta, morre e ela herda um cinema abandonado no centro do Rio de Janeiro. Ainda no velório, Sônia conhece Rafael Dias (Fernando Eiras), um antigo amigo da família e hoje grande executivo de uma emissora, a TV Tropical. Rafael a convida para fazer um teste para a telenovela de maior sucesso do canal. Sônia é escolhida para o papel principal, e passa a viver dividida entre os holofotes dos estúdios de TV e as sombras da sala de cinema. Nesse contexto, o mistério do desaparecimento de sua mãe parece despertar em Sônia sensações e imagens que há muito ela gostaria de ter esquecido.

“Minha vontade, como pessoa de cinema, era desenvolver uma pequena homenagem sombria e apaixonada tanto ao cinema brasileiro popular quanto às salas de cinema através de um olhar crítico, divertido e misterioso por dentro do dispositivo das narrativas seriadas e do universo da televisão. Uma forma também de falar do lugar dos filmes como memória física de camadas da história brasileira que vêm sofrendo tentativas de apagamento, de apaziguamento, e de revisões reacionárias. O gesto da narrativa foi levemente inspirada pelo cinema onírico de David Lynch, pelo olhar livre e crítico de Rogério Sganzerla e pela beleza pueril e complexa das pornochanchadas brasileiras dos anos 70 e 80 – em sua forma de olhar de frente com alguma graça e picardia, as dores vividas sob da ditadura militar. Como costumo tentar buscar, as personagens femininas, que protagonizam a história, trazem à tona as memórias e as vozes que desmontam realidades cristalizadas e que acordam passados esquecidos”, conta Felipe Bragança.

Somam-se à trama personagens como Caio Caiado (Ciro Sales), galã que vê seu mundo estremecer com a chegada de Sônia à emissora; Helena Rabelo (Nicole Puzzi), ex-estrela do cinema popular brasileiro e hoje é uma das maiores apresentadoras da TV Tropical; e Linx (Gabriela Lohan), maquiadora inteligente, espiritualizada e observadora que está sempre por dentro de tudo o que acontece no canal.

“As personagens femininas da série lidam com o universo do cinema e da TV questionando o lugar de musas e objetos a serem filmados pelo desejo da câmera. A protagonista Sonia Lins joga com essa imagem para desconstruir a ideia de que uma estrela de TV seria uma boneca frágil sem questionamentos. Assim como a sua mãe, grande estrela da pornochanchada, que vai se revelando uma personagem complexa, politicamente ativa e mordaz em sua forma de olhar o mundo. É uma série sobre mulheres rasgando, de maneira sutil e inteligente, os limites da tela grande e da tv”, explica a diretora Marina Meliande.

Anjo Loiro com Sangue no Cabelo (2021) (5×50’)
INÉDITO e EXCLUSIVO
Classificação etária: 14 anos
Criação: Felipe Bragança
Direção Geral: Marina Meliande
Elenco: Juliana Schalch, Fernando Eiras, Catarina Wallenstein, Ciro Sales, Nicole Puzzi, Gabriela Loran, Wilson Rabelo e Roney Vilella
Estreia: sexta, dia 19/11, às 22h30
Horário: sexta, às 22h30
Alternativos: madrugada de domingo/segunda, às 2h; madrugada de quarta/quinta, às 4h; e segunda, às 0h30
Sinopse: Sônia é uma jovem atriz de pouco sucesso, que chega ao Rio de Janeiro para o velório de seu pai, um velho cineasta brasileiro que morreu esquecido em uma sala de cinema abandonado no centro da cidade. Ao herdar a antiga sala de cinema, Sônia mergulha nas memórias de seu pai e no passado de sua mãe, uma famosa atriz de pornochanchadas, desaparecida de maneira misteriosa no final dos anos 80.

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

maribarcelos
Jornalista por paixão. Música, Novelas, Cinema e Entrevistas. Designer de Moda que não liga para tendência. Apaixonada por música e cinema. Colunista, critica de cinema e da vida dos outros também. Tudo em dobro por favor, inclusive café, pizza e cerveja. Visite: Instagram.com/PortalMariBarcelos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *