Música Eletrônica: Com influências árabes, DANNE lança ‘Maya’ em parceria com o DJ Gusty

O DJ e produtor DANNE, que vem se destacando na cena eletrônica nacional pelo estilo singular de suas produções, chega com a novíssima “Maya” produzida em parceria com o DJ Gusty e já disponível em todas as plataformas digitais pelo selo “O Problema é Grave”.

Com influências árabes misturadas com o atemporal Tech House e Bass House, a música é sinônimo da pluralidade sonora na discografia do artista. “‘Maya’ foi uma música que me fez mudar bastante, uma nova energia catalisadora nas minhas produções. E, desde que recebi a ideia dela com o Gusty, percebi que podíamos fazer algo especial e único. Mantivemos a cuíca, instrumento sempre presente no meu som, mas também produzimos algo diferente. Espero que curtam muito!”, comenta Danne que reúne diversas produções de destaque nas plataformas e playlists, entre “16 Toneladas”, que chegou a alcançar a 13º posição na playlist ‘Top 50 Viral’ do Spotify; a “Vem Quente Que eu Estou Fervendo” e uma versão única de ‘Tempo Perdido’, um clássico do Legião Urbana, que já ultrapassou mais de 3 milhões de plays, e o recente remix de ‘Filho do Leão’ do grupo Planta & Raiz que soma 1 milhão de streams.

Vale ressaltar que, com mais 10 anos de experiência e 3 anos de projeto, DANNE é dono de um estilo autêntico e criativo em suas produções. O objetivo é claro: manter viva a incrível cultura da música popular brasileira para as novas gerações. O resultado é um som diferente, que mistura instrumentos tradicionais do Brasil, com batidas eletrônicas do Brazilian Bass. Seu estilo de música representa ideias, possibilidades e atitudes em uma roupagem única. Além disso, o DJ e produtor também tem o podcast ‘Aquele Abraço’ no Soundcloud, no qual mixa tracks e deixa à tona sua personalidade musical.

Ouça ‘Maya’: https://fanlink.to/maya-danne

 

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Daniela Fróes
Musicalmente eclética, apaixonada pela diversidade dos estilos, das festas e festivais, amante de uma boa música, principalmente das batidas eletrônicas. #Música #MúsicaEletrônica - Nunca se precisou de drogas para senti-la, a essência da batida, a sonoridade toca a alma de um jeito que não da pra ficar parado! "Quem não sente a melodia acha maluco quem dança"!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *