O melhor que você pode fazer…

Senhor,

Equivoquei-me!

Cedi aos tormentos de Minh ‘alma.

Só, vazio, desesperado descri.

E na descrença Te ofendi,

E na ofensa tropecei,

E no tropeço caí,

E na queda senti-me envergonhado.

Mas tu me fizeste fraco

E fraco, busquei socorro.

No socorro encontrei amigos,

Nos amigos encontrei carinho,

No carinho eu vi nascer o amor,

Com amor eu vi um mundo novo

E no mundo novo resolvi viver…

O que recebi, resolvi doar.

Doando alguma coisa, muito recebi

E em recebendo senti-me feliz.

E ao ser feliz, encontrei a paz.

E tendo paz foi que enxerguei

teus olhos a me amarem.

Olhos que não julgam.

Nos teus braços me recolhi.

E no meu coração ecoou Tua voz:

Filho.

Põe tua confiança em Deus e não temas os juízos humanos,

enquanto tua consciência te der testemunho da tua piedade e Inocência…

Desci do céu para tua salvação,

tomei tuas misérias,

não levado pela necessidade,

mas pelo amor,

para ensinar-te a paciência e a suportar com resignação as misérias temporais…

Aprende a desprezar as coisas exteriores e entrega-te as interiores,

e verás chegar a ti o Reino de Deus.”

Senhor, eis aqui o teu servo.

 


Relato inspirado na canção Best That You Can Do, de Christopher Cross.

 

Muita paz.

Gemkos Astazerld

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

A Espiritualidade das coisas. Gemkos Astazerld
Formado em Marketing, Estatística e Analista de sistemas, casado, praticante de meditação, amante da natureza, vegano. Há vinte anos entusiasta sobre assuntos de psicologia, espiritualidade, religiosidade e evangelização. Blog em http://gemkosastazerld.blogspot.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *