Dalton Vigh brilha na TV e nas telonas

Dalton Vigh como Leonardo Medeiros (Allan Kardec), Sandra Corveloni (Amélie Gabrielle Boudet, esposa de Kardec) – Foto: Dan Behr.

Não é de hoje que todos sabem como é brilhante o ator Dalton Vigh. Conhecido por grandes papeis com novelas, ele continua fazendo muito sucesso nas telinhas como Otto Pendleton na novela “As Aventuras de Poliana”, do SBT.

Mas não só nas telinhas que Dalton vem fazendo sucesso. Vigh pode ser visto também nos cinemas de todo Brasil no longa “Kardec”.

Dalton Vigh como Sr. Dufaux e Louise D’Tuani (Ermance Dufaux).- Foto: Dan Behr

No filme que conta a história do influente educador e escritor Allan Kardec, responsável por popularizar a doutrina espírita no mundo, Dalton interpreta Sr. Dufaux, um homem da nobreza francesa, que conhecia o imperador e que tem os caminhos cruzados com Kardec quando se depara com a mediunidade da sua filha, Ermance Dufaux (autora de livros como o psicografado “A História de Joana D’ Arc – Ditada Por Ela Mesma”). Nas telonas ele ainda irá estrear em no longa “Sem pai nem mãe”, em que atua ao lado de Alexandre Nero.

 

Dalton, Louise, Leonardo e Sandra. – Foto: Dan Behr.

Mais uma formato em que também podemos apreciar o trabalho do ator, será na série “A Divisão”. Filmando originalmente como filme e transformado em série, tem duas temporadas garantidas no Multishow e no GloboPlay. 

Agora é só você anotar ai na sua agenda e não perder nenhuma das brilhantes atuações de Dalton Vigh.

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

maribarcelos
Eu me chamo Mariane Barcelos, tenho 26 anos, sou designer e estudante de Audiovisual, construindo uma carreira na área. Já viajei para quase todos os cantos do mundo, inclusive já fui para fora do planeta, já dei um pulo em Marte, conheci uns anéis de Saturno e me aventurei em galáxias muito distantes, me transformei em bruxa, loba e vampira, também já fui super heroína e vilã. Não pensem que sou louca, sou apenas uma cinéfila que enxerga nos filmes uma maneira de se desconectar da realidade, ou quem sabe me conectar, com a minha realidade. Quando eu vejo um filme é para me conectar com aquele mundo, se não estou no clima, digo "nossa que dor de cabeça" e fica para um outro momento. Cinema é para ser sentido, para se apaixonar e se iludir. Encantar. Espero poder compartilhar com vocês, toda essa emoção que eu sinto ao assistir um filme e conseguir fazer com que vocês também embarquem nessa viagem sem destino. Agora através do ArteCult, também faça cobertura de eventos, como o Festival do Rio, RioMarket, Pré-Estreias e afins. Assim como nos filmes, espero poder trazer grandes novidades e coberturas completas em todas as mídias sociais, para que vocês, leitores, possam se sentir sempre imersos ao nosso universo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *