Brasileiro MARCELO GLEISER ganha o Prêmio Templeton

 

“Quando se fala em religião, pensamos em algo institucionalizado, como cristianismo, islamismo e budismo, por exemplo. Espiritualidade é um termo muito mais amplo que tem a ver com a nossa relação com o mistério da existência e que transcende questões como: ‘em que Deus você acredita?’ ou ‘Que igreja você frequenta?’. Por espiritualidade, entendemos a relação do ser humano com o mistério da existência
(Trecho da entrevista de Gleiser para o jornal O GLOBO)

O físico Marcelo Gleiser (60 anos) venceu hoje o prêmio Templeton, uma espécie de “Nobel da Espirituralidade” e que é dada a profissionais que tenham feito uma contribuição excepcional para afirmar a dimensão espiritual da vida, seja por insights, descoberta ou trabalhos práticos, segundo a Fundação Templeton.

A honraria já foi concedida a Madre Teresa de Calcutá (em 1973) e Dalai Lama (em 2012).

Ele receberá cerca de R$ 5,5 milhões que será entregue oficialmente em Nova York, no dia 29 de maio.

Gleiser trabalha há 35 anos como físico e cosmólogo e é nascido no Rio e radicado nos Estados Unidos. Gleiser é professor de Física e Astronomia e ocupa a cátedra Appleton de Filosofia Natural no Dartmouth College, em Hanover, nos EUA.

Para ele, a ciência é “o engajamento com o mistério”.

Veja em http://www.templetonprize.org/

 

RAPHAEL GOMIDE

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Raphael Gomide
Fundador, CEO e Editor-Geral do ArteCult.com, Sócio-fundador e editor do QuadriMundi (Quadrinhos, Mangás e Animações) e sócio do CinemaeCompanhia. Apaixonado pela sua família e por toda forma de ARTE e CULTURA. Nas redes sociais, administra além das páginas do ArteCult e QuadriMundi, as páginas do OlheiroMusical.com, Atuando, Dica de Vinho, Dicas de Filmes, Dicas de Livros, Dicas de Músicas, Futuristiko, Infância80, Olheiro Musical, Bullying nas Escolas, Reação Adversa e Portal TEAmigo (comunidade TEA - Transtorno do Espectro Autista).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *