Projeto “Asas para Dançar” inclui diversos tipos de deficiência física e emociona

DançaInclusiva

Dayse-Canotilho

A idealizadora do projeto, Dayse Canotilho (Foto do Facebook)

A arte de dançar favorece ao indivíduo, fortalecer e desenvolver suas habilidades através do prazer, proporcionando o bem estar, fruto do trabalho conjunto de pessoas com deficiências e suas famílias. O universo da dança é ampliado através de uma linguagem própria, voltada para o conceito do corpo como ferramenta de experiências. Dançar pode mudar o modo de ver o mundo, ajuda a espantar as tristezas e aproximar as alegrias, unindo as pessoas.

Pensando nisso, “Asas para Dançar” é um Projeto do grupo de dança inclusiva e utiliza o movimento, a expressão corporal, a música e a emoção para promover saúde, autoestima e inclusão social. A técnica utilizada foi idealizada pela pela bailarina voluntária Dayse Canotilho. O objetivo principal é de trabalhar a valorização e o respeito à diversidade e direcionado à pessoas com diferentes tipos e graus de deficiências físicas

Nasceu da parceria com a Associação de Pais e Amigos e Pessoas com Deficiência do Banco do Brasil (APABB), com o CETEFE e com a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP).

O grupo se reúne toda quarta-feira das 19h ás 20h30 no Centro de Treinamento em Educação Física Especial (CETEFE).

Endereço: SAIS, Área 2A, Ed. Enap, Ginásio Sala G-04 – Asa Sul. A entrada e a participação é gratuita.

 

Fontes: Tarde Nacional (Brasília) e Facebook

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Raphael Gomide
Fundador e Diretor Geral do ArteCult.com, Sócio-fundador e editor do QuadriMundi, ambos projetos da Webstaff, sua empresa que está sendo estruturada e que também gerencia outros portais como o BandasNovas, OlheiroMusical, Bullyng nas Escolas, Reação Adversa e CasarOnLine. Apaixonado pela sua família e por toda forma de ARTE e CULTURA. No Facebook, administra vários grupos tais como Dicas de Filmes, Dicas de Livros, Dicas de Músicas , além das páginas Futuristiko (sócio-fundador), Infância80, Olheiro Musical, Bullying nas Escolas, Reação Adversa e Portal TEAmigo (app em desenvolvimento para a comunidade TEA - Transtorno do Espectro Autista).