Léo Santana comandou mais um Baile da Santinha, dessa vez no Rio de Janeiro com grandes participações.

Depois do tradicional Baile da Santinha em Salvador na sexta-feira (25),
sábado (26) foi dia do Gigante chegar com a sua tropa para sacudir o Rio de Janeiro.

Público durante do show de Léo Santana – Foto: Paulo Tauil

 

 

Do sertanejo ao pagode baiana, dando uma passada pelo funk, o Baile da Santinha foi uma grande maratona com 10 horas de muita música e animação. O evento teve todos os seus ingressos esgotados e contou com grandes nomes da música brasileira. Confira um pouco do que rolou no evento.

 

 

 

Primeiro show da noite foi do sertanejo Gustavo Mioto, que veio do interior de São Paulo e já conquistou seu lugar na música, inclusive com grandes participações em seus DVD’s como: Anitta, Jorge & Mateus e Maiara & Maraisa. “Coladinho em Mim”, “Anti-Amor”, “Mel de Marte”, músicas dessas parcerias fizeram parte de um setlist lotado de muito sucessos que todos cantaram junto, “Solteiro Não Trai”, “Contramão” e a tão emocionado “Impressionando os Anjos” não poderiam ficar de fora. O baile também foi formado no palco ao som de um funk que foi se transformando em eletrônico e tirou todo mundo do chão.  A primeira vez do cantor na capital do Rio de Janeiro, deixou um gostinho de quero mais e fica aqui registrado o pedido para que tenham mais shows do cantor aqui.

Confira os melhores momentos de Gustavo Mioto (Fotos de @Paulo_Tauil) :

Logo em seguida a rainha da sofrência subiu ao palco e com as três regras do seu show “Não Chorar, Não Vomitar e Não ligar pro Ex”, Marília Mendonça fez todo mundo sofrer feliz em um show super animado. Todas as músicas já lançadas no projeto #TeVejoEmTodosOsCantos foram cantadas e desde o primeiro lançamento “Ciumeira” até o último “Bebi, Liguei”  todos os fãs cantaram juntos. Claro que rolou o batidão da Marília, com seus backings cantando funks antigos e logo depois a cantora subiu ao palco atualizando a lista com funks mais atuais. A cantora saiu do palco direto para a gravação do DVD da dupla Diego & Victor Hugo em Brasília, mas não antes de cantar alguns sucessos do seu primeiro DVD.

O funk e a dança tomou conta do palco quando Ludmilla chegou e claro que ela já chegou, chegando e bagunçando tudo. “Solta a Batida”, “Fala Mal de Mim” e “A Danada Sou Eu”, foram algumas músicas tocadas antes do momento em que como a própria cantora disse, o baile da santinha virou o baile da gaiola e aí as versões conhecidas como proibidões tomaram conta do baile. Além de convidar todos para a gravação do seu DVD que acontecerá dia 14 de fevereiro na Jeunesse Arena, aqui no Rio de Janeiro, mas também deu um spoiler cantando a música “Tudo Porque Você Pediu”, de composição autoral. Lud ainda contou que escreveu essa música quando terminou um relacionamento de anos, depois de ser traída.  

 

 A dupla Henrique & Juliano trouxe a sofrência de volta para o palco com um show muito emocionante. Um tempo longe do Rio, a dupla ficou hospedada no hotel ao lado do evento e confessou que estavam ouvindo todos os outros shows  e a ansiedade só aumentou. “Quem Pegou, Pegou”, “Vai que Bebereis” e “Aquela Pessoa”, foram alguns dos sucessos mais atuais que a dupla apresentou. Rolou medley com algumas sofrências de outros cantores como Jorge & Mateus, além de cantarem “Casa da Mãe Joana”, sucesso que a dupla gravou no novo projeto da Marília Mendonça. Para os fãs de longa data não ficaram faltando as canções mais antigas que fez todo mundo voltar no tempo e cantar muito.

 

Chegando com o seu pagode cheio de influência dos anos 90, Ferrugem que já passou por vários estados com o Baile da Santinha, contou que estava louco para chegar no Rio de Janeiro. “Climatizar”, “Eu Juro” , “Pirata e o Tesouro”, são alguns dos hits que fez todo mundo sambar. O show ainda contou com o cantor fazendo sua participação na percussão junto a banda, que também entraram na dancinha coreografada muito típica dos grupos de pagodes da década de 90. Teve música nova também, “Chopp Garotinho” foi lançada esse ano e já está na boca da galera. Para fechar Ferrugem ainda cantou algumas músicas antigas incluindo “Meu Bem Querer” de Maurício Manieri.

Para fechar os shows e cantar até o amanhecer, o anfitrião da noite subiu ao palco. Léo Santana veio trazendo o seu pagode baiano e muito axé para o Rio de Janeiro. O Gigante tocou todos os seus sucessos e deixou os cariocas ainda mais animados com todo o seu swing.Crush Blogueirinha”, sucesso que promete estar entre os hits do carnaval estava na ponta da língua de todos os fãs, que mesmo depois de mais de 8 horas de shows  não perderam a energia, cantaram e dançaram junto todo o tempo. “10 Beijos de Rua”, “Vai dar PT”, “Varias Novinhas”,  entre tantos outros sucessos presentes em um show que viu o sol nascer e fez todo mundo fazer o L, marca registrada do cantor.

 

MARIANE BARCELOS

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Jornalista por paixão. Música, Novelas, Cinema e Entrevistas. Designer de Moda que não liga para tendência. Apaixonada por música e cinema. Colunista, critica de cinema e da vida dos outros também. Tudo em dobro por favor, inclusive café, pizza e cerveja. Visite: Instagram.com/PortalMariBarcelos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *