Música: Nerling canta a empatia com vídeo de “Se você fosse outro” – Faixa é um dos destaques do disco “Tempo do Amor”

Inspirado em leituras sobre Direitos Humanos, o compositor e cantor gaúcho Nerling escreveu “Se Você Fosse Outro”, que ganha um vídeo ao vivo. Unindo pop alternativo e MPB em canções envolventes e urbanas, ele lançou recentemente seu disco de estreia, “Tempo do Amor”. O registro está disponível no canal do YouTube do artista.

 

 

Nerling começou a carreira na infância, em festivais de interpretação e explorando a música regional. Ele acumula mais de 50 gravações em discos nativistas e múltiplos prêmios no conceituado Carijo da Canção Gaúcha, onde chegou a ser indicado aos 15 anos de idade com uma faixa autoral.

Essa postura de buscar sempre aprender mais o guiou para uma carreira acadêmica conceituada. Após chegar num ponto bem alto nessa jornada, Nerling procurou novos caminhos.

 

“Essa canção é fruto de boa parte das minhas leituras no período em que fiz mestrado em Direito. Foi composta junto com a  dissertação, naquele contexto, como espécie de fuga do stress e resultado da sintetização de conteúdo”, conta ele.

 

Parte do recém-lançado “Tempo do Amor, a música é uma das oito faixas que mostram um artista que começa sua jornada amadurecido e pronto para voos mais altos. “As composições desse disco foram marcadas pela sensação inigualável que se tem quando se compõe algo que se gosta. É um sentimento incrível, porque, embora seja gratuito e gratificante, é como se você tirasse um peso das costas… Compor às vezes também é remédio”, conclui.

 

O vídeo foi produzido pela Catalunya Filmes e teve direção de Rebeca Brack. A faixa e o disco de estreia de Nerling estão disponíveis em todas as plataformas de streaming de música.

Ouça “Tempo do Amor”: http://smarturl.it/TempoDoAmorNerling

Veja o vídeo para “Se você fosse outro”:

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Daniela Fróes
Musicalmente eclética, apaixonada pela diversidade dos estilos, das festas e festivais, amante de uma boa música, principalmente das batidas eletrônicas. #Música #MúsicaEletrônica - Nunca se precisou de drogas para senti-la, a essência da batida, a sonoridade toca a alma de um jeito que não da pra ficar parado! "Quem não sente a melodia acha maluco quem dança"!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *