Malhação: Toda Forma de Amar: na estreia da nova temporada jovem inicia uma saga em busca da filha

 

Alanis Guillen. Foto Divulgação.

 

Um ano depois de dar à luz uma menina, a jovem Rita (Alanis Guillen) descobre que a filha não morreu pouco depois do parto, como acreditava. A revelação é feita por Isaura (Anja Bittencourt), amiga de sua família, logo após a missa de sétimo dia do seu pai. Com o desejo de consolar Rita, a senhora comenta sobre a intenção de Genival (Joelson Medeiros) ao levar a neta para longe, afinal, nem ele nem ela teriam condições de dar uma boa criação à bebê – sem imaginar que ela não sabia de nada. Percebendo que cometeu uma indiscrição, a mulher vai embora às pressas, deixando Rita catatônica e confusa sobre o que ouviu.         

 

Sem ter onde morar, a jovem aceita o convite de Carla (Mariana Santos), amiga de sua falecida mãe, para viver na sua casa em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro. Ela arruma a mala, decidida a ir embora o quanto antes de Queimados, município da mesma região, onde nasceu e foi criada. Mas diz ao amigo Tadeu (João Fernandes) que precisa conversar com Isaura para entender o que aconteceu. Relembrando os momentos que se sucederam ao parto e algumas situações, como a recusa do pai em mostrar a certidão de óbito da bebê, Rita começa a acreditar que ele pode ter mesmo lhe tirado sua filha.   

 

Sem saída, a amiga da família explica que Genival levou a menina para um hospital público no Rio de Janeiro, com o objetivo de que ela fosse encontrada e adotada por alguém. Completamente atordoada, Rita diz que vai procurar sua filha e pede o endereço do hospital. Na companhia de Tadeu, ela aguarda a condução para Duque de Caxias e responde categórica ao amigo quando ele pergunta o que ela vai fazer se a bebê já tiver sido adotada. “A filha é minha, Tadeu! Ninguém tem direito de reclamar por eu querer ela de volta. A mãe sou eu!”.

 ‘Malhação: Toda Forma de Amar’ estreia nesta terça, dia 16. Escrita por  Emanuel Jacobina, com supervisão artística de Carlos Araujo e direção artística de Adriano Melo, a trama traz histórias de amor que se cruzam, sejam elas sobre casais, pais e filhos, irmãos ou um grupo de amigos.

 

Fonte: Comunicação Globo.

 

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Raphael Gomide
Fundador e Diretor Geral do ArteCult.com, Sócio-fundador e editor do QuadriMundi, ambos projetos da Webstaff, sua empresa que está sendo estruturada e que também gerencia outros portais como o BandasNovas, OlheiroMusical, Bullyng nas Escolas, Reação Adversa e CasarOnLine. Apaixonado pela sua família e por toda forma de ARTE e CULTURA. No Facebook, administra vários grupos tais como Dicas de Filmes, Dicas de Livros, Dicas de Músicas , além das páginas Futuristiko (sócio-fundador), Infância80, Olheiro Musical, Bullying nas Escolas, Reação Adversa e Portal TEAmigo (app em desenvolvimento para a comunidade TEA - Transtorno do Espectro Autista).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *