Niterói em Movimento / Ateliê Coreográfico : Espetáculo faz parte do projeto que estimula criação de novos espetáculos por coreógrafos emergentes

“Niterói em Movimento”: um projeto da Companhia de Ballet de Niterói

Cobertura completa (imagens e entrevistas: Rafaeli Mattos

A Companhia de Ballet de Niterói apresenta, de 7 a 9 de junho, o “Niterói em Movimento“, um projeto que visa estimular a criação de novos espetáculos por coreógrafos emergentes, utilizando a estrutura e a sede da Cia de Ballet.

CIA DE BALÉ DE NITERÓI . Foto: Luiz Ferreira.

O programa apresenta duas categorias distintas: o ‘Atelier Coreográfico’, onde os próprios bailarinos da Companhia expõem suas outras habilidades e competências, revelando então ‘novos’ profissionais da dança; e ‘Residência Coreográfica’, onde são selecionados coreógrafos da Cidade para experimentar, manipular e produzir um ou mais tipos de arte junto à CBCN.

Em ambas as propostas, o melhor trabalho será escolhido pelo público e fará parte do repertório da Companhia de Ballet de Niterói.

CIA DE BALÉ DE NITERÓI . Foto: Luiz Ferreira.

Na edição de junho, o público vai poder assistir ao “Niterói em Movimento / Atelier Coreográfico”, com quatro trabalhos com temáticas brasileiras, valorizando, assim, a cultura nacional.

CIA DE BALÉ DE NITERÓI . Foto: Luiz Ferreira.

Confira as imagens de um dos ensaios:

Durante os ensaios do espetáculo, conversamos com Fran Mello, diretor artístico da Companhia de Ballet de Niterói que nos explicou um pouco da concepção do espetáculo e as coreografias desta edição:

 

 

 

 

 

 

 

As coreografias desta edição então são: ‘Gota’, de Diego Cruz; ‘Vestida de Sol’, de João Corrêa; ‘Riscado ou Aboiando’, de Robson Schmoeller; e ‘Climax’, de Tiago Oliveira. A direção artística é de Fran Mello.

Conheça agora cada coreografia e seu criador:

Gota’ de Diego Cruz utiliza como ponto de partira a obra ‘Gota d’água’, de autoria de Chico Buarque e Paulo Pontes, e busca expressar no corpo o amor que emociona e que preenche, o amor que contagia, e que, por vezes, acaba por se transformar em ódio.

 

 

 

 

 

 

Riscado ou Aboiando’ de Robson Schmoeller a diversidade na forma de falar e a riqueza das danças populares regionais, que são a base para a pesquisa de movimento.

 

 

 

 

 

 

 

 

Em ‘Clímax’, o coreógrafo Tiago Oliveira pensa na miscigenação da cultura brasileira com os diversos tipos de rituais, trazendo como partitura coreográfica imagens geométricas feitas pelo grupo de intérpretes que dão alusão a um festejo.

 

 

 

 

 

 

 

Vestida de Sol” de João Correa é inspirado na obra de Ariano Suassuna, o trabalho de dança-teatro busca referências do Movimento Armorial como de exaltar a importância do Nordeste para as raízes culturais do Brasil.

 

 

 

 

 

 

 

Não perca então o espetáculo Atelier Coreográfico do projeto Niterói em Mo imento, pois as coreografias estão incríveis!!

Um espetáculo que ressalta a cultura brasileira em toda a sua plenitude.

 

CIA DE BALÉ DE NITERÓI . Foto: Luiz Ferreira.

 

SERVIÇO:

Niterói em Movimento / Atelier Coreográfico

  • Dias: De 7 a 9 de junho de 2019
  • Horário: sexta e sábado, às 20h; domingo, às 18h
  • Classificação indicativa: Livre
  • Duração: 60 minutos
  • Gênero: Dança Contemporânea
  • Teatro Municipal de Niterói
  • Rua XV de Novembro, 35 – Centro – Niterói
  • Ingressos: Inteira: R$30,00 / Meia: R$15,00
  • Os 50 primeiros que doarem uma lata de leite em pó terão direito a um ingresso gratuito. As doações serão entregues para a Casa Maria de Magdala. Para informações acesse: www.casamariademagdala.org

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Rafaeli Mattos
Mestre em Artes Visuais, com ênfase em dança – UFRJ (2013), Especialista em Estudos Contemporâneos em Dança –UFBA/FAV 2007 e Bacharel em Dança, Intérprete e Coreógrafa, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – 2006/1. Possui formação em jazz, ballet, ballet moderno – Horton, dança contemporânea, sapateado e canto popular. Qualificada Profissional da Dança, artista-dançarina sapateadora e Instrutora de Dança, seguimento sapateado, pelo SPDRJ, atua como professora de sapateado, jazz e balé desde 2007 em diversos espaços de dança do Rio de Janeiro. Integrou a Cia de Dança Contemporânea Helenita Sá Hearp – 2004/1 a 2005/1, Cia Étnica de Dança e Teatro – 2007 a 2008, Projeto Ateliê Coreográfico do Centro Laban RJ – 2008 a 2009, Projeto de residência internacional da coreógrafa Erica Essner (Erica Essner Performance CoOp) no Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro 2007 e do grupo A.C.Ho com a performance Q _ _ _ _ _ , realizada no eventro Transperformance em 2011. Como cantora atuou na Cia Nós da Dança no espetáculo Bossanossa – 2009. Foi coreógrafa residente no Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro de julho de 2005 a julho de 2006, onde realizou seu primeiro trabalho autoral Chora Corpo Choro, composto pelos solos Rádio e Violão Mudo e pelo quarteto Choro na Feira. Seu segundo solo autoral Ah vai andas?! participou, em junho de 2012, em work in progress do evento Novíssimos da Ocupação Dança pra Cacilda. Em 2015 integrou o corpo de jurados dos festivais de dança Barra Dance e Barra Dance Kids. Sua oficina de Sapateado para Terceira Idade foi contemplada nos anos de 2014 e 2015 nos editais Viva a Cultura e Viva o Talento da secretaria de Cultura do RJ. Hoje atua como professora de balé e sapateado na ONG Projeto Dançarte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *